Menu
2019-04-04T09:56:12-03:00

‘Quem chama tem algo para falar’, diz presidente do PRB sobre reunião com Bolsonaro

Presidente se rendeu à chamada “velha política” e vai se reunir, a partir desta quinta-feira, 4, com dirigentes de onze partidos; o primeiro é o deputado federal Marcos Pereira

4 de abril de 2019
9:55 - atualizado às 9:56
Marcos Pereira
Presidente do PRB e bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, Marcos Pereira - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro se rendeu à chamada "velha política" e vai se reunir, a partir desta quinta-feira, 4, com dirigentes de onze partidos para convidá-los a integrar a base de sustentação do governo no Congresso Nacional.

O primeiro é o presidente do PRB, o deputado federal Marcos Pereira, que critica a liderança do governo e diz que vai ao encontro mais para ouvir do que falar.

"O diálogo começa a partir de agora. Vamos ouvir o governo. Quem chama, tem algo a para falar", afirmou o presidente do PRB em entrevista à rádio CBN nesta quinta-feira, 4.

Pereira é um dos mais críticos dirigentes partidários ao governo Bolsonaro. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o deputado, que é o primeiro vice-presidente da Câmara, disse que Bolsonaro precisa "descer do palanque" e se colocar no papel de presidente.

À frente do PRB, que tem 31 deputados, ele reclama da falta de atenção do governo com os parlamentares, que não estão sendo recebidos nos ministérios.

"A relação não é boa porque o presidente insiste em ter um discurso de retórica eleitoral e não de presidente", disse nesta manhã.

Após desenhar uma aliança apenas com frentes parlamentares, Bolsonaro enfrentou uma crise política atrás da outra, que levou a derrotas do Planalto na Câmara, e foi aconselhado a aceitar a distribuição de cargos, na volta da viagem a Israel, para aprovar a reforma da Previdência.

O vice-presidente Hamilton Mourão disse na quarta-feira, 3, que, se o convite do Planalto for aceito, a coligação terá como contrapartida cargos no governo. Bolsonaro terá encontros separados, a partir desta quinta-feira, com os presidentes do DEM, PSDB, MDB, PP, PSD e PRB.

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, que comanda o PSDB, confirmou presença.

As rodadas de conversa ocorrerão em duas etapas: nas próximas terça e quarta-feira, dias 9 e 10, o presidente receberá dirigentes do PSL, PR, PROS, Podemos e Solidariedade. Até agora, apenas o PSL, seu partido, integra a base do governo no Congresso.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O cliente voltou

EUA retomam importação de carne in natura do Brasil

Até o momento, os americanos vinham comprando apenas carne enlatada do Brasil

Mudou de vez

Grupo Pão de Açúcar conclui migração para o Novo Mercado da B3 e ações PN deixarão de ser negociadas

Empresa anunciou ainda o início da negociação de ADRs na Bolsa de Valores de Nova York

Enfim, a decisão

Azul fecha acordo para a compra da TwoFlex por R$ 123 milhões

Proposta já havia sido comunicada ao mercado em 14 de janeiro deste ano, mas só agora foi definida

Seu Dinheiro na sua noite

Mamãe eu quero, mamãe eu quero dólar…

Quem me acompanha há algum tempo aqui na newsletter já deve me conhecer o suficiente para não se chocar com a revelação que vou fazer a seguir: eu não sou um grande fã de Carnaval. Mas se você curte sair nos blocos que vão invadir as ruas da cidade e fazer outras estripulias nos próximos […]

De olho no comércio

Procon vê irregularidades em fixação de preço nas lojas da Swift, da JBS

Produtos apresentavam apenas o valor do quilo, obrigando consumidor a fazer cálculos para saber quanto custa cada peça

Recorde atrás de recorde

Dólar sobe pelo quinto dia, cruza pela primeira vez os R$ 4,40 e avança mais de 2% na semana

Pressionado pela aversão ao risco no exterior e pela cautela com o cenário político doméstico, o dólar à vista atingiu novas máximas na semana e rompeu a barreira dos R$ 4,40 no momento de maior tensão. O Ibovespa também teve uma semana de maior estresse, recuando 0,61% desde segunda-feira

Enfim, consenso

Petrobras sela acordo com funcionários e põe fim à greve que durou 20 dias

Acordo foi possível após reunião de conciliação que começou na manhã desta sexta-feira

ONDE INVESTIR

Vale a pena investir em Ações Microcaps?

Max Bohm explica por que ele acredita que comprar as pequenas notáveis da bolsa é o melhor investimento do mundo.

Epidemia mundial

Coronavírus aumenta impacto sobre produção do setor eletroeletrônico, diz Abinee

57% das empresas associadas já enfrentam problemas no recebimento de materiais, componentes e insumos

Texto pronto!

Bolsonaro assina proposta de reforma administrativa que enviará após o carnaval

Presidente retirou do texto analisado a proibição ao servidor público de se filiar a partido político

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements