Menu
2018-12-07T14:51:37-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Discussões sobre a tabela de fretes

Associação de caminhoneiros deixa porta aberta para nova paralisação da categoria

Abcam é uma das principais entidades representativas dos caminhoneiros e possui 600 mil motoristas em sua base

7 de dezembro de 2018
14:51
greve, greve dos caminhoneiros
Abcam se posicionou contra a decisão de Luiz Fux sobre o frete rodoviário - Imagem: Marcelo Pinto/APlateia/Fotos Públicas

A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), deixou em aberto nesta sexta-feira, 7, a possibilidade de uma nova paralisação geral a categoria. Em comunicado, a associação diz que, apesar de ser contra uma nova greve, não vai se opor caso a base delibere por um novo movimento.

"A situação está insustentável e não sabemos até quando será possível conter a categoria e evitar uma nova paralisação".

A Abcam é uma das principais entidades representativas dos caminhoneiros e possui 600 mil motoristas em sua base. Ela foi uma das protagonistas na interlocução do governo durante a paralisação ocorrida em maio deste ano, já que a categoria não tem uma liderança única.

Na nota publicada, a entidade se diz "perplexa" com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux de suspender a aplicação de multa pelo descumprimento do piso mínimo do frete rodoviário. A decisão foi tomada na noite da última quinta-feira, 6, atendendo a pedido da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo a Abcam, a decisão "atrapalhou o diálogo" que a categoria travava com o governo e que as lideranças travavam com a base, insatisfeita pela falta de fiscalização quanto à aplicação da tabela de preços. "Recebemos inúmeras mensagens de insatisfação com decisão do ministro do STF, fato que preocupou todas as lideranças da categoria."

"Apesar de sermos contrários a uma nova paralisação geral, não podemos nos opor à decisão dos caminhoneiros os quais representamos. (...) Infelizmente, o ministro Luiz Fux tomou uma decisão sem antes ouvir o caminhoneiro, ou ao menos as lideranças da categoria."

A Abcam conclui dizendo que, no momento, resta esperar a decisão do STF quanto à constitucionalidade da política de preço mínimo do frete rodoviário. "Assim, poderemos dar o próximo passo com mais segurança e clareza, seja ele qual for."

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

risco fiscal

Por que o Renda Cidadã é considerado ‘pedadala’ e deixa o mercado com medo

Mercado é tomado pela aversão ao risco, com os investidores preocupados com manobras criativas do governo; veja por que a proposta é vista como pedalada

Oportunidades na região

Advent capta US$ 2 bilhão para fundo de investimento focado em empresas latino-americanas

O LAPEF VII investirá principalmente em Brasil, Colômbia, México e Peru, com oportunidades também na Argentina e Chile.

GANHANDO FORÇA

Santander adquire 60% da Toro Investimentos para fortalecer plataforma de investimentos

Fundada em 2010, Toro tem mais de 1 milhão de pessoas cadastradas, movimentando mais de R$ 100 bilhões

risco fiscal

Qual o impacto do Renda Cidadã no dólar em 2020? A Necton responde

Casa projeta moeda americana a R$ 6 ao final de 2020, de olho no risco fiscal; dólar chegou a R$ 5,63 ontem

esquenta dos mercados

Pedalada, calote e debate presidencial: a tríade do mau humor nos mercados

Nos Estados Unidos, os investidores seguem atentos ao novo pacote de estímulos fiscais e aguardam com cautela o primeiro debate da corrida presidencial

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements