Menu
2019-04-16T15:40:14+00:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Incorporadora em crise

Gafisa propõe aumento de capital com preço por ação até 31% abaixo das cotações na bolsa

Ações da companhia reagem em forte queda ao aumento de capital que pode chegar a R$ 158 milhões e deve abrir espaço para o empresário Nelson Tanure ampliar a participação na companhia

16 de abril de 2019
12:06 - atualizado às 15:40
Logo da incorporadora Gafisa em meio aos prédios da cidade de São Paulo
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Após a curta e desastrosa passagem da gestora GWI pelo comando, a Gafisa decidiu chamar os acionistas para colocar dinheiro na empresa. Na proposta de capitalização, o preço por ação da incorporadora foi estipulado em R$ 6,02, ou 19% abaixo da cotação de fechamento na bolsa ontem.

Mas como a Gafisa também ofereceu um bônus de 15% para os acionistas que aderirem ao aumento de capital dentro do prazo de 30 dias, o desconto sobre as cotações na B3 sobe para 31%, segundo o cálculo de analistas que cobrem a empresa.

O aumento de capital pode chegar a R$ 158 milhões, considerando o máximo de ações que podem ser emitidas (pouco mais de 26 milhões).

Mas o novo presidente da incorporadora, Roberto Luz Portella, já sinalizou que a empresa pretende fazer uma nova chamada de capital assim que os acionistas aprovarem um novo limite para emissão de ações, o que só não aconteceu ainda porque a assembleia marcada para ontem não atingiu quorum suficiente.

Ou seja, para os atuais acionistas que decidirem não colocar mais dinheiro na empresa vem diluição pesada por aí. Não por acaso, as ações da Gafisa (GFSA3) eram negociadas em queda expressiva de 4,55%, a R$ 7,13, por volta das 11h30. No mesmo horário, o Ibovespa subia 1,40%. Confira como está a bolsa e o dólar hoje.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Tanure na área

O aumento de capital da Gafisa deve juntar a fome da empresa por recursos com a vontade de comer de Nelson Tanure. O empresário, que possui hoje apenas 500 ações da empresa, foi eleito ontem para assumir um dos assentos no conselho de administração.

A ampla expectativa é que Tanure aproveite o aumento de capital para ampliar a participação na empresa. Mas como a operação é restrita aos atuais acionistas, proporcionalmente à participação de cada um, o empresário terá de negociar pelos direitos de participação na capitalização.

A Gafisa tem o capital pulverizado na bolsa e hoje a maior acionista da companhia é a Planner Redwood, com 18,45% do capital.

Em entrevista ontem para falar sobre o momento da empresa, o presidente da Gafisa disse que Tanure está "firmemente empenhado" no processo de recuperação da incorporadora.

Vale a pena comprar a ação?

Não, a menos que você esteja disposto a correr bastante risco, ainda mais do que no investimento tradicional em bolsa. Mesmo se você estiver disposto a arriscar, talvez seja o caso de tentar adquirir os direitos de subscrição no aumento de capital. Ainda não há detalhes de como a operação será realizada, mas é comum que esses direitos sejam negociados em bolsa pelos atuais acionistas que não desejarem participar da operação.

Os analistas que cobrem a empresa também não recomendam as ações da Gafisa. "A alavancagem (mesmo após a capitalização) permanece alta, há muitas incertezas sobre a recuperação e a avaliação parece pouco atraente", escreveram os analistas do BTG Pactual, em relatório a clientes.

Caso o aumento de capital seja bem sucedido, a dívida da Gafisa deve ser reduzida dos atuais 165% para algo entre 100% e 110% do patrimônio, segundo os cálculos do Credit Suisse, que tem recomendação "underperform", equivalente a venda, para as ações da empresa.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Entrevista

Criador da CVM diz que mercado brasileiro não precisa de mais regulação

Para Roberto Teixeira da Costa, momento é de libertar a capacidade criativa das pessoas; em entrevista ao Seu Dinheiro, ele fala sobre mercado de capitais, economia brasileira e a figura do analista de investimentos

Seu Dinheiro na sua noite

Lucro, pra que te quero?

Podem me chamar de antiquado ou de romântico, mas sou do tempo em que empresa boa é empresa que dá lucro. Mas reconheço que, diante das mudanças abruptas na forma como consumimos produtos e serviços, olhar para a chamada última linha do balanço das companhias ficou meio fora de moda. No lugar do lucro, o […]

Xiiii...

Oi avisa Anatel que pode ficar sem dinheiro para operar a partir de fevereiro

Diagnóstico da situação da empresa indicou que o dinheiro em caixa da operadora chegou ao “mínimo necessário”

Ouça o que bombou na semana

Podcast Touros e Ursos: O furacão das eleições na Argentina e o fantasma da recessão mundial

Seu Dinheiro traz um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements