Menu
2019-11-08T13:12:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
fala secretário

Brasil pode ter superávit em 2022, diz secretário do Tesouro

Em evento, Mansueto ainda disse que “ninguém mais pensa” em taxa básica de juros de dois dígitos e que crise econômica foi construída por governos anteriores

8 de novembro de 2019
13:12
Mansueto Almeida, Secretário do Tesouro Nacional
Imagem: Raul Junior/BTG

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta sexta-feira (8), que talvez haja superávit nas contas em 2022, disse o secretário.

"Se a gente olha o que já vem acontecendo nos últimos três anos, é algo impressionante", disse, em palestra na abertura do seminário Reavaliação do Risco Brasil, organizado pelo Centro de Economia Mundial (CEM) da Fundação Getulio Vargas (FGV), no Rio.

Ele lembrou, ao citar avanços recentes, que "ninguém mais pensa" em taxa básica de juros de dois dígitos. Segundo Mansueto, a redução dos juros já está dando resultados nos gastos do governo com o pagamento de juros, um efeito colateral positivo do fato de que o prazo da dívida pública brasileira é curto. Mansueto explicou que, por causa disso, a redução dos juros passa mais rapidamente para o custo global da dívida.

Assim, o gasto total com a dívida este ano, quando o endividamento representa quase 80% do Produto Interno Bruto (PIB), será igual ao que o País gastava quando a dívida era de 51% do PIB, ressaltou Mansueto, após dar exemplos de títulos públicos cujas taxas caíram recentemente.

O secretário do Tesouro aproveitou o discurso para defender as propostas de reformas apresentadas pelo governo na última terça-feira. Embora reconheça que pode ser que nem todas as medidas sejam aprovadas, Mansueto se disse otimista. "Estou muito otimista. Estamos apresentando no Congresso debates que eram impossíveis alguns anos atrás", afirmou o secretário.

Decisões erradas

Ele afirmou que a crise econômica enfrentada recentemente pelo País foi construída "made in Brazil", por conta de erros de governos passados.

Mansueto citou como exemplos a introdução de regras de conteúdo local no setor de petróleo e gás, em 2005, e a expansão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), além das mudanças no marco regulatório do setor elétrico. "A crise brasileira recente foi construída made in Brazil", por arrogância nossa", afirmou Mansueto.

Segundo o secretário, ao longo da segunda metade do século XX, houve erros na política econômica, mas os problemas do País estavam ligados ao setor externo, com crises de balança de pagamentos. Já a recessão de 2014 a 2016, e o baixo crescimento na recuperação, se deve a decisões erradas tomadas no período de boom de commodities, na primeira década deste século.

Petróleo

No caso do conteúdo local no setor de petróleo e gás, a estratégia não deu certo e as regras deram "dor de cabeça" à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No caso do BNDES, os aportes do Tesouro para dar musculatura ao banco entre 2009 e 2014 elevaram a dívida dos bancos públicos com a União a R$ 575 bilhões no fim de 2014, ou 9,5% do Produto Interno Bruto (PIB), disse Mansueto. Além disso, os subsídios, implícitos e explícitos, com as operações do BNDES somaram R$ 250 bilhões em dez anos.

"Imagina o que a gente poderia ter feito se tivesse investido R$ 25 bilhões por ano em infraestrutura?", questionou Mansueto. "Perdemos o dinheiro e não deixamos um legado", completou o secretário.

Mansueto também citou como erros dos governos passados mudanças nas regras de regulação bancária que permitiram ao BNDES ampliar empréstimos à Petrobras. Segundo o secretário, até 2008, o BNDES pouco emprestava à estatal. "Por decisões de governo, o BNDES ficou superexposto à Petrobras", afirmou Mansueto.

Eletrobras

"Numa democracia se espera que Congresso aloque o orçamento", afirmou Mansueto, que defendeu as propostas de reformas do Orçamento apresentadas pelo governo na última terça-feira e também a privatização da Eletrobras.

Para o secretário, não privatizar a Eletrobras é um "crime contra o povo brasileiro".

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Estrada do futuro

Em breve, você ganhará dinheiro investindo em uma Mona Lisa

Recebíveis de tecnologia, obras de arte, criptomoedas… o mundo dos investimentos está mudando numa velocidade avassaladora. E pela primeira vez na história os investidores individuais estão fazendo parte dessa mudança

Orçamento em foco

Presidente da Câmara defende a desvinculação total do orçamento

Arthur Lira (PP-AL) rejeita tese segundo a qual desvinculação deixaria setores essenciais sem recursos

Liminar

Tribunal de Contas de São Paulo suspende leilão de linhas da CPTM

Leilão estava previsto para a próxima terça-feira

Contra a pandemia

Câmara dos EUA aprova pacote de US$ 1,9 trilhão

Projeto de lei segue agora para o Senado

IPO registrado

Rio Branco Alimentos protocola pedido de registro de oferta pública de ações

Oferta será primária e terá como coordenador-líder o Citi, além da coordenação do Bank of America Merril Lynch e do BTG Pactual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies