2019-04-04T14:12:11-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
tuitando

Bolsonaro: Não seremos mais o paraíso de bandidos

Bolsonaro foi ao “Twitter” comentar notícia de que Cesare Battisti admitiu envolvimento em quatro assassinatos. Por ora, nada sobre articulação política das reformas

25 de março de 2019
11:48 - atualizado às 14:12
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O presidente Jair Bolsonaro usou sua conta no “Twitter” para comentar o noticiário envolvendo o italiano Cesare Battisti, que admitiu envolvimento em quatro assassinatos nos anos 1970. Battisti se dizia inocente.

Bolsonaro reforçou as críticas ao PT e ao PSOL que teriam proporcionado uma colônia de férias ao terrorista e disse que a nova posição do Brasil é um recado ao mundo: “não seremos mais o paraíso de bandidos!”

O italiano ficou foragido por quase 40 anos e conseguiu refugio no Brasil em 2009, concedido pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Michel Temer reviu a decisão em dezembro do ano passado e depois uma tentativa de sair do Brasil, ele acabou preso na Bolívia e extraditado no começo deste ano.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Bolsonaro esteve reunido com os ministros Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil ), general Santos Cruz (ministro da secretaria de governo), e o general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) para tratar da tramitação da reforma da Previdência, que passa por dificuldades depois de desentendimentos com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Sobre esse assunto, não temos, por ora, nenhum tuíte ou comentário do presidente e demais membros do governo.

Esse tuíte sobre a confissão de Battisti pode ser lido dentro de uma estratégia de comunicação do presidente, de manter sua base de apoio engajada nas redes sociais. Essa estratégia do presidente e seus familiares, no entanto, está no centro do desgaste com Maia. Com falamos aqui, é possível manter o apoio e o “calor” das redes, sem agredir aliados.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

PAPO CRIPTO #007

Tecnologia que criou o bitcoin (BTC) pode reduzir custo de captação de recursos em quase 70%, diz chefe de ativos digitais do BTG

“Empresas pequenas e médias têm menor possibilidade de acesso ao mercado de capitais, muito por causa dos custos envolvidos”, comenta

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nova variante vira a mesa nos mercados, bitcoin entra em ‘bear market’ e outros destaques do dia

Se você já estava pronto para tirar o pó da sua fantasia de Carnaval, talvez seja melhor esperar mais um pouco. Além de algumas cidades brasileiras terem decidido adiar a festança por mais um ano, uma reviravolta no andamento da pandemia deixou mais uma vez o mundo em pânico. A variante B.1.1.529 (batizada de ômicron […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Nova cepa do coronavírus pega mercado de surpresa; Ibovespa recua quase 4% no dia e apaga ganhos da semana

Ao longo da semana, o Ibovespa também foi pressionado pela indefinição em torno da PEC dos precatórios e a pausa para o feriado nos Estados Unidos

DINHEIRO NO FIM DO ANO

Yduqs (YDUQ3) pagará R$ 141 milhões em dividendos; confira o valor por ação

A empresa do setor de educação pagará cerca de R$ 0,40 por ação ordinária e o dinheiro cairá na conta dos acionistas em 7 de dezembro

OMICRON

5 fatos sobre a nova variante do covid que derrubou os mercados nesta sexta

O anúncio de que uma nova variante do coronavírus surgiu na África do Sul fez com que os mercados internacionais desabassem; veja o que sabemos até agora