Menu
2019-08-01T13:45:10-03:00
Estadão Conteúdo
um passo atrás

Governo retira indicações de Vinícius Klein e Leonardo Bandeira para compor Cade

Klein era uma indicação do ministro da Justiça, Sergio Moro, e Leonardo Bandeira Rezende era uma indicação do ministro da Economia, Paulo Guedes

1 de agosto de 2019
13:45
Ministro da economia, Paulo Guedes
Leonardo Bandeira Rezende, que iria ocupar a vaga no lugar de Polyanna Ferreira Silva Vilanova, era uma indicação do ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Fernando Frazão/Agencia Brasil

O presidente Jair Bolsonaro encaminhou mensagens ao Senado Federal solicitando a retirada de duas indicações, feitas por ele em maio deste ano, de nomes para compor o quadro do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). As mensagens, publicadas no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 1º, solicitam a retirada da tramitação das indicações dos nomes de Vinícius Klein e Leonardo Bandeira Rezende para exercerem o cargo de conselheiro do Cade.

Klein, que havia sido indicado para substituir o conselheiro João Paulo de Resende, era uma indicação do ministro da Justiça, Sergio Moro. Já Leonardo Bandeira Rezende, que iria ocupar a vaga no lugar de Polyanna Ferreira Silva Vilanova, era uma indicação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Conforme o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, noticiou em junho, as indicações de Moro e Guedes provocaram um atrito nas relações entre o governo e o Congresso. Os parlamentares reclamaram o fato de as indicações terem sido feitas pelos ministros e queriam também poder participar do processo de escolha dos nomes.

Responsável por analisar fusões e aquisições de empresas, além de julgar infrações econômicas, como prática de cartéis, o Cade está sem quórum para realizar seus julgamentos. Composto por seis conselheiros, mais o presidente, atualmente, o conselho tem apenas três integrantes com mandato, incluindo o presidente do órgão.

Os indicados para o Cade precisam ter os nomes aprovados pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado e ainda pelo plenário da Casa. O governo não fez novas indicações para os cargos.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

SELEÇÃO DE NOTÍCIAS

BDR, bitcoin, shopping: o melhor do Seu Dinheiro na semana

O fim de semana chegou com uma notícia bastante esperada pelos investidores: a volta do Ibovespa ao patamar de 100 mil pontos. O principal índice da B3 foi impulsionado esta semana por dois acontecimentos. O primeiro deles foi o alívio das preocupações em torno do risco fiscal brasileiro, com políticos e governo demonstrando compromisso com a manutenção do teto de gastos. Outro tema foi a esperança de aprovação de um pacote de estímulos […]

TRIBUTAÇÃO

É ilegal tributar doação fora do país, diz Toffoli

Ministro votou pela inconstitucionalidade da cobrança de ITCMD quando patrimônio herdado ou doado está no exterior

Prévia do terceiro trimestre

Grandes bancos começam a olhar crise pelo retrovisor, mas com lucro ainda em queda

Lucro combinado de Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santander deve aumentar em relação ao trimestre anterior, mas ainda ficará bem abaixo dos patamares de 2019

Coluna do Mioto

Vinte conselhos não óbvios de carreira

Estes são conselhos de carreira para jovens profissionais que tenham a ambição de serem promovidos e terem relevância dentro das suas empresas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies