Menu
2019-06-14T09:40:19+00:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Situação delicada...

Falou, valeu! Facebook é retirado de importante índice dos EUA, o S&P 500 ESG

O motivo da retirada está relacionado à pontuação baixa que a companhia obteve, especialmente na parte social e de governança. Na ocasião, a companhia recebeu nota 22 na parte social e 6 no quesito governança. O valor máximo era 100

13 de junho de 2019
22:18 - atualizado às 9:40
Logo do Facebook
Facebook - Imagem: Shutterstock

As polêmicas envolvendo problemas de privacidade com o Facebook culminaram em mais uma notícia negativa para a gigante das redes sociais. A agência de classificação S&P Global anunciou nesta semana que a companhia não fará mais parte do índice de sustentabilidade ambiental, social e de governança do S&P 500, que é conhecido como S&P 500 ESG Index.

Ao comentar sobre a retirada da empresa, a SAM, unidade responsável pelo cálculo do indicador, destacou que a companhia está envolvida em vários processos que vão contra práticas transparentes de governança.

"O Facebook experimentou uma série de problemas de privacidade nos últimos 24 meses, o que inclui o oferecimento de dados pessoais de usuários para 150 companhias, uso indevido da informação e um ataque hacker a quase 50 milhões de contas. Esses eventos criaram uma incerteza sobre as práticas do Facebook com relação a proteção da privacidade, efetividade e garantia de que os processos de gestão de riscos da companhia estão ocorrendo", destacou a instituição.

Dentro do índice, as ações do Facebook representavam apenas 2,5% da carteira total, ou seja, um pequeno percentual.

Nota baixa

E as práticas questionáveis da companhia fizeram com que o Facebook obtivesse pontuação baixa, especialmente na parte social e de governança. No primeiro quesito, a companhia recebeu nota 22, enquanto que no segundo a sua nota foi 6. O problema é que o valor máximo para cada categoria era 100.

Apenas na parte de preocupação ambiental que a empresa recebeu a pontuação 82 pontos, que é considerada alta, já que a nota máxima também era 100. No entanto, como é costume em empresas de tecnologia, tal parte recebe menor peso nas avaliações.

Piora no desempenho

E o desempenho da companhia ao longo dos anos também não ajudou. Ao analisar os gráficos fornecidos pelo indicador, é possível notar que a sua nota foi diminuindo gradativamente entre 2016 e 2018 até alcançar o valor de 21 no ano passado, sendo que a nota máxima era 100.

Para fazer parte dele, as empresas precisam ter pelo menos 75% da capitalização do mercado em seu setor. Logo, ao ser comparado com as demais companhias de indústria da mídia e entretenimento, o Facebook ficou de fora.

 

Fonte: S&P Global

E a saída de um indicador, - que é referência para Exchange Traded Funds (ETFs, ou pacotinhos de fundos) na Europa- , acende mais um alerta sobre a gigante. Na prática, a listagem em índices como esse não significa que ela "abraça árvores, mas sim protege o patrimônio", como falou a nossa colunista Luciana Seabra em um de seus textos.

Além do Facebook, o rebalanceamento que ocorre da carteira retirou grandes nomes como a Oracle e a IBM.

De olhos abertos

Assim como ocorreu com o Facebook e outras empresas, a Vale também foi retirada do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) neste ano. A decisão foi tomada após o rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (MG) e começou a valer a partir de 12 de fevereiro.

A exclusão da mineradora aconteceu 13 dias depois do rompimento da barragem. A decisão foi tomada em reunião do conselho deliberativo do ISE e levou em conta os efeitos do desastre, segundo a B3. A Vale era a ação com a maior participação no Índice de Sustentabilidade Empresarial.

Apesar de não ser ainda uma prática tão comum por aqui, vários gestores internacionais hoje costumam buscar apenas empresas listadas em índices de sustentabilidade ambiental, social e de governança antes de investir.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Novidades à vista

Bolsonaro anuncia a aliados saída do PSL e que trabalhará para criar novo partido

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) disse esperar que Bolsonaro presida o novo partido. Segundo ela, a primeira convenção da sigla será realizada em 21 de novembro. Ainda de acordo com ela, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) sairá de imediato do partido.

Seu Dinheiro na sua noite

Um buraco na estrada do céu

Uma súbita perda de altitude, seguida por uma forte turbulência, me pegou durante um voo com a família para a Europa, em 2015. Eu já havia passado por instabilidades do tipo antes, mas essa foi a primeira sem o aviso prévio do piloto. Éramos 20 pessoas entre adultos e crianças que partiam para celebrar as […]

Depois do fracasso

Área não arrematada no leilão de petróleo e gás deverá ser apreciada pelo PPI

De acordo com o governo, os parâmetros de bônus de assinatura e de lucro-óleo deverão ser revistos para baixo

Novidades

Fundação de Bill Gates e esposa estão de olho em projeto que cria metal que flutua

A iniciativa da Universidade de Rochester envolve o desenvolvimento de uma estrutura que pode ser utilizada para construir navios ou cidades flutuantes. As informações são da Business Insider

Relação mais que abalada

Trump volta a atacar Fed e diz que BC americano coloca EUA em desvantagem competitiva

Trump voltou a dizer que o Fed, que reduziu a taxa dos Fed funds três vezes neste ano, foi “muito lento” ao cortar juros

Tema mais do que esperado

CAE do Senado aprova projeto de autonomia do Banco Central

Relatório, do senador Telmário Mota (PROS-RR), confere a chamada autonomia formal ao BC, para execução de suas atividades

Comércio

Trump: Acordo com China está próximo, mas só aceitamos se for bom para os EUA

Presidente Donald Trump disse que não culpa a China pelas trapaças no comércio internacional, mas sim seus antecessores que não fizeram nada

Já que não vale PEC...

Alcolumbre levanta possibilidade de Assembleia Constituinte para discutir prisão em 2ª instância

Parlamentares pressionam o presidente do Senado a pautar uma Proposta de Emenda à Constituição autorizando a prisão após segundo julgamento

caso na justiça

Santander ganha causa no TST contra analista demitida por texto contrário a Dilma

Em junho de 2014, a funcionária do banco foi responsável por um documento divulgado a um grupo de clientes que afirmava que a reeleição da então presidente seria negativa para os mercados

Projeção do Fausto

Se passar dos R$ 4,20, dólar pode ir a R$ 5

Neste vídeo, o analista gráfico faz projeções para Ibovespa, S&P 500, dólar, ouro e petróleo, além de falar de 16 ações para ficar de olho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements