Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-06T17:15:46-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Balanço

Itaú tem lucro de R$ 25,7 bilhões em 2018, mas deve crescer menos que o Bradesco neste ano

O resultado ficou levemente abaixo das projeções dos analistas, mas foi suficiente para manter os concorrentes atrás no retrovisor em rentabilidade

4 de fevereiro de 2019
19:38 - atualizado às 17:15
Itaú
Itaú: maior banco privado brasileiro teve lucro de R$ 25,7 bilhões em 2018 - Imagem: Wikimedia Commons

Depois da divulgação dos balanços dos concorrentes na semana passada, a expectativa para o balanço do Itaú Unibanco hoje à noite só aumentou. O maior banco privado brasileiro registrou um lucro líquido de R$ 25,7 bilhões em 2018, o que representa um avanço de 3,4%.

O resultado ficou levemente abaixo das projeções dos analistas, que apontavam para um lucro de R$ 25,9 bilhões, de acordo com dados da Bloomberg.

Foi o suficiente para manter os concorrentes atrás no retrovisor em rentabilidade, embora o Santander tenha se aproximado no quarto trimestre.

Nos últimos três meses de 2018, o Itaú teve lucro de R$ 6,5 bilhões, alta de 3,1% frente ao mesmo período de 2017, com um retorno de 21,8% – contra 21,1% do banco espanhol.

No ano como um todo, a rentabilidade do Itaú subiu de 21,8% para 21,9%.

Crescimento menor no crédito

Assim como o Bradesco, o Itaú também aposta no crédito para se manter os resultados nas alturas. Mas foi um pouco mais conservador do que o concorrente nas projeções para este ano.

Enquanto o Bradesco espera um aumento de 9% a 13% no saldo de financiamentos, a expectativa do Itaú é de um crescimento entre 8% e 11% no saldo de financiamentos neste ano. O Santander não divulga projeções.

A carteira de crédito do banco encerrou o ano passado em R$ 636,9 bilhões, um avanço de 0,1% no trimestre e de 6,1% em 12 meses - dentro da estimativa que variava de 4% a 7%.

Superdividendo

Sem ter o que fazer com tanto dinheiro agora que não tem nenhuma perspectiva de grandes aquisições no Brasil, o Itaú adotou uma política de distribuição de dividendos aos acionistas de todo o lucro que exceder o capital mínimo estipulado pelo banco para operar.

Neste ano, 87,2% do resultado será pago em dividendos, o equivalente a R$ 22,4 bilhões. Incluindo as recompras de ações, o percentual do resultado que vai parar no bolso dos acionistas sobe para 89,2%.

Bom para as famílias Vilela, Setubal e Moreira Salles, que controlam o banco, mas também para quem é acionista minoritário na bolsa.

Crédito e inadimplência

Bem, e de onde veio o lucro multibilionário do Itaú em 2018? A margem financeira, que contabiliza o resultado com as operações com crédito e tesouraria, registrou um pequeno aumento de 0,8% e somou R$ 69 bilhões.

Se a receita com crédito ainda não brilha, a redução nas despesas com provisões contra calotes mais uma vez ajudou a melhorar os resultados. Em 2018, o custo do crédito ficou em R$ 14,1 bilhões, uma queda de 21,9%.

A melhora na inadimplência contribuiu para a menor despesa com provisões. O índice de atrasos acima de 90 dias na carteira do Itaú ficou em 2,9%, estável no trimestre e uma queda de 0,2 ponto percentual em relação a dezembro de 2017.

Para este ano, o custo do crédito não deve mais contribuir com os resultados, já que a instituição projeta uma despesa de R$ 14,5 bilhões a R$ 17,5 bilhões - ou seja, acima do valor registrado neste ano.

Despesa mais alta

A cobrança de tarifas dos clientes também ajudou a engordar o lucro do Itaú. As receitas com prestação de serviços e seguros atingiram R$ 41,4 bilhões no ano passado, um crescimento de 5,5%.

Por outro lado, as despesas operacionais do maior banco privado brasileiro aumentaram 5% no ano passado, para R$ 49,4 bilhões. O crescimento ficou acima do previsto pelo Itaú, que estimava um avanço entre 0,5% e 3,5%.

Amanhã pela manhã o Itaú concede uma entrevista coletiva para comentar o balanço de 2018 e as perspectivas para este ano. Confira aqui no Seu Dinheiro ou lá no meu Twitter o que vai rolar na entrevista.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

RIQUEZA DIGITAL

Dancinha milionária: estrelas do TikTok já ganham mais do que grandes executivos nos Estados Unidos; veja quanto elas faturam

Os milhões de seguidores de alguns tiktokers são irresistíveis para as marcas, que acabam gastando muito dinheiro não só em anúncios como em suas linhas de produtos

DA REALIDADE PARA O NOVO DIGITAL

Walmart no metaverso: gigante do varejo dos EUA vai fabricar e vender no mundo virtual; entenda

Para ter um pé nesse universo, Nike e marcas de vestuário como Urban Outfitters, Ralph Lauren e Abercrombie & Fitch também entram com pedidos de marca registrada

PEGA LADRÃO!

Fechada na economia e aberta ao cibercrime: Coreia do Norte desvia milhões de dólares com ataques a plataformas de criptomoedas em 2021

Norte-coreano Lazarus ganhou notoriedade com invasões cibernéticas à Sony Pictures e à WannaCry. Grupo já foi sancionado pelos Estados Unidos e pela ONU

EFEITOS DO CLIMA

Usiminas (USIM5) retoma gradualmente atividades de mineração afetadas por chuvas em Minas Gerais

Segundo o grupo, os problemas ainda afetam empresas responsáveis pela cadeia de escoamento de minério

Conteúdo Empiricus

Dos R$2 mil aos R$100 mil em 12 meses com esta criptomoeda? Criptoativo criado por sócio de Steve Jobs faz parte do segmento que pode decolar e deixar o Bitcoin no chinelo após evento do dia 24 de janeiro

Ele fundou a Apple junto de Steve Jobs e agora criou uma nova criptomoeda que custa centavos e pertence ao ecossistema que pode saltar 5.000% em 2022 e enriquecer os seus investidores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies