Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-26T09:47:37-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
A BOLSA HOJE

Esquenta dos mercados: Covid-19 volta a assustar e exterior amanhece em queda, com pressão sobre commodities e criptomoedas

O cenário doméstico deve ficar em segundo plano, com a aversão ao risco tomando conta das bolsas pelo mundo

26 de novembro de 2021
7:58 - atualizado às 9:47
Business,And,Money,In,Covid,19,Crisis,-,International,Money
O pregão mais curto nos Estados Unidos pode reduzir a liquidez dos mercados internacionaisImagem: Shutterstock

A volta da covid-19 volta a assustar as bolsas pelo mundo, com a descoberta de uma nova variante na África do Sul, o que gerou uma reação global na manhã desta sexta-feira (26). Na volta do feriado nos Estados Unidos, as bolsas operam em forte queda e a aversão ao risco deve influenciar o Ibovespa direta ou indiretamente. 

Além dos índices da Ásia fecharem em queda e a Europa também operar no vermelho, os futuros de Nova York apontam para uma abertura negativa e a pressão sobre as commodities, em especial o petróleo, é grande. Nem o bitcoin (BTC) se salvou do mau humor dos investidores e também recua pela manhã. 

O cenário internacional deve se sobrepor ao noticiário doméstico, que já não conta com grandes novidades sobre as pautas que movimentaram a semana, como a PEC dos precatórios e a MP do Auxílio Brasil

No pregão de ontem (25), o Ibovespa voltou ao nível dos 105 mil pontos, em uma alta de 1,24%, aos 105.811 pontos. O dólar à vista recuou 0,53%, a R$ 5,5650. O mercado de juros finalizou o dia de forma mista, com um alívio na ponta mais curta, mas avanço das taxas de vencimento mais longas.

Confira o que deve movimentar a bolsa hoje: 

Nova variante

A covid-19 voltou a pressionar os mercados internacionais nesta sexta-feira. A descoberta de uma nova variante na África do Sul provocou uma grande cautela global, em um movimento de aversão ao risco. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) marcou uma reunião para hoje e deve avaliar os impactos da nova cepa, como a transmissibilidade, letalidade e eficácia das vacinas. 

Em uma entrevista coletiva online, o ministro sul-africano disse que a variante, atualmente conhecida como B.1.1.529, também foi detectada em Botsuana e Hong Kong em viajantes que estiveram recentemente na África do Sul.

“Tudo o que sabemos até agora é que o B.1.1.529 está fortemente mutado, então os mercados não estão correndo riscos desnecessários”, escreveu Jeffrey Halley, analista de mercado sênior da OANDA, em um relatório.

Até o fechamento desta matéria, Reino Unido e Israel fecharam as fronteiras para voos vindos da África do Sul e outros 15 países.  

Pregão curto

No exterior, o pregão em Nova York encerra mais cedo (15h) em virtude do dia seguinte ao feriado do dia de Ação de Graças, enquanto a negociação dos Treasuries também fecha antes (16h). Com isso, a liquidez dos mercados internacionais deve ser afetada no período da tarde.

Roberto Campos Neto em foco

A aversão ao risco global deve pressionar o Ibovespa por mais um dia, mesmo com o pregão positivo da última quinta-feira. As pautas que movimentaram os negócios esta semana, como a PEC dos precatórios e a MP do Auxílio Brasil, ficaram para a semana que vem. 

Por hoje, o investidor deve focar na nota de crédito, divulgada pelo Banco Central pela manhã e nas falas de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, em evento do setor imobiliário. 

O mercado já espera um aumento da taxa de juros em 1,50 ponto-base, mas a divulgação do IPCA-15 da última quinta-feira pode fazer com que o presidente do BC altere mais uma vez o plano de voo para segurar a inflação em 2022. 

Commodities e bitcoin (BTC)

Com a perspectiva de novos lockdowns, o petróleo opera em queda pela manhã, com o Brent, usado como referência pela Petrobras (PETR3 e PETR4) em queda de 5,53%, cotado a US$ 77,67 e o WTI caindo 6,52%, a US$ 73,29, no mesmo horário. 

Além disso, a aversão ao risco também chegou ao mercado de criptomoedas, com o bitcoin (BTC) acelerando a queda da semana em um recuo de 6,19%, aos US$ 54.666,45 (R$ 305.374,31) nesta sexta-feira. 

Bolsas pelo mundo

Nesse cenário, as bolsas asiáticas encerraram o pregão em queda. A Europa, que já via o número de casos crescendo nos últimos dias, também recua com a presença na nova cepa do coronavírus. De maneira semelhante, o mercado acionário nos EUA também segue pressionado e recua com força antes da abertura. 

Agenda do dia

  • FGV: Confiança na indústria em novembro (8h)
  • Banco Central: Nota de crédito, estoque total de outubro, crédito livre e juro médio (9h30)
  • Banco Central: Presidente do BC, Roberto Campos Neto, palestra, via videoconferência, no 'Evento Virtual com Empresas do Mercado Imobiliário', promovido pelo Secovi-SP (11h)
  • China: Lucro industrial de outubro (22h30)
  • Nos Estados Unidos, mercado financeiro e de Treasuries fecham mais cedo após Ação de Graças
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies