Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2019-08-22T17:10:18-03:00
Estadão Conteúdo
Ninguém mexe!

Governo não cogita alterar meta fiscal, diz Ministério da Economia

Meta limita o déficit primário do governo para este ano a R$ 139 bilhões

22 de agosto de 2019
17:10
Marcelo Guaranys
Imagem: Hoana Gonçalves/Ministério da Economia

Após adotar uma medida para restringir ainda mais os gastos na pasta, o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, disse nesta quinta-feira, 22, que o governo não cogita alterar a meta que limita o déficit primário deste ano a R$ 139 bilhões.

"Pelo contrário, as medidas reforçam a disposição do governo em cumprir a meta fiscal deste ano", complementou o secretário-adjunto da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia, Esteves Colnago.

O Ministério da Economia pretende economizar R$ 366 milhões neste ano com a redução de gastos anunciada nesta quinta na estrutura da pasta.

A medida também prevê o remanejamento de R$ 1,8 bilhão em recursos para as atividades prioritárias do ministério, como os sistemas da Receita Federal e do INSS.

Guaranys disse esperar que o corte de gastos na pasta sirva de exemplo para outros ministérios. "É nossa preocupação constante reduzir os gastos do governo. Mas neste ano precisamos fazer um esforço ainda maior para manter a prestação de serviços à população", completou.

Melhor receita

O secretário-executivo do Ministério da Economia repetiu que o governo espera uma melhora na performance da arrecadação de tributos federais no segundo semestre. Ele citou ainda as receitas esperadas com ágios em leilões de concessões marcados até o fim do ano. "Se arrecadar um pouco mais, poderemos pensar em relaxar os limites do orçamento", afirmou.

O secretário de orçamento federal, George Soares, lembrou que diversos ministérios estão lutando para chegar até o fim do ano. "É necessário aguardar arrecadação de agosto para confirmar tendência de alta nas receitas. Os problemas pontuais tem sido endereçados, mas algumas áreas vão precisar de mais limite de gastos já em setembro", acrescentou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DIA 38

Os bombeiros chegaram: ata do Copom e Alckmin tentam baixar a temperatura da relação entre Lula e Campos Neto

7 de fevereiro de 2023 - 20:42

Do outro lado, parlamentares do PSOL e do PT querem apresentar requerimento para convidar o presidente do BC a comparecer em uma audiência pública na Câmara para explicar as razões dos juros altos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Super Quarta fora de época, as melhores ações de atacarejo e o que pensa o Credit Suisse sobre o Nubank; confira os destaques do dia

7 de fevereiro de 2023 - 19:38

Não estamos na quarta-feira e nem houve decisão dupla de política monetária, mas o dia (07) foi marcado por uma inegável energia de Super Quarta. No Brasil e nos Estados Unidos só se falou sobre os juros e o que esperar do futuro.  Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, agradou Wall Street ao não dar […]

OI OU TCHAU?

Qual é o futuro da Oi (OIBR3)? CEO conta o que vai acontecer com a operadora após proteção judicial

7 de fevereiro de 2023 - 19:01

Rodrigo Abreu deu as explicações após os executivos da empresa saírem de reunião em Brasília com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)

Balanço 2022

Provisões contra calote da Americanas afetam lucro do Itaú, mas banco ainda registra recorde no ano

7 de fevereiro de 2023 - 18:36

Assim como o Santander, Itaú evitou se referir nominalmente à Americanas na divulgação de resultados e citou “evento subsequente”

MUNDIAL DE CLUBES

Além do Mundial: veja o que mais o Flamengo perdeu com papelão no Marrocos

7 de fevereiro de 2023 - 18:30

Para além da derrota em campo, o Flamengo deixou de ganhar uma soma expressiva ao não se classificar para a final do Mundial de Clubes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies