Menu
2019-06-21T13:04:14+00:00
guerra comercial

China diz que não aceitará qualquer acordo que prejudique soberania ou dignidade

Segundo o porta-voz Gao Feng, do Ministério do Comércio, Pequim adotará mais retaliações, se necessário

30 de maio de 2019
7:16 - atualizado às 13:04
China
China - Imagem: Shutterstock

A China não sacrificará seus principais interesses ou princípios para chegar a um acordo comercial com os Estados Unidos, afirmou o porta-voz Gao Feng, do Ministério do Comércio, em entrevista coletiva. Segundo ele, Pequim adotará mais retaliações, se necessário.

"A China definitivamente não aceitará qualquer acordo que prejudique a soberania e a dignidade", afirmou Gao nesta quinta-feira. As medidas restritivas americanas contra companhias chinesas são um comportamento inadequado e podem levar a uma recessão global, comentou.

Questionado sobre se os dois países estão em contato para manter as conversas sobre comércio, o porta-voz não respondeu diretamente, mas disse que as respostas inconsistentes dos EUA deixaram-no em dúvida sobre a sinceridade de Washington.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Durante visita ao Japão nesta semana, o presidente americano, Donald Trump, disse que não tem pressa de chegar a um acordo comercial com a China. Em mensagens anteriores no Twitter, Trump mostrava mais otimismo sobre o tema.

Na quarta-feira, o governo chinês e a imprensa estatal reforçaram sua retórica ao sugerir que a China poderia usar seu domínio na oferta de terras-raras, uma matéria-prima industrial importante, se a disputa comercial piorasse, o que provocou volatilidade nos mercados globais.

Nesta quinta-feira, o porta-voz repetiu a posição oficial, ao dizer que era inaceitável se qualquer país desejasse usar produtos com terras-raras da China para conter e suprimir o desenvolvimento chinês. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Novos pombinhos?

Dona da Vivo está de olho na gigante brasileira Oi

De acordo com fontes próximas, a espanhola estaria analisando uma potencial compra da Oi. A companhia brasileira foi avaliada em US$ 6,7 bilhões ou cerca de € 6 bilhões. As informações são do jornal espanhol, El Confidencial. 

Segunda-feira quente

Tensão no Oriente Médio faz Ibovespa e bolsas globais recuarem; Petrobras sobe

Ataques às refinarias da Aramco na Arábia Saudita elevam a aversão ao risco no mundo e fazem os preços do petróleo disparar. Nesse cenário, o Ibovespa opera em baixa

Melhora nas expectativas

BNDES prevê investimentos de R$ 1,1 trilhão em 2019-2022 em 19 setores, + 2,7%

Os números consideram investimentos apoiados e não apoiados pelo BNDES relativos a 19 setores, sendo 11 da indústria e 8 da infraestrutura

mudança de planos?

Após ataques, IPO da Saudi Aramco pode ser adiado

Empresa pretende vender uma fatia na bolsa local e, posteriormente, realizar uma listagem internacional de ações

Exile on Wall Street

Você quer estar certo ou ganhar direito?

Como viver num mundo que não entendemos? Eu vou explicar melhor a minha perplexidade além do normal nesta manhã

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Um conselho para Petrobras, Braskem e Embraer

Você coloca a mão no fogo pela idoneidade das empresas que estão na bolsa? E está seguro de que as informações apresentadas nos balanços são verídicas? Ou mesmo de que os executivos que tocam o negócio não têm interesses escusos? Depois da Lava Jato e dos rombos que vieram à tona na Petrobras e em […]

Índice Geral de Preços

IGP-10 tem inflação de 0,29% em setembro

O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, continuou registrando deflação, mas com uma taxa mais moderada (-0,57%) do que no mês anterior (-0,83%)

vozes da discordância

‘Reforma tributária tem altíssimo risco de dar errado’, alerta economista

À frente da IFI, Felipe Salto diz que o ministro da Economia, Paulo Guedes, precisa assumir o comando do projeto; ele sugere o rompimento induzido do teto de gastos já em 2019

No Twitter

Trump pede grande corte de juros e estímulos ao Fed

Presidente americano Donald Trump voltou a criticar postura do BC americano citando China, o dólar forte e o recente salto no preço do petróleo

olho no copom

Boletim Focus mantém projeção de redução da Selic para 5% ao ano

Comitê do Banco Central tem reunião marcada nesta terça e quarta-feira, 18, e deve decidir sobre novos cortes na taxa básica de juros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements