Menu
2019-08-22T17:10:18-03:00
Ninguém mexe!

Governo não cogita alterar meta fiscal, diz Ministério da Economia

Meta limita o déficit primário do governo para este ano a R$ 139 bilhões

22 de agosto de 2019
17:10
Marcelo Guaranys
Imagem: Hoana Gonçalves/Ministério da Economia

Após adotar uma medida para restringir ainda mais os gastos na pasta, o secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, disse nesta quinta-feira, 22, que o governo não cogita alterar a meta que limita o déficit primário deste ano a R$ 139 bilhões.

"Pelo contrário, as medidas reforçam a disposição do governo em cumprir a meta fiscal deste ano", complementou o secretário-adjunto da Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia, Esteves Colnago.

O Ministério da Economia pretende economizar R$ 366 milhões neste ano com a redução de gastos anunciada nesta quinta na estrutura da pasta.

A medida também prevê o remanejamento de R$ 1,8 bilhão em recursos para as atividades prioritárias do ministério, como os sistemas da Receita Federal e do INSS.

Guaranys disse esperar que o corte de gastos na pasta sirva de exemplo para outros ministérios. "É nossa preocupação constante reduzir os gastos do governo. Mas neste ano precisamos fazer um esforço ainda maior para manter a prestação de serviços à população", completou.

Melhor receita

O secretário-executivo do Ministério da Economia repetiu que o governo espera uma melhora na performance da arrecadação de tributos federais no segundo semestre. Ele citou ainda as receitas esperadas com ágios em leilões de concessões marcados até o fim do ano. "Se arrecadar um pouco mais, poderemos pensar em relaxar os limites do orçamento", afirmou.

O secretário de orçamento federal, George Soares, lembrou que diversos ministérios estão lutando para chegar até o fim do ano. "É necessário aguardar arrecadação de agosto para confirmar tendência de alta nas receitas. Os problemas pontuais tem sido endereçados, mas algumas áreas vão precisar de mais limite de gastos já em setembro", acrescentou.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

dinheiro estrangeiro

Sem reformas, fim da pandemia pode não trazer investimentos

Desde 2015, a participação de estrangeiros nos títulos de dívida pública caiu de 20,8% para 9%; quadro fiscal piorou com a pandemia

coronavírus

Doria anuncia que São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac

Segundo o governador de São Paulo, previsão é de que haja 46 milhões de doses até dezembro

o app dos jovens

TikTok banido dos EUA? Entenda a polêmica em torno do aplicativo

Trump prometeu tirar o aplicativo chinês do país neste domingo, mas medida não deve ser colocada em prática; entenda as razões por trás da ofensiva americana

entrevista

‘Não se pode esperar para cortar privilégio’, diz ex-secretário do Ministério da Economia

Paulo Uebel defende que o Congresso aprove uma regra de transição na proposta da reforma administrativa para incluir o fim dos privilégios que grupo de servidores atuais ainda goza

Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)

100 dias entre o fundo e topo do mercado

Até aqui, 2020 foi o ano de Amyr Klink, em que aqueles que souberam capotar (entre janeiro e o final de março), passaram pela tempestade sem afundar de vez em mar aberto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements