💰IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2019-04-04T13:55:26-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Nova pasta do governo

Bolsonaro anuncia Tarcísio Gomes de Freitas como ministro da Infraestrutura

Ministério foi criado pela equipe do presidente eleito e vai assumir as funções do atual Ministério dos Transportes

27 de novembro de 2018
17:29 - atualizado às 13:55

Como já virou costume, o presidente eleito Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter nesta terça-feira, 27, para anunciar o mais novo membro da sua equipe de governo. Tarcísio Gomes de Freitas assumirá o Ministério da Infraestrutura.

Tarcísio é atualmente um dos principais nomes do programa de concessões em infraestrutura do governo federal. Ele ocupa a Secretaria de Coordenação de Projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), onde conduz processos para a entrega para a exploração, pela iniciativa privada, de portos, aeroportos, ferrovias, rodovias. Também atua na preparação dos leilões nas áreas de energia, entre outras.

Engenheiro formado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), foi chefe da seção técnica da Companhia de Engenharia do Brasil na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti.

O novo ministro chegou à cúpula do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em 2011, quando a então presidente Dilma Rousseff promoveu uma "faxina" no órgão, depois da revelação de esquemas de corrupção. Na época, era funcionário de carreira da Controladoria-Geral da União (CGU). Foi o número dois do general Jorge Fraxe, que ocupou o posto de diretor-geral do Dnit com a missão de resgatar a imagem do governo. Em 2014, sucedeu a Fraxe no comando do Dnit. Tarcísio é também consultor concursado da Câmara dos Deputados.

No PPI, está desde a formação inicial do que considera uma "força-tarefa" para destravar as concessões em infraestrutura. De estilo direto, ele afirmou diversas vezes que as empresas fizeram lances "irresponsáveis" nas concessões leiloadas no governo de Dilma Rousseff, por isso enfrentam dificuldades financeiras.

Mais recentemente, travou uma queda de braço com o atual ministro dos Transportes, Valter Casimiro, por causa da data do leilão dos 12 aeroportos no Norte, Nordeste e Centro-oeste. Pressionou para que fosse este ano. No entanto, os certames só ocorrerão no primeiro trimestre de 2019.

Vale lembrar que atualmente não existe o Ministério da Infraestrutura. A ideia da equipe do capitão é de que essa nova pasta assuma as funções que hoje estão a cargo do Ministério dos Transportes.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

APAZIGUOU

CCR (CCRO3) faz acordo com governo do Paraná para encerrar pendência de R$ 321 milhões vinculadas à RodoNorte

7 de dezembro de 2022 - 20:33

O saldo remanescente relacionado ao equacionamento do desequilíbrio econômico do contrato de concessão será pago por meio de obras a serem combinadas entre as partes

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa recua antes de votação da PEC da Transição, Vale (VALE3) desagrada investidores, Petrobras (PETR4) corte preço do gás de cozinha e outros destaques do dia

7 de dezembro de 2022 - 20:01

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta quarta-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa

NATAL CHEGOU MAIS CEDO?

CPFL Energia (CPFE3) paga última parcela de dividendos bilionários na próxima semana; veja quem terá direito a mais de R$ 1,8 bilhão em proventos

7 de dezembro de 2022 - 19:49

Serão distribuídos cerca de R$ 1,621140258 por ação na próxima semana, em 15 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha em queda de 1% e dólar também recua com commodities e votação da PEC da Transição no Senado; Magazine Luiza (MGLU3) anota o maior tombo dia

7 de dezembro de 2022 - 18:56

s a espera pelo veredito dos parlamentares não foi a única a dar o tom dos negócios hoje: a última reunião do Copom também gerou expectativa nos investidores

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Entre a hipérbole e o eufemismo

7 de dezembro de 2022 - 18:54

Se estamos prestes a cometer um erro grave, e parcialmente cegos em relação a isso, o mercado fornecerá rapidamente um simulacro dos resultados desse erro: desvalorização cambial, alta dos juros futuros, queda da Bolsa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies