Menu
2019-12-04T13:22:50-03:00
Estadão Conteúdo
numa boa?

‘Não tem decepção porque não bateu o martelo ainda’, diz Bolsonaro sobre Trump

Presidente dos EUA escreveu no Twitter sobre a intenção de aumentar tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina

4 de dezembro de 2019
13:21 - atualizado às 13:22
Bolsonaro
Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta quarta-feira (4) que não está decepcionado com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pois o aumento de tarifa sobre aço e alumínio ainda não se concretizou. "Não tem decepção porque não bateu o martelo ainda. Não é porque um amigo meu falou grosso numa situação qualquer que eu já vou dar as costas para ele", disse Bolsonaro em frente ao Palácio da Alvorada.

Bolsonaro disse acreditar em Trump e esperar chegar em um "bom termo". "Não tenho uma idolatria por ninguém. Tenho uma amizade… não vou falar amizade, não frequento a casa dele, nem ele a minha, mas temos um acordo, com contato bastante cordial", declarou.

Trump escreveu no Twitter na última segunda-feira, 2, sobre a intenção de aumentar tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina, como forma de compensar a desvalorização da moeda destes países. A proximidade com Trump é frequentemente apontada pelo governo brasileiro como uma conquista da gestão Bolsonaro.

Bolsonaro não respondeu se já ligou para Trump. "Vou dar uma dica para você: se eu já liguei para ele ou não, você não vai ficar sabendo. Tem certas questões que são de Estado, não adianta eu dar uma de pavão misterioso aqui, liguei, não liguei, falei não falei", afirmou Bolsonaro.

Na segunda-feira, o presidente disse que tinha "canal aberto" com Trump.

"Vejo com certo exagero o que está acontecendo", disse Bolsonaro, sem deixar claro se refere-se ao tuíte de Trump ou à repercussão do caso. "Por enquanto não foi sobretaxado nada, só tem a promessa dele no Twitter."

Bolsonaro negou que o País está desvalorizando artificialmente o real. "O mundo está globalizado, a própria briga comercial (entre) Estados Unidos e China influencia o preço do dólar aqui."

"Agora, somos pobres na história. Não sei quantas vezes a economia deles é maior do que a nossa, várias vezes. Nós estamos com bodoque, estilingue, os caras estão com uma .50, tá certo?", declarou Bolsonaro.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

nada básico

Investidores gostam das melhorias operacionais da Hering e ações registram maior alta do Ibovespa

Reestruturação e vendas pela internet se destacam no 4º trimestre, enquanto principais indicadores financeiros vêm dentro do esperado

Azul da cor do céu

Azul encerra 2020 com prejuízo de R$ 4,6 bilhões, mas com mais dinheiro em caixa

Com quase R$ 4 bilhões em caixa, o CEO da empresa acredita que na retomada para 2021 com boas perspectivas

o futuro já começou

Em breve, BRF vai vender carne cultivada em laboratório

Empresa assina memorando de entendimentos com startup israelense que desenvolve e produz carne a partir de células de boi

Exile on Wall Street

Uma dica de leitura e um pedido de ajuda

Conforme falei no Puro Malte, tenho muita dificuldade de ler livros de não ficção, especialmente em se tratando de Economia e Finanças. Boa parte desses livros caberia em dez páginas, sem qualquer demérito. As melhores ideias – simples e impactantes – conseguem se fazer entender em dez páginas. No entanto, por pressão do editor ou vaidade do […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 2% com avanço da PEC emergencial e votação do 2º turno ainda hoje; dólar recua

A queda no rendimento dos Treasuries no exterior também provoca uma reação positiva nos mercados emergentes. Lá fora, o mercado aguarda a fala de Jerome Powell na parte da tarde

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies