Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-28T20:52:43-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
DINHEIRO NO BOLSO

Santander e Banco BMG: confira as empresas que vão pagar JCP

Relação de companhias que divulgaram na segunda-feira a distribuição dos proventos inclui ainda a Ser Educacional e EDP Brasil

28 de dezembro de 2020
20:52
dividendos jcp
Imagem: Shuttertstock

Fim de ano se aproxima e uma série de empresas aprova o pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) aos seus acionistas. Entre os nomes que anunciaram o repasse dos proventos estão Santander e EDP Brasil.

Confira abaixo as empresas que anunciaram pagamentos e as condições para receber os proventos:

Santander (SANB11)

O conselho de administração do banco aprovou o pagamento do montante bruto R$ 665 milhões, que vai para R$ 565,2 milhões após a dedução do valor relativo ao imposto de renda na fonte.

O valor líquido por ação ficou em R$ 0,07221 por papel ordinário, R$ 0,07944 por preferencial e R$ 0,15165 por unit.

Terão direito aos valores aqueles com posição acionária em 8 de janeiro. Eles serão pagos a partir de 1º de fevereiro, sendo imputados aos dividendos obrigatórios de 2020.

EDP Brasil (ENBR3)

A empresa do setor elétrico aprovou o pagamento do montante bruto de R$ 162,3 milhões, o equivalente a R$ 0,27119 por ação.

Terão direito aos JCP todas as ações da companhia em circulação em 4 de janeiro, com o pagamento sendo realizado até 30 de junho.

Ser Educacional (SEER3)

O grupo de educação vai pagar o valor bruto de R$ 15,4 milhões em JCP, correspondente ao valor bruto de R$ 0,12014 por ação ordinária, sujeito a tributação pelo imposto de renda na fonte.

Terão direito aos valores os acionistas com posição registrada em 4 de janeiro, com os valores sendo pagos até 20 de janeiro.

Banco BMG (BMGB4)

O banco aprovou hoje o pagamento de JCP em complemento aos valores divulgados dia 17 de dezembro, no valor bruto de R$ 20 milhões, equivalente a R$ 0,0338 por ação ordinária e preferencial. Considerando o imposto de renda, o valor líquido por ação é de R$ 0,0287.

Considerando os JCP aprovados anteriormente e o complemento, o BMG vai pagar um total de R$ 105 milhões aos seus acionistas, equivalentes a R$ 0,1775 por ação ordinária e preferencial, ou R$ 0,1509 após incidência do tributo.  

O pagamento será efetuado até 30 de abril, tendo como base de cálculo a posição acionária de terça-feira (29).

O que são JCP?

Os JCP são uma forma de a empresa distribuir lucros, mas em vez de terem um benefício tributário para os acionistas, como ocorre com os dividendos, eles beneficiam a empresa.

Por isso não são isentos de imposto de renda para os acionistas, sendo tributados na fonte a uma alíquota de 15%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

IVAN SANT'ANNA

Ganância, dinheiro e poder – ou por que hoje só invisto em petróleo na hora de encher o tanque do carro

Deixei de operar petróleo e jamais comprarei novamente papéis da Petrobras ou qualquer outra ação sobre a qual o governo tenha influência

O FISCAL ENLOUQUECEU

Com furo no teto, XP e BTG já esperam que a Selic suba 1,5 ponto percentual na próxima semana

A corretora também reviu suas projeções para o câmbio, inflação e PIB deste e do próximo ano

E-commerce de pneus

Cantu Store não se assusta com a farra fiscal e registra pedido de IPO na CVM

A companhia paranaense conta com 26 filiais em 17 unidades federativas e quatro centros de distribuição, além de duas marcas próprias

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Guedes diz que fica, o puxadinho do teto de gastos e outros destaques do dia

Pelo menos um dos temores do mercado teve um desfecho nesta sexta-feira (22) — Paulo Guedes segue sendo o ministro da Economia, e o país não vai passar o fim de semana na incerteza. Após as baixas recentes na equipe econômica, mas o capitão do navio continua firme. Diante de tantas incertezas e a confirmação […]

SUPEROU AS EXPECTATIVAS

Hypera (HYPE3) inicia temporada de balanços com alta de 50% na receita líquida — veja os destaques da farmacêutica no terceiro trimestre

Apoiadas pelo portfólio cada vez maior de medicamentos e pelas vendas aquecidas, outras linhas do balanço também deixaram para trás as projeções

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies