Menu
2019-09-05T16:46:41+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Gestoras

Gestora aposta na dobradinha do 4: Selic abaixo de 4% e dólar acima de R$ 4

Persevera Asset acredita que próximo passo da modernização econômica será deixar de associar câmbio depreciado a um ambiente de crise

5 de setembro de 2019
16:46
Dólar
Imagem: shutterstock

Na sua carta de gestão de agosto, a equipe da Persevera Asset quer passar uma mensagem: o próximo passo da modernização econômica do país será dissociar dólar "caro" de ambiente de crise.

“Num ambiente de forte queda da inflação no mundo e no Brasil, a combinação de juros baixos por muitos anos, com a taxa Selic podendo chegar a 4% ou menos em nossa visão, com uma taxa de câmbio desvalorizada, na casa dos R$ 4, é o que provavelmente vai nos arrancar deste estado de letargia econômica”, diz a gestora.

Falei com o gestor de juros e moeda da Persevera, Nicolas Saad, no fim de julho, para explicar a tese da gestora de que teremos um período de surpreendente estabilidade cambial, reflexo de reformas, queda de juros e do tipo de dólares que atraímos ao país. (Leia aqui)

Dando sequência a esse raciocínio, de que o país caminha para uma normalidade financeira, está a ideia de que juros baixos e câmbio depreciado é uma combinação excepcional para qualquer país que enfrente dificuldades de crescimento.

“Nós estamos exatamente nessa situação no Brasil, mas desta vez chegamos a ela da forma correta, com a inflação baixa e controlada. Portanto, ao invés de tremer a cada alta de 3% ou 4% no dólar, deveríamos comemorar. O dólar acima de R$ 4,0, com a inflação baixa e ancorada, Banco Central com credibilidade, alta capacidade ociosa, reforma da Previdência aprovada e gastos fiscais controlados não é um problema e sim parte da solução. É assim que nós brasileiros deveríamos passar a enxergar o comportamento do câmbio”, diz a carta.

Para a Persevera, essa dobradinha dos 4 não deveria ser temida pelo cidadão brasileiro, não deveria ser temida pelo mercado financeiro e muito menos pelo Banco Central, mas sim, celebrar essa confluência de moeda desvalorizado, mesmo que temporariamente, com uma taxa de juros nas mínimas históricas.

“Que venha a dobradinha do 4: juros abaixo de 4%, com câmbio acima de R$ 4,0, sem crise e com menos volatilidade. O Brasil conquistou e precisa dessa combinação.”

Em agosto, o fundo multimercado da casa teve perda de 0,62%, e a equipe aproveitou a queda dos preços para aumentar, gradualmente, as posições em ativos que acha bastante atrativos, como NTN-Bs longas e ações. A íntegra da carta pode ser lida aqui.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Novidades à vista

Bolsonaro anuncia a aliados saída do PSL e que trabalhará para criar novo partido

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) disse esperar que Bolsonaro presida o novo partido. Segundo ela, a primeira convenção da sigla será realizada em 21 de novembro. Ainda de acordo com ela, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) sairá de imediato do partido.

Seu Dinheiro na sua noite

Um buraco na estrada do céu

Uma súbita perda de altitude, seguida por uma forte turbulência, me pegou durante um voo com a família para a Europa, em 2015. Eu já havia passado por instabilidades do tipo antes, mas essa foi a primeira sem o aviso prévio do piloto. Éramos 20 pessoas entre adultos e crianças que partiam para celebrar as […]

Depois do fracasso

Área não arrematada no leilão de petróleo e gás deverá ser apreciada pelo PPI

De acordo com o governo, os parâmetros de bônus de assinatura e de lucro-óleo deverão ser revistos para baixo

Novidades

Fundação de Bill Gates e esposa estão de olho em projeto que cria metal que flutua

A iniciativa da Universidade de Rochester envolve o desenvolvimento de uma estrutura que pode ser utilizada para construir navios ou cidades flutuantes. As informações são da Business Insider

Relação mais que abalada

Trump volta a atacar Fed e diz que BC americano coloca EUA em desvantagem competitiva

Trump voltou a dizer que o Fed, que reduziu a taxa dos Fed funds três vezes neste ano, foi “muito lento” ao cortar juros

Tema mais do que esperado

CAE do Senado aprova projeto de autonomia do Banco Central

Relatório, do senador Telmário Mota (PROS-RR), confere a chamada autonomia formal ao BC, para execução de suas atividades

Comércio

Trump: Acordo com China está próximo, mas só aceitamos se for bom para os EUA

Presidente Donald Trump disse que não culpa a China pelas trapaças no comércio internacional, mas sim seus antecessores que não fizeram nada

Já que não vale PEC...

Alcolumbre levanta possibilidade de Assembleia Constituinte para discutir prisão em 2ª instância

Parlamentares pressionam o presidente do Senado a pautar uma Proposta de Emenda à Constituição autorizando a prisão após segundo julgamento

caso na justiça

Santander ganha causa no TST contra analista demitida por texto contrário a Dilma

Em junho de 2014, a funcionária do banco foi responsável por um documento divulgado a um grupo de clientes que afirmava que a reeleição da então presidente seria negativa para os mercados

Projeção do Fausto

Se passar dos R$ 4,20, dólar pode ir a R$ 5

Neste vídeo, o analista gráfico faz projeções para Ibovespa, S&P 500, dólar, ouro e petróleo, além de falar de 16 ações para ficar de olho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements