Menu
2019-05-06T06:43:55-03:00
Estadão Conteúdo
fechando as contas

Mansueto diz querer sensibilizar Congresso para aprovação de crédito de R$ 248 bi

Secretário do Tesouro Nacional destacou que a situação é “muito preocupante”, uma vez que, sem o crédito, o governo poderá descumprir a chamada “regra de ouro” do Orçamento, que impede a emissão de dívida para pagar despesas correntes

6 de maio de 2019
6:43
mansueto-almeida
Mansueto Almeida, secretário do Tesouro Nacional - Imagem: André Dusek/Estadão Conteúdo

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, ressaltou que a equipe econômica está tentando sensibilizar o Congresso, por meio de um diálogo "aberto e transparente", para a aprovação do projeto que abre um crédito de R$ 248,9 bilhões para liberar despesas com benefícios previdenciários, assistenciais e Bolsa Família.

Ele destacou que a situação é "muito preocupante", uma vez que, sem o crédito, o governo não conseguirá executar esses gastos e poderá descumprir a chamada "regra de ouro" do Orçamento, que impede a emissão de dívida para pagar despesas correntes.

"Hoje, a nossa deficiência, o que a gente precisaria de autorização especial do Congresso, é um pouco menos, talvez entre R$ 120 bilhões e R$ 140 bilhões. Mas os R$ 248 bilhões, ou algo menor, isso tem que ser aprovado até o final de junho", destacou, em entrevista ao programa Canal Livre, da Band, transmitida nesta segunda-feira, 6.

Na entrevista, o secretário reiterou ainda que a principal medida para recuperar a saúde financeira da União, Estados e municípios é a reforma da Previdência. Ele se mostrou otimista, dizendo nunca ter visto um ambiente tão favorável à aprovação de uma reforma previdenciária no Congresso, mas frisou que o tamanho do impacto fiscal das mudanças nas regras de aposentadoria dependerá da capacidade política do governo.

Mansueto também avaliou que o governo tem pela frente um ajuste fiscal "duro" e "muito difícil", mesmo que consiga realizar as privatizações e concessões em estudo para este e o próximo ano. "Mesmo que o Brasil cumpra a emenda do teto dos gastos (...), se não tivermos algum ganho de arrecadação, corremos o risco de terminar o governo Bolsonaro ainda com déficit primário", afirmou.

Sobre o Programa de Equilíbrio Fiscal (PEF), mais conhecido como "Plano Mansueto", o secretário lembrou que o foco está nos Estados com nota C no ranking do Tesouro que mede o nível de bons pagadores - ou seja, aqueles que não podem receber garantia do Tesouro em empréstimos bancários e de organismos multilaterais. Sobre os Estados com nota D (a pior) - Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais -, Mansueto comentou que a situação de Minas é ainda mais grave do que a do Rio.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

TECNOLOGIA

Xiaomi supera Apple em venda de celulares

O levantamento também mostra que a Samsung voltou ser a líder global de vendas de smartphones, após perder a liderança do mercado para a também chinesa Huawei, que ficou no topo por um único trimestre.

BOMBOU NO SEU DINHEIRO

Melhores da Semana: O Halloween dos mercados

A segunda onda de coronavírus é um ‘fantasma’ que ronda os mercados desde o início do ano. Muita gente não acreditou. Nesta semana, ele mostrou as caras.

POLÍTICA

Bolsonaro grava para campanhas e aposta em 2º turno em RJ e SP

Presidente busca apoiar aliados para tentar formar base nos grandes colégios eleitorais para sua campanha de reeleição em 2022

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies