Menu
2018-10-29T00:02:22-03:00
UFA!

Paulo Guedes: O foco do programa econômico será o controle de gastos

Assessor econômico de Bolsonaro disse que prioridade é reforma da Previdência e ‘acelerar privatizações’

29 de outubro de 2018
0:02
Paulo Guedes
Paulo Guedes - Imagem: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

O assessor econômico do presidente eleito Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, afirmou na noite deste domingo, 28, que o foco do programa econômico do próximo governo será o controle dos gastos públicos, com destaque para a Previdência, para os gastos com juros e com a máquina pública.

"O programa econômico tem um diagnóstico claro. O Brasil teve 30 anos de expansão de gastos públicos, descontrolados", afirmou Guedes, ao chegar o hotel Windsor Barra, após deixar caminhando a casa de Bolsonaro, na zona oeste do Rio. "Primeiro grande item (dos gastos públicos) é a Previdência. Precisamos de uma reforma da Previdência", disse o economista.

Para atacar o segundo grande item dos gastos públicos, a despesa com juros, a estratégia é "acelerar as privatizações". Já para atacar o terceiro maior item dos gastos públicos, os gastos com a máquina pública, a estratégia é fazer uma reforma do Estado.

"Além disso vamos simplificar e reduzir impostos, vamos eliminar encargos e impostos trabalhistas sobre a folha de pagamentos, para gerar em dois três anos 10 milhões de empregos novos. Vamos regulamentar corretamente, fazer os marcos regulatórios para investimentos na área de infraestrutura", afirmou Guedes.

Questionado se é possível zerar o déficit fiscal em um ano, como já declarou, Guedes disse: "Vamos tentar (zerar o déficit fiscal). Claro que é factível". Segundo o economista, o programa econômico será anunciado em blocos temáticos. "Não tem uma medida, não tem congelamento de preços, congelamento de ativos", afirmou Guedes. "Vamos anunciar blocos de medidas. Tem uma abertura gradual da economia, tem um ataque do déficit fiscal", completou.

O assessor econômico defendeu ainda a alternância de poder no governo federal. "Somos uma democracia estabilizada. Estamos aperfeiçoando nossas instituições", disse Guedes.

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

fora do Executivo

Bolsonaro diz que BB, Caixa e Casa da Moeda não serão privatizados em seu governo

Ele afirmou que não está “segurando privatizações” e que qualquer processo é “demorado”

mudança

BC altera assinatura no câmbio e permite conta pré-paga em compra internacional

No caso da assinatura eletrônica em contratos de câmbio, será permitido usar soluções como a gravação de imagem ou de voz, o registro de sinalização gráfica de concordância e o envio ou recebimento de e-mail

Sextou com o Ruy

Como investir bem em um país que insiste em não dar certo

Para não depender do sucesso do Brasil nem da boa vontade dos governantes, o Felipe Miranda decidiu procurar por um ativo que desse grandes lucros e não estivesse ligado a nenhum desdobramento macroeconômico

projeções da corretora

XP Investimentos amplia cobertura e recomenda compra para dois FIIs de lajes corporativas

Cotas dos fundos PVBI11 e RECT11 têm potencial de alta de no mínimo 12% e oferecem rendimento de dividendo de até 8,4%

pandemia no país

Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes

O Brasil chegou a 4.455.386 casos de covid-19 desde o início da pandemia. Em 24 horas desde o boletim de ontem (16), foram registrados 36.303 novos diagnósticos positivos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements