Menu
2019-10-23T06:41:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
a próxima da lista?

Reforma administrativa deve ser menos difícil que a tributária, diz Bolsonaro

Nesta terça, Rodrigo Maia disse que pode aproveitar textos que já estão em tramitação na Casa para acelerar a reforma administrativa

23 de outubro de 2019
6:41
Bolsonaro
Imagem: José Dias/PR

Passada a reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro considera que o próximo passo deverá ser a reforma administrativa. Para ele, a proposta tem mais chances de avançar do que a reforma tributária, que ficaria para depois. Ele ponderou, no entanto, que a decisão também depende da vontade do Parlamento.

"Temos dois destaques (da reforma da Previdência) que ficaram para amanhã (quarta). E aí (vem) a tributária ou administrativa, a que for mais fácil de passar. As duas são importantes. A tributária sempre é complicada, há muito tempo se tenta e não se consegue", disse.

"Acredito, não depende apenas de mim, que a administrativa seja de tramitação menos difícil", afirmou Bolsonaro na saída do café da manhã, no Hotel Imperial, onde está hospedado em Tóquio.

Nesta terça, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que pode aproveitar textos que já estão em tramitação na Casa para acelerar a reforma administrativa pretendida pelo governo Jair Bolsonaro. A estratégia, porém, ainda depende do aval de lideranças e também da equipe econômica.

No Japão, Bolsonaro contou a jornalistas que foi informado "em tempo real" sobre a votação do texto-base da reforma previdenciária no Senado. Ele fez um agradecimento ao presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pelo resultado de 60 votos a 19, superior ao primeiro turno. "Foi um placar bastante largo", comemorou o presidente. Possíveis alterações ao texto ainda serão apreciadas nesta quarta.

"A bolsa de valores Bovespa bateu recorde (com possível aprovação da reforma da Previdência), é uma sinalização positiva, mas não podemos parar por aí. Vamos dar uma descansadinha, tomar fôlego e partir para outra reforma, tributária ou administrativa, as duas são importantes", declarou o presidente.

Sobre a apreciação dos destaques, nesta quarta, Bolsonaro diz que não há grandes riscos envolvidos, mas que, se aprovados, eles podem reduzir a economia prevista de R$ 800,4 bilhões.

Mais cedo, Bolsonaro ironizou as críticas de que o governo enfrenta problemas na articulação política e deu uma alfinetada no agora ex-líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO). "Eu não articulei nada, não sei articular. Quem articulou foi o delegado Waldir", disse, rindo.

No Twitter, o presidente declarou que a aprovação "abre caminho para o país decolar de vez". "Nova previdência APROVADA em segundo turno no Senado. Restam 4 destaques a serem analisados. Parabéns povo brasileiro! Essa vitória, que abre o caminho para nosso país decolar de vez, é de todos vocês! O Brasil é nosso! GRANDE DIA!", escreveu na rede social.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Azul da cor do céu

Azul encerra 2020 com prejuízo de R$ 4,6 bilhões, mas com dinheiro em caixa

Com quase R$ 4 bilhões em caixa, o CEO da empresa acredita que na retomada para 2021 com boas perspectivas

o futuro já começou

Em breve, BRF vai vender carne cultivada em laboratório

Empresa assina memorando de entendimentos com startup israelense que desenvolve e produz carne a partir de células de boi

Exile on Wall Street

Uma dica de leitura e um pedido de ajuda

Conforme falei no Puro Malte, tenho muita dificuldade de ler livros de não ficção, especialmente em se tratando de Economia e Finanças. Boa parte desses livros caberia em dez páginas, sem qualquer demérito. As melhores ideias – simples e impactantes – conseguem se fazer entender em dez páginas. No entanto, por pressão do editor ou vaidade do […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 2% com avanço da PEC emergencial e votação do 2º turno ainda hoje; dólar recua

A queda no rendimento dos Treasuries no exterior também provoca uma reação positiva nos mercados emergentes. Lá fora, o mercado aguarda a fala de Jerome Powell na parte da tarde

óleo quente

Na frigideira, André Brandão deve deixar comando do Banco do Brasil

Notícias na mídia apontam nomes que podem substituir atual presidente do banco, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies