Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-04T18:52:13-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Oferta de ações

IPO do BMG pode movimentar R$ 2,2 bilhões

A instituição anunciou hoje (4) que estabeleceu a faixa de preço indicativa da ação entre R$ 11,60 e R$ 13,40. Considerando o valor de R$ 12,50 por ação, a instituição poderia ser avaliada com um valor de mercado de R$ 7,8 bilhões

4 de outubro de 2019
17:50 - atualizado às 18:52
BMG futebol
Imagem: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Depois de um tempo de suspense para saber se a abertura de capital do banco BMG sairia de fato, a instituição anunciou agora à tarde nesta sexta-feira (4) que estabeleceu a faixa de preço indicativa da ação entre R$ 11,60 e R$ 13,40. Com base no preço de R$ 12,50, a oferta pode movimentar até R$ 2,2 bilhões.

Se a ação sair por esse valor, a instituição poderia estrear na bolsa com um valor de mercado de R$ 7,8 bilhões.

O banco fará uma oferta de distribuição do tipo primária em que o dinheiro vai para o caixa da própria instituição. Com o dinheiro, a instituição pretende destinar o valor a investimento em novos produtos, linhas de negócio existentes, além de inovações tecnológicas e iniciativas de marketing.

Além da oferta de distribuição primária, ele fará uma oferta secundária em que alguns sócios vendem participações da empresa e o dinheiro arrecadado vai para o bolso dos acionistas vendedores do papel.

O BMG disse que vai distribuir 103.448.277 ações preferenciais novas e que vai disponibilizar também 16.491.755 ações preferenciais do acionista vendedor, Flávio Pentagna Guimarães.

Caso tenha demanda, o banco informou que o lote principal poderá ser acrescido em até 20%, ou seja, em até 17.990.997 ações de emissão do banco e até 5.996.999 ações de emissão do banco e de titularidade do acionista vendedor.

O lote suplementar, por sua vez, pode ser de até 15% do principal, ou seja, de 17.991.004 ações preferenciais de emissão da instituição e de titularidade do acionista vendedor.

A oferta será voltada tanto para investidores não institucionais como institucionais. Depois da oferta, os papéis serão agrupados sob a forma de units (pacotinhos de ações) e vão receber o código de BMGB11.

Calendário

A instituição anunciou também o calendário de todo o processo. Na segunda-feira (7), começa o roadshow e vai até o dia 24, quando a ação será precificada.

O período de reserva, por sua vez, tem início na próxima sexta-feira (11) e vai até o dia 23 deste mês. O início da negociação das units no nível 1 ocorre em 28 de outubro.

Os bancos coordenadores são a XP Investimentos, Itaú BBA, Credit Suisse, Brasil Plural e BB Investimentos.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies