Menu
2018-12-07T14:51:37-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Discussões sobre a tabela de fretes

Associação de caminhoneiros deixa porta aberta para nova paralisação da categoria

Abcam é uma das principais entidades representativas dos caminhoneiros e possui 600 mil motoristas em sua base

7 de dezembro de 2018
14:51
greve, greve dos caminhoneiros
Abcam se posicionou contra a decisão de Luiz Fux sobre o frete rodoviário - Imagem: Marcelo Pinto/APlateia/Fotos Públicas

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), deixou em aberto nesta sexta-feira, 7, a possibilidade de uma nova paralisação geral a categoria. Em comunicado, a associação diz que, apesar de ser contra uma nova greve, não vai se opor caso a base delibere por um novo movimento.

"A situação está insustentável e não sabemos até quando será possível conter a categoria e evitar uma nova paralisação".

A Abcam é uma das principais entidades representativas dos caminhoneiros e possui 600 mil motoristas em sua base. Ela foi uma das protagonistas na interlocução do governo durante a paralisação ocorrida em maio deste ano, já que a categoria não tem uma liderança única.

Na nota publicada, a entidade se diz "perplexa" com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux de suspender a aplicação de multa pelo descumprimento do piso mínimo do frete rodoviário. A decisão foi tomada na noite da última quinta-feira, 6, atendendo a pedido da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo a Abcam, a decisão "atrapalhou o diálogo" que a categoria travava com o governo e que as lideranças travavam com a base, insatisfeita pela falta de fiscalização quanto à aplicação da tabela de preços. "Recebemos inúmeras mensagens de insatisfação com decisão do ministro do STF, fato que preocupou todas as lideranças da categoria."

"Apesar de sermos contrários a uma nova paralisação geral, não podemos nos opor à decisão dos caminhoneiros os quais representamos. (...) Infelizmente, o ministro Luiz Fux tomou uma decisão sem antes ouvir o caminhoneiro, ou ao menos as lideranças da categoria."

A Abcam conclui dizendo que, no momento, resta esperar a decisão do STF quanto à constitucionalidade da política de preço mínimo do frete rodoviário. "Assim, poderemos dar o próximo passo com mais segurança e clareza, seja ele qual for."

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Impasse

Guedes monta operação ‘apara arestas’ para manter Brandão à frente do Banco do Brasil

Por enquanto, o presidente do BB está no “limbo” na avaliação de funcionários do próprio banco, sem uma manifestação pública do presidente e de Guedes

IPO

Espaçolaser pode arrecadar até R$ 3 bilhões em estreia na B3

Maior rede de clínicas de depilação do País lançou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies