2019-04-04T14:14:47-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Abertura de capital

Mais dois bancos conseguem entrar no grupo que vai assessorar o IPO do BMG

Oferta de ações deve acontecer depois das eleições e o banco já se movimenta para registrar o processo

18 de outubro de 2018
17:16 - atualizado às 14:14
IPO do BMG tem potencial de movimentar entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão - Imagem: Shutterstock

A oferta de ações (IPO) que o banco BMG pretende fazer depois das eleições ganhou dois novos assessores. Banco do Brasil e Citi conseguiram entrar para o sindicato de assessoria que já contava com Itaú BBA, JPMorgan, Brasil Plural e XP Investimentos.

Segundo informações do Broadcast/Estadão Conteúdo, o BMG deve registrar nesta sexta-feira, 19, o pedido para oferta inicial de ações junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Amanhã é o último dia de prazo para as empresas fazerem protocolo junto ao regulador se quiserem realizar uma oferta de ações em dezembro, antes do recesso de fim de ano.

O IPO do BMG tem potencial de movimentar entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão, o que avaliaria o banco mineiro em quase R$ 5 bilhões.

Vale lembar que o BMG tem planos para entrar na onda dos bancos digitais no Brasil. A própria oferta de ações é um passo que ajudaria a deslanchar seus planos de expansão. O BMG fechou o primeiro semestre deste ano com patrimônio líquido de R$ 2,7 bilhões e mais de R$ 16 bilhões em ativos totais com foco em consignado, principalmente na modalidade cartão.

*Com Estadão Conteúdo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

MUDANDO A RECOMENDAÇÃO

Itaú BBA vê Gerdau (GGBR4) como ação defensiva, mas a siderúrgica que pode subir mais de 50% é outra; confira as apostas do banco

A queda de mais de 39% das ações da Usiminas abriram um bom ponto de entrada, segundo os analistas do Itaú BBA

Análise SD

Jogou a toalha? Azul (AZUL4) critica plano de recuperação da LATAM e dá a entender que não vai aumentar a proposta

A Latam pretende injetar mais de US$ 8 bi com as medidas de seu plano de recuperação judicial, cifra superior à proposta pela Azul (AZUL4)

bitcoin (BTC) hoje

Alívio com variante da covid-19 chega primeiro ao mercado de criptomoedas e bitcoin (BTC) volta aos US$ 57 mil

O mercado de criptomoedas, que não para nunca, sentiu o alívio ainda no final do sábado (27) e segue em alta hoje

Radiocash

“Esses 4 milhões de pessoas na Bolsa vieram para ficar”, diz Gustavo Cerbasi

Com 16 livros publicados e 1,5 milhão de seguidores no Instagram, o ex-professor universitário encara com cautela a fama, e rejeita alguns rótulos

Ao acionista com carinho

Ação da Petrobras (PETR4) pode render 100% só em dividendos nos próximos cinco anos

Relação ‘risco-recompensa’ é como comparar um formigueiro ao Everest, avalia o UBS