Menu
2019-08-06T17:16:18-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
bom uso do Twitter

Bolsonaro defende a reforma da Previdência nas redes sociais

Finalmente, o presidente usa suas redes para mostrar importância da reforma como condição necessária ao aumento de investimentos, revisão tributária e privatizações

7 de março de 2019
17:47 - atualizado às 17:16
Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia
Presidente Jair Bolsonaro ao lado do presidente da Câmara dos Deutados, Rodrigo Maia - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Depois de falar, pela manhã, que “entraremos, sim, em uma nova Previdência”, o presidente Jair Bolsonaro foi a “Twitter” agora à tarde para retomar o tema em suas redes sociais. A demanda por maior atuação do presidente nas redes tinha sido feita, mais de uma vez, pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Segundo o presidente, “os avanços que o Brasil precisa dependem da aprovação da Nova Previdência”. Ainda de acordo com Bolsonaro, a reforma seria pré-condição para realização de investimento, a realização de uma reforma tributária e para a venda de estatais.

Na sequência, o presidente destacou que o modelo segue padrões mundias, combate privilégios e incluirá político e militares.

Levantamento feito pelo "O Estado de S. Paulo" mostrou que dos 515 tuítes do presidente desde que tomou posse no dia 1° de janeiro, apenas cinco tratam da reforma da Previdência. A atuação desta quinta-feira, melhora um pouco o número, mas o tema ainda não chega a 2% do total.

A falta de uma defesa mais enfática pelo presidente de sua próprio proposta de reforma vem trazendo preocupação ao mercado. Na semana passada, ao abordar o tema, Bolsonaro falou que o texto tinha "gordura" para ser queimada, um movimento que levantou dúvidas sobre a crença do mandatário na importância da reforma.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Fenômeno da internet

O ataque dos memes: Conheça 5 ações de empresas “quebradas” que mexem com Wall Street

O caso mais famoso foi o da GameStop, mas outras empresas que não contam com fundamentos sólidos vêm passando por movimentos de valorização estimulados por fóruns de internet

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies