Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-11-27T14:34:02-03:00
Estadão Conteúdo
revisão

Governo corrige valor e propõe fundo eleitoral de R$ 2 bilhões em 2020

Correção foi feita porque houve uma mudança na metodologia no cálculo da compensação fiscal, segundo governo

27 de novembro de 2019
14:34
O Plenário da Câmara dos Deputados
Em setembro, ao votar a minirreforma eleitoral, a Câmara abriria uma brecha para que deputados e senadores aumentassem a quantia destinada a campanhas sem um critério definido. Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Em mensagem enviada ao Congresso nesta terça-feira, 26, o Ministério da Economia reduziu o valor proposto para financiar as campanhas eleitorais do ano que vem em R$ 504 milhões. Agora, a proposta orçamentária do governo prevê R$ 2,034 bilhões. O dinheiro será usado por candidatos a prefeito e a vereador em todo o País.

Segundo o secretário de Orçamento Federal, George Soares, a correção foi feita porque houve uma mudança na metodologia no cálculo da compensação fiscal que era dada a emissoras de TV e rádio em troca da veiculação da propaganda partidária. Com a extinção destes programas, em 2017, o valor a mais em impostos que o governo passou a arrecadar é remetido ao fundo eleitoral.

De acordo com o Ministério da Economia, esta arrecadação foi de R$ 765,2 milhões, e não R$ 1,269 bilhão, como constava na proposta orçamentária enviada em agosto. Na ocasião, o partido Novo já havia apontado erro no cálculo, mas estimou um valor total menor ainda para o fundo, de R$ 1,86 bilhão.

Pela regra em vigor, além dos R$ 765,2 milhões da compensação fiscal, o fundo eleitoral também é composto pelo equivalente a 30% do valor destinado a emendas parlamentares de bancada, estimado em R$ 1,3 bilhão. Assim, chega aos R$ 2,034 bilhões previstos pelo governo.

Caso seja aprovado, o valor representaria um aumento de 19% em relação ao R$ 1,7 bilhão que foi gasto na disputa de 2018.

Minirreforma eleitoral

Em setembro, ao votar a minirreforma eleitoral, a Câmara aprovou uma mudança na lei que acaba com esta vinculação, cabendo aos parlamentares definirem o valor do fundo a cada eleição. Na prática, isso abriria uma brecha para que deputados e senadores aumentassem a quantia destinada a campanhas sem um critério definido.

Este trecho da minirreforma, porém, foi vetado pelo presidente Jair Bolsonaro, mas já há acordo no Congresso para que o veto seja derrubado. Uma sessão marcada para esta quarta-feira deve discutir o assunto.

Dirigentes partidários atuam para que a quantia destinada a campanhas de prefeitos e vereadores no ano que vem seja de R$ 4 bilhões.

Além da mudança na regra do fundo eleitoral, o Congresso também deve derrubar o veto de Bolsonaro à retomada das propagandas partidárias, exibidas em anos não eleitorais e no primeiro semestre dos anos com eleição. O Ministério da Economia estima um impacto de R$ 400 milhões no Orçamento de 2020, relativo à compensação fiscal dada à emissoras.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Crédito disponível

Com juros salgados, Caixa libera empréstimo de até R$ 1.000 no aplicativo Caixa Tem; veja condições

O crédito ficará disponível para assalariados, autônomos, beneficiários de programas sociais e de políticas públicas de distribuição de renda

Bolsa hoje

Destaques do Ibovespa: frigoríficos e empresas ligadas a commodities lideram altas em dia de recuperação; Locaweb (LWSA3) é maior queda

Confira os destaques do pregão desta segunda-feira (27) e não deixe de acompanhar as principais notícias do dia na nossa cobertura de mercados

Cartões

Santander avança em cisão da Getnet com registro na Nasdaq

A empresa de maquininhas de cartão passará a ser negociada na bolsa de forma separada do Santander e obteve aval em agosto para listar certificados de ações (units) na B3

Em busca de solução

Bolsonaro diz que conversou com ministro sobre como reduzir preço de combustíveis

Na tentativa de se defender sobre a alta dos valores, o presidente citou avanço das cotações também nos Estados Unidos

Bilionário X Bitcoin

“Eu realmente não ligo para o bitcoin (BTC)”, afirma CEO do JP Morgan, que vê potencial de crescimento de até dez vezes para o preço da criptomoeda

Em entrevista ao jornal Times of India, Jamie Dimon mostrou que segue com ceticismo em torno do mercado de criptomoedas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies