Menu
2019-04-20T15:06:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Brexit

Theresa May pede mais tempo para acertar ‘divórcio’ com UE

O impasse pode levar o Reino Unido a ter de lidar com uma partida “sem acordo” com a UE.

10 de fevereiro de 2019
13:56 - atualizado às 15:06
Theresa May, primeira-ministra do Reino Unido
Theresa May, primeira-ministra do Reino Unido - Imagem: Shutterstock

A saída do Reino Unido da União Europeia está marcada para daqui a 47 dias, mas o plano de como será a cisão do país do bloco comercial não está pronto. A primeira-ministra britânica, Theresa May, pediu ao Parlamento mais tempo para preparar um plano.

O secretário de Comunidades, James Brokenshire, disse neste domingo que o Parlamento deve
julgar o plano do Brexit de May "até 27 de fevereiro". A UE deve deixar o bloco europeu até 29 de março.

A próxima quinta-feira (14) poderá ter um confronto entre os representantes do povo britânico. A votação dos próximos passos do Brexit está agendada para esta data no Parlamento. O impasse pode levar o Reino Unido a ter de lidar com uma partida "sem acordo" com a UE.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Balanço do mês

Bitcoin e dólar são os melhores investimentos de outubro; ativos de risco ficaram para trás de novo

Por pouco o Ibovespa não ficou entre os melhores investimentos do mês, mas segunda onda de coronavírus na Europa derrubou as bolsas; risco fiscal, eleições americanas e indefinição quanto a estímulos fiscais nos EUA também pesaram

seu dinheiro na sua noite

O saci à solta nos mercados

Não sei dizer exatamente quando nem quem tomou a iniciativa de importar dos países anglófonos a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas. O fato é que desde que as crianças brasileiras começaram a sair fantasiadas pedindo doces no último dia de outubro houve uma série de tentativas de “tropicalizar” o evento. Embora não seja […]

Disparou

Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB

Endividamento cresceu 20,2 pontos por causa de pandemia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies