Menu
2019-07-03T18:13:01-03:00
Estadão Conteúdo
Sob nova direção

Novo secretário de Governo, general Ramos diz que é “impetuoso e agoniado”

Militar deixa o Comando Militar do Sudeste para assumir o cargo deixado pelo general Carlos Alberto dos Santos Cruz

3 de julho de 2019
14:53 - atualizado às 18:13
General de Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira
General de Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira - Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

O general Luiz Eduardo Ramos, que deixa o Comando Militar do Sudeste para assumir o cargo de ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, no lugar do general Carlos Alberto dos Santos Cruz, afirmou nesta terça-feira, 3, em evento de militares em São Paulo, que espera "não decepcioná-los".

"Sei que sou um general impetuoso e agoniado, mas assim sou e não mudarei", disse Ramos aos colegas, em evento que marca a passagem do Comando Militar do Sudeste, que agora será comandado pelo general Marcos Antonio Amaro. O evento, em São Paulo, teve a participação do presidente Jair Bolsonaro.

Ramos também citou a Bíblia e disse que pede a Deus "a sabedoria de Salomão e a capacidade e articulação de José do Egito". "Agradeço a confiança que todos estão depositando em mim desde o anúncio dessa missão", afirmou o militar.

"Obrigado, presidente, por confiar em mim tarefa vital. Sob a sua liderança, alçaremos voos juntos e nos lançaremos nesse salto gigante rumo ao futuro mais promissor do Brasil", declarou.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta sexta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Integração

Itaú vai estender consultoria de investimentos a clientes de varejo

Tratamento personalizado hoje dispensado a clientes Personnalité e private será estendido mesmo aos clientes de menor renda

sem gás

Petrobras rejeita proposta da subsidiária da Cosan pela Gaspetro

Oferta da Compass por 51% da distribuidora de gás natural não qualifica para próxima etapa de processo de desinvestimento

Separação de bens

XP estuda fazer proposta por ações com “supervoto” da corretora que estão com Itaú

Objetivo do negócio é eliminar potenciais conflitos de interesse para que apenas os acionistas controladores da XP detenham ações que dão direito a 10 votos cada

diluição?

Notre Dame Intermédica avalia oferta de ações

Operadora de saúde verticalizada pode levantar R$ 2 bilhões com operação, segundo agência de notícias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies