🔴 [EVENTO GRATUITO] COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE AQUI

Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
SETOR DE BAIXA RENDA

MRV (MRVE3) e Tenda (TEND3) veem as vendas crescerem no 1T23, mas num ritmo menor que o da Direcional (DIRR3)

MRV e Tenda, duas das principais incorporadoras voltadas ao segmento de baixa renda reportaram suas prévias operacionais nesta terça-feira

Victor Aguiar
Victor Aguiar
12 de abril de 2023
19:46 - atualizado às 18:25
Logo da MRV (MRVE3) nas cores verde e amarelo
Imagem: Divulgação

Na briga entre as construtoras e incorporadoras voltadas ao segmento de baixa renda, a Direcional (DIRR3) começou o ano com o pé direito: um salto de 29% nas vendas líquidas. Diante desses números, a expectativa era alta em relação à MRV (MRVE3) e Tenda (TEND3) — as duas outras grandes competidoras do setor repetiriam o forte desempenho?

A resposta foi conhecida nesta quarta (12). E ambas reportaram crescimento na base anual — mas num ritmo bem mais tímido. A MRV teve vendas líquidas de R$ 1,8 bilhão entre janeiro e março, alta de 4,3%; a Tenda cresceu 2,3%, chegando a R$ 611,1 milhões.

No caso da MRV, vale ressaltar que quase 100% do R$ 1,8 bilhão comercializado no trimestre diz respeito ao braço de incorporação — a subsidiária Resia, que atua nos EUA e vendeu R$ 223 milhões entre janeiro e março de 2022, ficou zerada neste começo de ano.

Já na Tenda, R$ 600 milhões das vendas líquidas foram obtidas com a atividade principal da companhia, voltada ao segmento de baixa renda; a Alea, braço que atua no ramo de casas industrializadas, respondeu por outros R$ 10,7 milhões.

  • O Seu Dinheiro acaba de liberar um treinamento exclusivo e completamente gratuito para todos os leitores que buscam receber pagamentos recorrentes de empresas da Bolsa. [LIBERE SEU ACESSO AQUI]

MRV e Tenda: como ficaram os lançamentos?

Em termos de lançamentos, a MRV reportou um valor geral de vendas (VGV, uma medida do faturamento potencial a ser obtido com os empreendimentos) de R$ 982 milhões, considerando a empresa consolidada; a cifra representa uma baixa de 43,6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Um recuo ainda maior foi visto no total de unidades lançadas: 2.678 entre janeiro e março de 2023, número 51,2% menor na base anual; essa queda foi parcialmente compensada pelo aumento de 15,5% no ticket médio, que ficou em R$ 367 mil.

Do VGV total de R$ 982 milhões reportado pela companhia, R$ 637 milhões se referem ao segmento de incorporação — composto pelas marcas MRV e Sensia. A Resia colocou no mercado outros R$ 293 milhões, e a Urba, mais R$ 52 milhões.

Na Tenda, o VGV dos lançamentos no trimestre aumentou 5,1% em um ano, chegando a R$ 490,9 milhões — assim como no caso da MRV, houve uma elevação relevante no ticket médio, de 7,3%, para R$ 189,1 mil. A Tenda em si lançou R$ 447,6 milhões, enquanto a Alea teve R$ 43,3 milhões.

Compartilhe

RESULTADO DO LEILÃO

Teste para a Sabesp? Em primeira privatização de Tarcísio, fundo arremata Emae por R$ 1 bilhão

19 de abril de 2024 - 19:51

Com ágio de 33,68%, o fundo arrematou a estatal e passará a gerir um ativo com 906 megawatts (MW) em geração hidrelétrica

RECUOU?

A explicação do ex-conselheiro da Vale (VALE3) após a acusação de interferência do governo na mineradora

19 de abril de 2024 - 19:41

O assunto voltou à tona na resposta a um ofício da CVM, que solicitou esclarecimentos sobre as recentes declarações de José Luciano Eduardo Penido

POR DENTRO DA OPERAÇÃO

Tchau, Vale (VALE3)? Por que a Cosan (CSAN3) vendeu 33,5 milhões de ações da mineradora

19 de abril de 2024 - 19:28

A Cosan também quitou R$ 2 bilhões do saldo remanescente do endividamento e liquidação dos derivativos atrelados às ações da Vale

Cura até coração partido

E agora, Ozempic? Caneta emagrecedora Zepbound se mostra promissora no tratamento da apneia do sono

19 de abril de 2024 - 18:45

De acordo com dados preliminares de ensaios clínicos, a Zepbound foi mais eficaz que um placebo na redução da gravidade da apneia obstrutiva do sono

REPORTAGEM ESPECIAL

Petz (PETZ3) mira fórmula “Raia Drogasil” em fusão com a Cobasi, mas mercado ainda é cético com modelo de negócios

19 de abril de 2024 - 15:35

Fundador da Petz, Sergio Zimerman falou sobre a fusão em teleconferência com analistas, que não contou com a presença de ninguém da Cobasi

RECICLAGEM DE ATIVOS

Log (LOGG3) garante mais de R$ 500 milhões para o caixa com nova venda de galpões para fundo do BTG

19 de abril de 2024 - 10:57

Vale relembrar que o FII foi criado justamente para investir nos imóveis da companhia e já havia comprado cinco outros galpões da Log no ano passado

NEGÓCIO ANIMAL

Petz (PETZ3) e Cobasi selam acordo para fusão que cria gigante do mercado pet; ações disparam mais de 40% na abertura na B3

19 de abril de 2024 - 8:19

Juntas, Petz e Cobasi formarão rede de 483 lojas e faturamento de aproximadamente R$ 6,9 bilhões. Cada rede terá 50% do negócio combinado

NA QUINTA TENTATIVA

Credores aprovam plano de recuperação judicial da Oi (OIBR3) após assembleia se estender até madrugada; veja detalhes

19 de abril de 2024 - 7:17

O documento obteve o aval de 79,87% dos credores presentes no encontro desta quinta-feira (18)

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar