Menu
2019-11-30T15:53:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
negócio fechado

BMG vende 30% de seu braço de seguros para a Generali

Valor total da negociação deve chegar a R$ 89 milhões; seguradora do BMG foi avaliada em R$ 297 milhões no âmbito da transação

30 de novembro de 2019
15:53
BMG
Retorno sobre patrimônio líquido médio recorrente do BMG fechou o terceiro trimestre em 14,6% - Imagem: Renato Luiz Ferreira/Estadão Conteúdo

O banco BMG anunciou que fechou a venda de 30% do seu braço de seguros, a BMG Seguros, para a Generali. O valor total deve chegar a R$ 89 milhões.

A empresa deve receber R$ 54 milhões em até 3 anos e mais uma parcela de R$ 35 milhões no sexto ano após a conclusão da operação, condicionada ao atingimento de metas operacionais.

A seguradora do BMG foi avaliada em R$ 297 milhões no âmbito da transação. O conselho da BMG Seguros será formado por cinco membros, dos quais três indicados pelo banco e dois pela Generali.

Novato na bolsa

O banco BMG abriu capital na bolsa em outubro deste ano, levantando R$ 1,6 bilhão. Desde então, os papéis acumulam alta de 190%, sendo negociados a R$ 33,60 ao final do pregão de sexta-feira (29).

No balanço do terceiro trimestre a companhia apresentou lucro líquido de R$ 66 milhões, o que representa um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado.

O retorno sobre patrimônio líquido médio recorrente (ROAE) do BMG fechou o terceiro trimestre em 14,6%, o que representa uma alta de 1,5 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado. Para o cálculo, foram excluídos os efeitos do ágio.

Já a carteira de crédito terminou o trimestre em R$ 10,814 bilhões, avanço de 16,7% em 12 meses e de 5,3% em três meses.

 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Proventos

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 416 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Terão direito ao provento os investidores com posição acionária na empresa no dia 11 de março

o melhor do seu dinheiro

Brandão balança mais não cai?

Chegamos ao fim de mais uma semana tensa nos mercados, que começou com a derrocada das ações da Petrobras, em razão da interferência do governo na presidência da estatal, e termina com pressões na bolsa e no dólar motivadas pelas preocupações dos investidores com a inflação nos Estados Unidos e alta nas taxas dos títulos […]

URGENTE

Hapvida e NotreDame chegam a um acordo sobre fusão, afirma site

A maior combinação entre duas empresas brasileiras criará uma gigante do setor de saúde, com um valor de R$ 110 bilhões.

fechamento da semana

Tensão em Brasília leva Ibovespa de volta aos 110 mil pontos e afunda estatais; dólar vai a R$ 5,60

Em semana marcada pela tensão entre governo e mercado, o Ibovespa recuou 7,09%, de volta aos 110 mil pontos. O dólar disparou acima dos R$ 5,60

Abandonando o barco?

Ações do Banco do Brasil recuam quase 5% com possibilidade de saída de André Brandão

Brandão tem mostrado insatisfação com o cargo e quer deixar o comando da estatal, segundo jornal; BB nega que presidente tenha renunciado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies