Menu
Luciana Seabra
Advogada do Investidor
Luciana Seabra
É CFP®, especialista em fundos de investimento e sócia da Empiricus
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-20T16:04:25-03:00

BofA mantém indicação de compra para Vale: tragédia é revés, mas não tem escala de Samarco e pode elevar preço do minério

Enquanto na tragédia de Samarco, em 2015, foram estimados 32,6 milhões de metros cúbicos de rejeitos despejados, agora os primeiros cálculos oficiais são de cerca de 1 milhão de metros cúbicos.

25 de janeiro de 2019
18:33 - atualizado às 16:04
Barragem da Vale rompe em Brumadinho, MG
Barragem da Vale rompe em Brumadinho, MG - Imagem: Divulgação/Corpo de Bombeiros

O efeito imediato do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho foi de queda de mais de 13% dos recibos de ações da mineradora no mercado americano. Quando voltar à ativa pós-feriado na segunda-feira, entretanto, a bolsa paulista não deve aderir ao mesmo ritmo. Isso porque à medida que têm tomado conhecimento mais profundo do caso, os analistas têm sido menos pessimistas sobre o preço da ação. Em Nova Iorque mesmo, o papel reduziu rapidamente o tamanho do tombo para perto de 7%.

"Queda da barragem é trágica e um revés, mas não tem a escala de Samarco" – deu o tom o relatório divulgado há pouco pelo Bank of America Merrill Lynch. Os analistas da casa destacam que a segunda tragédia do tipo em tão pouco tempo pode desencadear maior supervisão do governo e mais penalidades financeiras. Reiteram, entretanto, a indicação de compra para o papel da mineradora.

A equipe do Bofa ressalta a diferença de porte entre as duas tragédias. Enquanto na de Samarco, em 2015, foram estimados 32,6 milhões de metros cúbicos de rejeitos despejados, agora os primeiros cálculos oficiais são de cerca de 1 milhão de metros cúbicos.

É cedo ainda para especular sobre o impacto financeiro do evento, aponta o relatório do Bofa, mas geralmente tais incidentes resultam em custos de limpeza, indenizações e penalidades financeiras. A Vale poderia compensar Brumadinho com a capacidade ociosa existente, mas a equipe de analistas também levanta a possibilidade de a tragédia atrasar a retomada de Samarco, que era esperada para o fim deste ano. E que haja outros entraves públicos para operar plenamente.

Ainda segundo o relatório, dado recuo de Vale com Brumadinho e talvez até Samarco, o preço do minério pode subir. Esse é um dos motivos para o banco americano manter a indicação de compra, somado à estimativa de pagamento de dividendos da mineradora.

 

 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Coluna do jojo

Mercados hoje: Em terra de Copom, quem sobe os juros é rei

Para hoje, além da continuidade da temporada de resultados com pesos pesados – por aqui, esperamos nomes como Gerdau, Banco do Brasil e Petrobras –, mais pesquisas de opinião sobre o sentimento empresarial estão por vir

O melhor do seu dinheiro

O que mexe com seu dinheiro: bolão do Copom na bolsa, novo fundo da Inter, IPO da Raízen e mais

Bem, amigos do Seu Dinheiro. Hoje é dia de decisão! Com o desfalque do diretor Bruno Serra, que testou positivo para a covid-19, o Banco Central entra em campo nesta quarta-feira para definir a taxa básica de juros (Selic). Haja coração! As reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) são para a imprensa econômica o […]

Cliente difícil

Barrada na alfândega: Carne de unidade da BRF não é mais bem vinda na China

País asiático suspende compra de produtos suínos e de aves processados na unidade de Lucas do Rio Verde (MT), alegando problemas no transporte

Esquenta dos Mercados

Pré-mercado: cautela antes da decisão do Copom e risco fiscal devem dividir atenção com balanços do dia

Em meio ao exterior positivo, bolsa brasileira deve lidar com cenário interno de incertezas quanto ao teto de gastos

Preparar para decolagem

Renovação total: Gol faz acordo para adquirir aviões novos; veja os detahes

Presidente da companhia aérea afirma que movimento é uma antecipação à esperada retomada da demanda por viagens após a pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies