Menu
2019-06-01T18:33:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
promessa

Bolsonaro volta a falar que não vai interferir na Petrobras

O presidente comemorou a redução do preço nas refinarias anunciada na sexta-feira

1 de junho de 2019
18:20 - atualizado às 18:33
Presidente da República, Jair Bolsonaro
O presidente da República ainda declarou estar "de boa" com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a dizer que não vai interferir nas decisões da Petrobras sobre o preço de combustíveis.

Ele falou para jornalistas após participar de um churrasco na casa de um amigo no Lago Sul, em Brasília. O presidente comemorou a redução do preço nas refinarias anunciada na sexta-feira.

"A gente não vai interferir na Petrobras, eu não tenho como interferir. A minha interferência é demitindo ou não o presidente e seus diretores. Para que fazer isso aí? Eu confio no Castello Branco [Roberto Castello Branco, presidente da estatal], indicado pelo Paulo Guedes, uma pessoa que está sendo 'dez' lá, no nosso entendimento", comentou.

Para o Bolsonaro, a estatal levou em consideração "questões técnicas" para tomar a decisão de diminuir os preços. Ele afirmou que não conversou com Castello Branco antes da decisão, como havia feito em fevereiro, mas declarou que recebeu a notícia do próprio dirigente da Petrobras após a decisão.

'De boa'

O presidente da República ainda declarou estar "de boa" com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e estar "bem" com o Congresso.

No último dia 26, manifestantes foram às ruas para defender o governo e colocaram Maia e os parlamentares como um dos alvos.

Bolsonaro relatou que tem procurado construir uma boa relação com deputados e senadores. "Estou bem com o Parlamento, fui muito bem recebido por umas 50 deputadas na terça ou quarta. Está indo bem, tenho viajado, nas minhas viagens levo em média cinco parlamentares comigo, tenho recebido em média uns 15 parlamentares por dia, nenhuma pergunta, nenhum pedido constrangedor. Temos conversado coisas boas."

Ao definir governabilidade, assunto pelo qual é criticado, o presidente classificou como "estar todo mundo em paz" e, em alguns casos, o povo entender que precisa ser sacrificado.

Bolsonaro disse que, como presidente da República, tem uma vida com "dificuldades", mas não quis falar em erros nos cinco meses de governo. "Não posso falar onde errei, a responsabilidade é minha."

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

REVIRAVOLTA

Ibovespa recua 3% e dólar vai a R$ 5,78 após STF anular condenações de Lula na Lava Jato

Diante de um cenário já negativo, a decisão aumenta o nível de incertezas domésticas, segundo analistas

Ajuda na crise

Guedes revela o valor do novo auxílio emergencial e diz que governo pode gastar mais se necessário

Os valores da nova rodada de auxílio emergencial irão de R$ 175 a R$ 375, sendo R$ 250 em média, de acordo com o ministro

apetite chinês

O ano do boi será o ano dos frigoríficos, e o Credit Suisse aponta melhor ação para aproveitar o momento

Peste suína africana nos rebanhos de suínos chineses e demanda por alimentos devem resultar em importação recorde de carne pela China

prepara o bolso

Mais um? Petrobras anuncia novo aumento nos preços do diesel e da gasolina

Diesel vai subir R$ 0,15 por litro e a gasolina será de R$ 0,23 por litro a partir de amanhã nas refinarias da empresa, diz Abicom

Interrompendo o casamento

Movida reforça pedido do Cade para barrar união entre Unidas e Localiza

De acordo com a companhia, isso geraria uma concorrência desleal no setor, com a nova empresa tendo 65% do mercado brasileiro de aluguel e 29% do mercado de frotas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies