Menu
2019-07-19T13:37:31-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
fantasma no planalto

Não criaremos nenhum novo imposto, diz Bolsonaro sobre CPMF

Em café da manhã com jornalistas, presidente falou sobre acordo com a União Europeia, comentou sobre a Venezuela e as eleições presidenciais de 2022

19 de julho de 2019
11:42 - atualizado às 13:37
19/07/2019 Café da Manhã com Jornalistas
(Brasília - DF, 19/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante café da manhã com Jornalistas. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que o governo não irá criar nenhum novo imposto. Ele foi questionado sobre um possível retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), e afirmou que o governo pretende "fundir impostos, mas CPMF de volta, não".

O presidente falou, em café da manhã com jornalistas nesta sexta-feira, 19, que o Brasil é "um dos países que menos utilizam agrotóxicos em suas plantações", quando questionado por um europeu a respeito da possibilidade do acordo entre Mercosul e União Europeia ser interrompido por conta de questões ambientais.

Bolsonaro também disse que tem "profundo respeito" pelo presidente russo Vladimir Putin e que o Brasil está de braços abertos para a Rússia. Ele disse que espera a colaboração dos russos para "resolver a questão da Venezuela".

O presidente ainda confirmou sua ida à China, país com o qual deseja "aprofundar o relacionamento".

'Grande mentira'

Bolsonaro disse que falar que as pessoas passam fome no Brasil é uma "grande mentira". "Você não vê gente, mesmo os pobres, pelas ruas com físico esquelético como a gente vê em outros lugares do mundo", disse o presidente, sem mencionar nominalmente nenhum país.

A fala de Bolsonaro foi em resposta a uma correspondente do jornal espanhol El Pais, que afirmou que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), manifestou preocupação com a desigualdade de renda no País e perguntou qual o trabalho que o governo tem feito para reduzir a pobreza.

Bolsonaro afirmou também que abriria mão da reeleição caso uma reforma política fosse aprovada pelo Congresso, mas que, como não vê possibilidade de os parlamentares aprovarem uma reforma desta magnitude neste ciclo eleitoral, não está preocupado com essa questão.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Fenômeno da internet

O ataque dos memes: Conheça 5 ações de empresas “quebradas” que mexem com Wall Street

O caso mais famoso foi o da GameStop, mas outras empresas que não contam com fundamentos sólidos vêm passando por movimentos de valorização estimulados por fóruns de internet

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies