Menu
2019-06-11T10:51:30-03:00
tensão no governo

Moro e Bolsonaro tiveram reunião na Alvorada e participam de evento

Trata-se do primeiro encontro entre os dois após o vazamento de conteúdo de supostas mensagens trocadas pelo então juiz federal e integrantes do Ministério Público Federal

11 de junho de 2019
10:50 - atualizado às 10:51
O presidente Jair Bolsonaro ao lado do ministro da Justiça Sergio Moro
O presidente Jair Bolsonaro ao lado do ministro da Justiça Sergio Moro - Imagem: Alan Santos/PR/Fotos Públicas

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi ao encontro do presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada na manhã desta terça-feira, 11. A reunião começou por volta das 9h15 e foi encerrada pouco antes das 10h.

Trata-se do primeiro encontro entre os dois após o vazamento de conteúdo de supostas mensagens trocadas pelo então juiz federal e integrantes do Ministério Público Federal. Bolsonaro e Moro participam de cerimônia de comemoração do 154º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo. Eles foram juntos de lancha ao evento, segundo a assessoria do ministro. O início do evento está marcado para as 10h.

Na segunda-feira, 10, o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, disse que Bolsonaro iria se encontrar pessoalmente com Moro para tratar do assunto. Segundo ele, Bolsonaro se colocará "à disposição" para "compartir" com Moro os fatos referentes ao vazamento.

No domingo, 9, o site The Intercept Brasil divulgou mensagens supostamente trocadas por Moro e procuradores. As conversas mostrariam que Moro teria orientado investigações da Lava Jato por meio de mensagens trocadas no aplicativo Telegram. Na segunda, em viagem a Manaus, Moro afirmou que não via "nada de mais" sobre as mensagens.

Ministros do governo saíram em defesa do ex-juiz da Lava Jato. Um exemplo foi o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. Ele disse que Moro tem "total confiança" do governo. "Ele é um ministro, um homem de muito respeito e do bem", afirmou Azevedo e Silva após cerimônia alusiva aos 20 anos de criação da pasta. O vice-presidente Hamilton Mourão foi na mesma linha e disse que Moro é alguém da "mais ilibada confiança" do presidente.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

De volta à pauta

Deputados apresentam projeto de Lei para manter emissão da carteirinha digital

Medida Provisória assinada pelo governo e que tratava sobre o tema digital perdeu a validade

Para conter o dólar

BC tem perda de R$ 4,539 bilhões com swap cambial em fevereiro até dia 21

Autoridade monetária registrou prejuízo de R$ 7,615 bilhões com sua posição em swap cambial em janeiro

Em alta

Brasil tem quarta gasolina mais cara da América do Sul, mostra ranking

Preço da gasolina brasileira só não é mais cara que do Uruguai, do Peru e do Chile

De casa nova

Datena vai se filiar ao quarto partido e mantém dúvida sobre candidatura em 2020

Ideia é fazer um ato discreto de filiação na liderança do MDB na Câmara

No azul

Balança comercial tem superávit de US$ 520 milhões na 3ª semana de fevereiro

No mês, saldo é positivo em US$ 1,105 bilhão até o dia 23, 64,5% menor do que o registrado em todo o mês de fevereiro do ano passado

Olho no câmbio

BC: Fluxo cambial total em fevereiro até dia 21 é negativo em US$ 2,321 bi

Brasil encerrou janeiro com saídas líquidas de US$ 384 milhões

Dívida

Tesouro: Dívida Pública Federal fecha janeiro em R$ 4,229 trilhões

Dados foram divulgados nesta quinta-feira; em dezembro, o estoque estava em R$ 4,248 trilhões

Não desceu redondo

‘Sem brilho’: confira como os analistas reagiram ao balanço da Ambev

Apesar de registrar lucro trimestral e anual, resultado demonstra que desafio à frente é grande

mudança no bancão

Brasileiro Sergio Rial é indicado para o conselho da matriz do Santander

Rial faz parte do grupo Santander desde 2015 e deve manter o cargo de presidente do banco no Brasil

após medidas do bc...

Aposta do governo, setor imobiliário tem alta de 16,2% nas concessões em 12 meses

Presidente do BC tem destacado a importância do setor imobiliário para a recuperação da economia brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements