2019-04-20T16:49:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ABERTURA DE CAPITAL

BMG pode adiar IPO para não ter que baixar o preço

Instituição não está disposta a baixar R$ 1,00 da faixa indicativa, de R$ 11 a R$ 14, para atrair mais investidores, segundo Broadcast, do “Estadão”

15 de dezembro de 2018
13:21 - atualizado às 16:49
BMG
BMG - Imagem: Renato Luiz Ferreira/Estadão Conteúdo

O banco mineiro BMG, da família Pentagna Guimarães, pode acabar desistindo da sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Ao menos por enquanto.

Desde que anunciou que faria a oferta, em outubro, a demanda para a IPO da instituição é de cerca de R$ 1,3 bilhão, que será precificada na próxima segunda-feira, dia 17. A instituição não está disposta a baixar R$ 1,00 da faixa indicativa, de R$ 11 a R$ 14, para atrair mais investidores, segundo Broadcast, do "Estadão".

Melhor adiar...

A maior parte das ordens é para o piso do intervalo sugerido, conforme fontes de mercado, e, se continuar assim, a instituição estaria disposta a levar a operação adiante caso consiga o restante. Do contrário, prefere adiar seu IPO.

Como tradicionalmente a maior parte dos investidores lança ordens próximo à precificação da oferta, o BMG ainda deve aguardar a segunda-feira para bater o martelo se vai ou não em frente com a oferta.

De acordo com fontes do Broadcast, alguns coordenadores da operação têm investidores que ainda não se manifestaram e por isso a indefinição. Participam da oferta os bancos JPMorgan, Itaú BBA, Brasil Plural, XP Investimentos, Citi e BB Investimentos.

Para seguir com o IPO, o BMG teria de conseguir ainda cerca de meio bilhão de reais em ordens, considerando o piso da faixa indicativa e sem levar em conta o lote suplementar. É o mínimo necessário para emplacar a oferta na parte inferior do intervalo sugerido. Com o lote suplementar, seriam necessários mais R$ 700 milhões, aproximadamente, em demanda.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SOB NOVA DIREÇÃO

Passou, mas não foi unânime: indicado para comandar a Petrobras (PETR4) é aprovado por comitê — confira a próxima etapa

Caio Mário Paes de Andrade é o quinto gestor da estatal no governo de Jair Bolsonaro, mas seu nome ainda não recebeu aprovação final

VAI FICA DENTRO OU FORA DESSA?

Prepara-se: Metaverso vem aí com jogos, ensino e comércio eletrônico — e deve movimentar US$ 5 trilhões

De acordo com a empresa de consultoria McKinsey, os gastos globais no metaverso podem chegar a US$ 5 trilhões até 2030. Desse total, o e-commerce é visto como o meio que oferece a maior oportunidade, com um valor de mercado previsto de US$ 2,6 trilhões.

CARREIRA DOS SONHOS

Google (GOGL34) é eleita a empresa dos sonhos dos brasileiros; Nubank (NUBR33) e Itaú (ITUB4) também estão na lista

A gigante de tecnologia se mantém na liderança como empresa dos sonhos dos brasileiros na última década; a Google é desejada principalmente entre os mais jovens

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Político pesa no Ibovespa, projeções melhores para VIIA3 e outros destaques do dia

A inflação global elevada e as apostas cada vez maiores de que o mundo deve enfrentar um cenário de recessão econômica continuam alimentando os ursos do mercado financeiro nos quatro cantos do mundo, monopolizando a atenção dos investidores.  Mesmo com um cenário marcado por uma forte aversão ao risco, os principais índices de Wall Street […]

AUMENTA O SOM

Ex-ministro Milton Ribeiro diz ter recebido ligação de Bolsonaro sobre busca e apreensão — ouça o áudio

O telefonema ocorreu em 9 de junho, antes do ex-chefe da pasta da Educação ter sido alvo da operação da Polícia Federal (PF), deflagrada na quarta-feira (22)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies