Menu
2019-09-02T11:12:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
atritos na terra da rainha

Premiê britânico ameaça expulsar do Partido Conservador quem for contrário ao Brexit sem acordo

Enquanto isso, siglas de oposição prometem desafiar a determinação de Boris Johnson de que o Reino Unido deixe a UE até 31 de outubro

2 de setembro de 2019
11:02 - atualizado às 11:12
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.
Primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. - Imagem: Shutterstock

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, está endurecendo a postura com integrantes de seu Partido Conservador que se opõem aos seus planos para o Brexit.

Os chamados "rebeldes" foram alertados hoje que serão expulsos do partido se participarem de esforços de oposicionistas do Parlamento para bloquear um Brexit sem acordo.

O ex-ministro da Justiça conservador David Gauke acusou Johnson de "incitar" membros do partido a votarem contra o governo para que eles sejam expulsos, de maneira a favorecer legisladores que apoiam a versão mais extrema de Johnson para o Brexit.

"É, obviamente, uma abordagem particularmente de confronto e, acho eu, pensada para realinhar o Partido Conservador, transformar o Partido Conservador num partido do Brexit", disse Gauke à BBC.

Na oposição

Partidos de oposição prometem desafiar esta semana a determinação de Johnson de que o Reino Unido deixe a União Europeia até 31 de outubro mesmo que não haja um acordo entre as partes. Sem um acordo, o Reino Unido enfrentará uma saída desorganizada que, segundo economistas, pode levar a economia britânica a uma recessão.

Johnson insiste que um Brexit sem acordo deve continuar sendo uma opção nas negociações com a UE. O bloco, por sua vez, diz que não vai renegociar o acordo fechado com a ex-primeira ministra Theresa May no que diz respeito aos termos da saída do Reino Unido e relações futuras.

Mais cedo, o ex-premiê Tony Blair alertou em discurso que os políticos do Reino Unido estão num momento crítico da história britânica, à medida que o Parlamento se prepara para discutir leis que previnem um Brexit sem acordo.

A Casa dos Comuns volta do recesso nesta terça-feira (03), e espera-se que a oposição tente aprovar um plano que bloqueie a hipótese de Brexit sem acordo, seja através de um pedido de extensão do Brexit à UE ou por outros meios.

*Com Estadão Conteúdo e Associated Press

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

APRENDENDO COM O PROFESSOR BESSEMBINDER

O clube dos 900%: o que você pode aprender com os maiores casos de geração de riqueza da Bolsa americana

Empresas quebrando são mais frequentes que empresas dominando o mundo em algumas décadas. Mas poucos acertos podem rechear a sua carteira e garantir sua aposentadoria precoce.

Entrevista

‘Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos’, diz presidente da Whirlpool

CEO da fabricante das marcas Consul e Brastemp diz estar cauteloso para investir em produção e em relação à sustentabilidade da demanda, por conta de desemprego e da situação fiscal

Mercadores da noite

Bolsa, dólar e juros subindo: qual dos três está mentindo?

Quando a Bolsa, o dólar e as taxas de juros estão subindo ao mesmo tempo, um dos três está mentindo – qual deles será e o que fazer?

Infraestrutura

Novo marco legal para ferrovias vai a votação no Senado na próxima semana

Legislação promete organizar regras do setor e permitir novos formatos para a atração de investimentos privados

Telecomunicações

Operadoras cobram transparência do governo na definição da tecnologia 5G

Teles se dizem preocupadas com as “incertezas” relativas ao processo, depois de governo sinalizar banimento da chinesa Huawei

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies