Menu
2019-10-29T16:45:36-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Como funciona

Você realmente sabe quanto rende a poupança? Aprenda a calcular o rendimento e entenda as “pegadinhas”

Que o retorno da poupança é baixo, disso você já sabe. Mas você conhece todas as regras de remuneração da poupança? Elas podem acabar te pegando pelo pé. Aprenda ainda a ver quanto está rendendo a sua caderneta

31 de março de 2019
5:35 - atualizado às 16:45
Pote de moedas
Poupança só rende na data de aniversário; outras aplicações de renda fixa têm retorno diárioImagem: Shutterstock

Apesar do baixo retorno, a caderneta de poupança ainda é a aplicação financeira mais popular do país. A isenção de IR e IOF é um grande atrativo. De fato, ela é acessível e parece fácil de entender. Mas será que é mesmo? Por exemplo, você sabe calcular o rendimento da poupança? E tem certeza de que sabe exatamente quanto ela rende?

Para início de conversa, a caderneta de poupança, atualmente, pode ser remunerada segundo duas regras distintas.

Relembrando: depósitos feitos até 3 de maio de 2012, quando mudaram as regras de rentabilidade da poupança, são sempre remunerados em 0,5% ao mês mais Taxa Referencial (TR), e foram apelidados de “poupança antiga”.

Já os depósitos feitos a partir de 4 de maio de 2012, a chamada “poupança nova”, podem seguir duas regras: quando a taxa básica de juros, a Selic, é superior a 8,5% ao ano, a poupança paga a remuneração antiga, de 0,5% ao mês mais TR; já quando a Selic é igual ou menor que 8,5% ao ano, a poupança paga 70% da Selic mais TR.

Essa tal de TR tende a ser desprezada, porque, realmente, ela costuma ficar zerada quando a Selic está muito baixa. Afinal, seu cálculo toma como base a taxa básica de juros, além de outros parâmetros definidos pelo governo.

Como a TR não pode ser negativa, em cenários de juro baixo, o rendimento máximo da caderneta de poupança é 0,5% ao mês.

Mas se você observar o histórico de rendimento da poupança, verá que ele não é fixo. Há variações, justamente por conta da TR. Quando o juro está mais alto, a TR dá uma pequena turbinada no rendimento da poupança.

Em outras palavras, conforme a Selic sobe, a TR - e consequentemente, o rendimento da poupança - tende a subir também, embora não necessariamente com a mesma intensidade.

O rendimento da poupança pode perder da inflação

O rendimento da poupança foi estabelecido por Lei. Não há qualquer compromisso de que ela necessariamente reponha a inflação.

Além disso, alguns parâmetros para o cálculo da TR são determinados pelo governo, que pode mantê-la baixa se assim for seu interesse. Dessa forma, o rendimento da poupança não consegue acompanhar a Selic muito de perto.

Em tempos de inflação alta, portanto, o parco rendimento da poupança não é capaz de repor o poder de compra dos recursos aplicados. O poupador fica literalmente mais pobre. Só é possível enriquecer com investimentos se o seu retorno superar a inflação.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

A poupança não rende NADA antes de completar um mês

O rendimento da poupança não é diário, mas mensal. É diferente de outras aplicações de renda fixa conservadora, como os fundos de renda fixa, os CDB e os títulos públicos pós-fixados, que pagam a variação diária da taxa DI ou da Selic.

Ou seja, o seu dinheiro só é remunerado quando o depósito faz aniversário, que no caso da poupança, ocorre uma vez por mês. Por exemplo, uma aplicação feita no dia 23 de março só terá remuneração no dia 23 de abril. Se resgatado antes desta data, o dinheiro não terá rendido nada.

Da mesma forma, uma aplicação feita em 23 de março e resgatada no dia 10 de maio só terá a remuneração de um mês - referente ao prazo entre 23 de março e 23 de abril. Não haverá remuneração referente ao período que vai de 24 de abril a 10 de maio.

Depósitos feitos nos dias 29, 30 e 31 têm, por Lei, data de aniversário no dia 1º do mês seguinte.

Quem deposita na poupança em dias diferentes do mês terá múltiplas datas de aniversário. Cada depósito, portanto, será remunerado com base em uma data diferente.

Os resgates são sempre feitos do depósito mais antigo para o mais novo, segundo a regra PEPS: primeiro que entra é o primeiro que sai. Só que primeiro os resgates saem dos aportes feitos na poupança nova; depois é que eles começam a sair dos aportes feitos na poupança antiga.

Por fim, atente para o fato de que, na data de aniversário de um depósito, a remuneração recairá sobre o menor saldo do período.

Por exemplo, se você aplicar mil reais no dia 10 e resgatar R$ 400 antes do próximo dia 10, apenas os R$ 600 restantes serão remunerados no próximo aniversário.

Como calcular o rendimento da poupança

Calma, não estou sugerindo que você calcule o retorno da sua poupança “na mão” (se é que você ainda aplica em poupança).

Mas você pode consultar o retorno passado em qualquer período a partir de 1º de fevereiro de 1991 usando um aplicativo do Banco Central, a Calculadora do Cidadão.

O acesso pode ser feito no site do BC ou por meio do app de mesmo nome, disponível para Android e iOS.

Acesse a área “Correção de Valores” e escolha a opção “Poupança”. Em seguida, preencha os dados solicitados: data inicial (data do depósito), data final (data de resgate) e valor a ser corrigido (quantia depositada) e regra de correção (poupança nova ou poupança antiga).

No desktop, o cálculo exibe a rentabilidade acumulada entre as duas datas escolhidas e a quantia atualizada (quanto o poupador tem na data final). Já nos dispositivos móveis, só é mostrado o saldo atualizado e o índice de correção.

A funcionalidade é bastante útil para o poupador saber quanto seu dinheiro está rendendo na caderneta. Também serve para ele comparar o rendimento da poupança em determinado período com o de outras aplicações financeiras.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Novos recordes à vista?

Gestores de fundos falam em Ibovespa em até 250 mil pontos em 2022

Desde o início do atual ciclo de alta, a bolsa brasileira praticamente triplicou de valor. Mas o movimento ainda pode estar longe do fim, segundo os gestores

A Bula do Mercado

IPCA e payroll dividem atenção com guerra comercial

Dados de inflação no Brasil e emprego nos EUA devem agitar o mercado financeiro hoje, que segue atento ao noticiário sobre a guerra comercial

OLHO NO RATING

Mansueto evita dizer que agências de rating estão atrasadas, mas cita indicadores

Ele lembrou que a única agência que divulgou relatório mais recentemente foi a Fitch, que trabalhava com déficit nominal de 7% do PIB e déficit primário de 1,9%.

EUA X China

EUA e China seguem em negociação comercial, mas ainda há discordâncias

O governo dos EUA quer que Pequim declare publicamente seus planos de compra, e não os condicione às circunstâncias do mercado ou às obrigações comerciais da China, disseram fontes familiarizadas com as discussões

Otimismo na bolsa

Firme e forte: Ibovespa engata a quarta alta seguida e chega a mais um recorde

O Ibovespa aproveitou-se da ausência de fatores negativos e do bom desempenho das ações da Petrobras para fechar em alta e cravar mais um recorde

DE OLHO NO GRÁFICO

Bitcoin indica alta e 12 criptomoedas alternativas para ficar de olho

Fausto Botelho fala sobre a alta recente do S&P, que está em sinal amarelo, sobre a tendência de alta do bitcoin e outras 12 altcoins para ficar de olho

Ganhando tração

Conversas sobre potencial venda da rede móvel da Oi estão acelerando, diz presidente da Tim

Segundo Labriola, uma eventual avaliação da compra da Oi só vai ocorrer caso o ativo seja formalmente colocado à venda, o que ainda não ocorreu

Novo recorde

O maior IPO da história: a Saudi Aramco vai levantar US$ 25,6 bilhões com sua abertura de capital

A petroleira Saudi Aramco, considerada uma das companhias mais rentáveis do mundo, divulgou há pouco os detalhes finais de sua oferta pública inicial de ações. E, pelos números reportados pela estatal saudita, não estamos falando de um IPO qualquer: trata-se da maior operação do tipo já feita na história. As ações da Aramco foram precificadas […]

Oferta da XP

CVM diz que fundo brasileiro pode captar recursos para investir em IPO nos EUA

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou hoje que fundos de investimento podem captar recursos de investidores brasileiros para investir em ofertas de ações fora do país. “Em tese, não há restrição para que um ‘fundo brasileiro capte recursos de investidores brasileiros para investir em ofertas públicas no exterior’”, disse a CVM, em nota. Eu […]

OLHO NA CONSTRUÇÃO

PIB da construção deve crescer 2% em 2019 e 3% em 2020, dizem Sinduscon-SP e FGV

O avanço do PIB da construção neste ano está sendo puxado, essencialmente, pelo consumo das famílias, enquanto as atividades empresariais ficaram em segundo plano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements