2019-05-16T13:23:16-03:00
Estadão Conteúdo
mais previsões!

Previsão de déficit primário de 2019 sobe para R$ 104,3 bi, mostra Prisma Fiscal

Para 2020, os analistas projetam um déficit de R$ 73,850 bilhões, também com uma folga para a meta, que é de R$ 110 bilhões no negativo

16 de maio de 2019
13:17 - atualizado às 13:23
O ministro da Economia, Paulo Guedes, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, debate a reforma da Previdência (PEC 6/19)
Analistas de mercado foram ouvidos pelo Ministério da Economia - Imagem: José Cruz/Agência Brasil

Os analistas de mercado ouvidos pelo Ministério da Economia seguem prevendo que o governo entregará um déficit primário em 2019 menor que a meta fiscal negativa de R$ 139 bilhões deste ano. De acordo com o boletim Prisma Fiscal de maio, divulgado na manhã desta quinta-feira, 16, pela Pasta, a mediana das previsões passou de um rombo de R$ 100,455 bilhões para um rombo de R$ 104,334 bilhões.

Para 2020, os analistas projetam um déficit de R$ 73,850 bilhões, também com uma folga para a meta, que é de R$ 110 bilhões no negativo. No boletim anterior, as previsões indicavam um saldo negativo de R$ 68,974 bilhões para o próximo ano.

O Prisma deste mês alterou de R$ 1,570 trilhão para R$ 1,562 trilhão a previsão do mercado para a arrecadação das receitas federais em 2019. Para 2020, a projeção para a arrecadação caiu um pouco, de R$ 1,685 trilhão para 1,679 trilhão.

A estimativa para a receita líquida do Governo Central neste ano foi praticamente mantida, passando de R$ 1,317 trilhão para R$ 1,312 trilhão, enquanto para o próximo ano passou de R$ 1,410 trilhão para R$ 1,404 trilhão.

Pelo lado do gasto, a projeção de despesas totais do Governo Central neste ano caiu levemente, de R$ 1,419 trilhão para R$ 1,418 trilhão. Para 2020, a estimativa passou de R$ 1,482 trilhão para R$ 1,481 trilhão.

A mediana das projeções dos analistas do Prisma para a Dívida Bruta do Governo Geral ao fim de 2019 continua em 78,20% do PIB. Para 2020, a estimativa, que estava em 79,36% do PIB, subiu para 79,45% do PIB no relatório de hoje.

Curto Prazo

O Prisma também atualizou as projeções fiscais para este e os próximos dois meses. Para maio, a estimativa de déficit primário passou de R$ 14,404 bilhões para R$ 15,008 bilhões.

Para junho, a previsão também é de déficit, passando de R$ 13,608 bilhões para R$ 12,994 bilhões. Para julho, a projeção de saldo negativo passou de R$ 5,765 bilhões para R$ 6,231 bilhões.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies