Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-12-07T14:51:37-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Discussões sobre a tabela de fretes

Associação de caminhoneiros deixa porta aberta para nova paralisação da categoria

Abcam é uma das principais entidades representativas dos caminhoneiros e possui 600 mil motoristas em sua base

7 de dezembro de 2018
14:51
greve, greve dos caminhoneiros
Abcam se posicionou contra a decisão de Luiz Fux sobre o frete rodoviário - Imagem: Marcelo Pinto/APlateia/Fotos Públicas

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), deixou em aberto nesta sexta-feira, 7, a possibilidade de uma nova paralisação geral a categoria. Em comunicado, a associação diz que, apesar de ser contra uma nova greve, não vai se opor caso a base delibere por um novo movimento.

"A situação está insustentável e não sabemos até quando será possível conter a categoria e evitar uma nova paralisação".

A Abcam é uma das principais entidades representativas dos caminhoneiros e possui 600 mil motoristas em sua base. Ela foi uma das protagonistas na interlocução do governo durante a paralisação ocorrida em maio deste ano, já que a categoria não tem uma liderança única.

Na nota publicada, a entidade se diz "perplexa" com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux de suspender a aplicação de multa pelo descumprimento do piso mínimo do frete rodoviário. A decisão foi tomada na noite da última quinta-feira, 6, atendendo a pedido da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo a Abcam, a decisão "atrapalhou o diálogo" que a categoria travava com o governo e que as lideranças travavam com a base, insatisfeita pela falta de fiscalização quanto à aplicação da tabela de preços. "Recebemos inúmeras mensagens de insatisfação com decisão do ministro do STF, fato que preocupou todas as lideranças da categoria."

"Apesar de sermos contrários a uma nova paralisação geral, não podemos nos opor à decisão dos caminhoneiros os quais representamos. (...) Infelizmente, o ministro Luiz Fux tomou uma decisão sem antes ouvir o caminhoneiro, ou ao menos as lideranças da categoria."

A Abcam conclui dizendo que, no momento, resta esperar a decisão do STF quanto à constitucionalidade da política de preço mínimo do frete rodoviário. "Assim, poderemos dar o próximo passo com mais segurança e clareza, seja ele qual for."

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Ao Vivo

Apple apresenta novos modelos de MacBook Pro e Airpods; acompanhe o lançamento

Apresentado pelo CEO da companhia, Tim Cook, este é o segundo evento da empresa para lançamento de produtos neste ano

Benefício perto do fim

Sem substituto para o Bolsa Família, Bolsonaro afirma que definição sobre extensão do auxílio emergencial sai nesta semana

O presidente não revelou quantas serão as novas parcelas do benefício, mas afirmou que o valor já foi decidido pelo governo no último sábado

Movimentando o mercado

Fleury (FLRY3) compra Laboratório Marcelo Magalhães; saiba mais sobre aquisição, a segunda maior na história do grupo

O grupo pagará R$ 384,5 milhões pela empresa, que, com 64 anos de história, é referência em medicina diagnóstica no estado de Pernambuco

DIA DE ESTREIA

Getnet (GETT11) ganha vida própria e estreia na B3 com o pé direito; ações ordinárias e preferenciais disparam mais de 100%

As units (GETT11), papéis com maior liquidez, subiam cerca de 59,45%, cotadas a R$ 7,51. Como parte da cisão de SANB11, integrante do Ibovespa, as ações já integram o principal índice da bolsa brasileira

Venda de ativos

A Oi (OIBR3 e OIBR4) está mais perto da virada com um sinal verde do Cade

As ações da Oi (OIBR3 e OIBR4) sobem nesta manhã, reagindo ao sinal verde dado pelo Cade para a venda de parte da V.tal/InfraCo ao BTG

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies