Menu
2019-12-11T20:17:41-03:00
POLÍTICA

Justiça derruba suspensão de deputados do PSL; Joice pode perder liderança

Nesta quarta-feira, Joice foi confirmada líder do PSL na Câmara e em sua primeira coletiva no cargo afirmou que vai buscar uma pacificação na bancada

11 de dezembro de 2019
20:17
A deputada Eleita Joice Hasselmann, fala com a imprensa
Joice Hasselmann fala com a imprensa - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

Em mais um capítulo da novela do PSL, uma liminar da 4ª Vara Civil de Brasília derrubou a decisão do diretório nacional do partido que suspendeu o deputado Eduardo Bolsonaro e outros 13 parlamentares das atividades político-partidárias. A decisão pode devolver ao grupo ligado ao presidente Jair Bolsonaro a liderança da legenda na Câmara que, nesta quarta-feira, 11, pulou para as mãos da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

O juiz Giordano Rezende Costa atendeu o pedido do ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e advogado da família Bolsonaro, Admar Gonzaga Neto, que alegou vícios na condução do julgamento dos 18 deputados bolsonaristas que entraram em rota de colisão com o presidente do PSL, Luciano Bivar, após apoiar Bolsonaro na disputa interna pelo comando da legenda. Além dos 14 deputados suspensos, outros quatro foram advertidos por suas condutas.

Admar alegou que os parlamentares não foram notificados pessoalmente sobre o processo conduzido no Conselho de Ética do partido e que não houve publicidade do ato de convocação da reunião do Diretório Nacional que confirmou o afastamento dos parlamentares.

"A questão é interpretativa e não se pode admitir, com base em todo o nosso sistema jurídico garantista, a possibilidade de existência de uma Assembleia pelo PSL, cuja finalidade seja a punição pessoal de 18 Parlamentares, que o ato se realize sem a intimação destes", afirmou o magistrado na decisão.

Os advogados do PSL informaram à reportagem que entraram com um pedido de anulação da decisão. A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados informou que não foi notificada oficialmente da decisão judicial e que a deputada Joice Hasselmann segue, por enquanto, na liderança do partido.

Nesta quarta-feira, Joice foi confirmada líder do PSL na Câmara e em sua primeira coletiva no cargo afirmou que vai buscar uma pacificação na bancada. A parlamentar disse ainda que o partido vai ser independente nas pautas "que podem prejudicar o Brasil".

"Alguns deputados nossos sofreram desgastes votando pautas do governo que não foram bem vistas pela população, então, agora nós temos essa independência em relação às pautas", disse. "É liberal e não nacionalista. Esse é o recado que vamos passar a partir de hoje", afirmou.

Maia tinha confirmado Joice na liderança do PSL

A vaga de Joice foi confirmada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na noite de terça-feira, 10. Ele aceitou o pedido do PSL para afastar os 14 deputados punidos pela partido.

Desde outubro, os deputados do PSL se digladiam pela liderança do PSL que teve guerra de listas, gravações clandestinas de reuniões e até o presidente Jair Bolsonaro foi "grampeado" por um parlamentar. A crise levou a saída de Bolsonaro do partido e a criação do Aliança pelo Brasil, legenda que deve abrigar toda a ala punida pelo PSL.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Tecnologia

Sinqia anuncia aquisição da Itaú Soluções Previdenciárias por R$ 82 milhões

Aquisição será feita com recursos obtidos em oferta de ações no ano passado, pela qual a Sinqia obteve R$ 362 milhões

PRORROGAÇÃO DO BENEFÍCIO

Governo avalia a reformulação do auxílio emergencial de R$ 600, diz Guedes

A ideia é que o benefício seja prorrogado até dezembro, mas o valor das próximas prestações deve ser menor do que os R$ 600.

Nem tão feio

Ações do Iguatemi têm alta forte com balanço melhor que o esperado

Papéis disparam mais de 7% com resultado “não tão ruim”; Credit Suisse está otimistas com ações da empresa

Exile on Wall Street

“O que você faria para o futuro da Maria com até R$ 10 mil?”

Eu pensei em várias formas criativas de responder à sua pergunta. Concluí que, acima da criatividade, deveria vir a honestidade pura e simples.

mercado de trabalho

Setor privado cria 167 mil empregos em julho nos EUA

Número ficou bem abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements