Menu
2019-04-16T12:51:29-03:00
Estadão Conteúdo
Dia de pérolas

“Me dei mal. Pode pegar o meu lugar”, brinca Bolsonaro com Sérgio Moro

Presidente disse entender as queixas dos parlamentares e contou ter passado 28 anos “dando caneladas”

5 de abril de 2019
19:42 - atualizado às 12:51
jair-bolsonaro
Jair Bolsonaro - Imagem: Shutterstock

Foi um dia de desabafos. Seis horas antes de dizer, em tom de brincadeira, que não nasceu para ser presidente, mas, sim, para ser militar, Jair Bolsonaro abriu um sorriso quando o ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou não ter planos políticos.

Ao lado de Bolsonaro no café da manhã desta sexta-feira, 5, com diretores de jornais e repórteres de TV, Moro foi questionado sobre seu interesse em disputar a Presidência, em 2022.

Diante da negativa, Bolsonaro lembrou que, bem antes de ser eleito, no ano passado, um amigo lhe perguntou sobre os seus projetos para a próxima temporada.

"Ou eu vou ser eleito ou vou para a praia", respondeu o então candidato do PSL ao Planalto. Bem humorado e sob o olhar atento de Moro, Bolsonaro continuou, rindo: "Me dei mal. Pode pegar o meu lugar."

No café com os jornalistas, o presidente também disse entender as queixas dos parlamentares e contou ter passado 28 anos "dando caneladas". Era uma referência aos tempos de deputado federal. "Eu já fui do baixo clero. Sei o que eles estão sentindo. A gente é questionado na rua", afirmou Bolsonaro.

Mais tarde, na inauguração do Espaço de Atendimento de Ouvidoria da Presidência, no Planalto, o presidente voltou a fazer piada. "Às vezes me pergunto: meu Deus, o que fiz para merecer isso? É só problema", disse ele, antes de se despedir.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Matéria-prima salgada

Commodities vão inflacionar o mercado de carros, diz presidente de consórcio que reúne Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën

Além da pandemia e da falta de chips, o executivo vê com preocupação o movimento inflacionário das commodities usadas pelo setor

MERCADOS HOJE

Dólar fica abaixo dos R$ 5 pela primeira vez em um ano; confira as razões para a queda da moeda

Entrada de fluxo estrangeiro no país é acompanhada de alguns critérios técnicos e uma melhora na percepção de risco.

Ampliando investimentos

GM amplia em 75% investimentos em carros elétricos e automáticos até 2025

A projeção da empresa é de que seu Ebit fique entre US$ 8,5 bilhões e US$ 9,5 bilhões na primeira metade do ano

Análise do presidente

Para Bolsonaro, derrubada ou perda da validade da MP da Eletrobras provocará caos

A MP não tem consenso entre líderes e corre o risco de ser derrubada ou ter a votação adiada

Banco mais verde

Itaú anuncia investimento de R$ 400 bilhões em iniciativas ESG até 2025

O Itaú destaca no comunicado que esses títulos têm sido bastante demandados pelo mercado e fazem parte de um segmento em que o Itaú se tornou referência em 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies