🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
DISCÍPULO DE MUSK?

CEO da Disney exige que os funcionários voltem a trabalhar quatro dias por semana… nos escritórios

A medida começa a valer em 1º de março e acontece em menos de dois meses após o retorno de Bob Iger no comando da Disney. Até o momento, os funcionários da trabalham em formato híbrido

Bob Iger, CEO da Disney, na World of Color Premiere - Disney California Adventure Park
Bob Iger, CEO da Disney, na World of Color Premiere - Disney California Adventure Park - Imagem: Flickr/Josh Hallett

A volta de Bob Iger à cadeira de comando da Disney também marca a retomada de outra atividade na empresa — a presença dos funcionários nos escritórios por quatro dias na semana.

Em e-mail aos funcionários, o CEO justificou com base na importância, segundo ele, da colaboração pessoal e presencial no processo criativo da empresa.

“Como você já me ouviu dizer muitas vezes, a criatividade é o coração e a alma de quem somos e do que fazemos na Disney. E em um negócio criativo como o nosso, nada pode substituir a capacidade de se conectar, observar e criar com colegas que vêm de estar fisicamente juntos, nem a oportunidade de crescer profissionalmente aprendendo com líderes e mentores”, escreveu Iger.

A medida começa a valer em 1º de março e acontece em menos de dois meses após retorno de Bob Iger no comando da Disney. Até o momento, os funcionários da empresa trabalham em formato híbrido.

(Quase) Nos passos de Elon Musk

A exigência de retorno aos escritórios já foi motivo de muitas polêmicas nos últimos meses.

A mais célebre delas aconteceu em junho do ano passado, quando Elon Musk obrigou o retorno de todos os funcionários aos prédios da Tesla — e, caso contrário, as pessoas deveriam deixar seus empregos na companhia.

De forma mais branda, outras corporações americanas também exigiram o retorno aos escritórios. A Apple, por exemplo, determinou que os funcionários trabalhem por, pelo menos, três dias por semana de forma presencial.

Bob Iger de volta à Disney

Iger retornou à presidência da Disney em novembro do ano passado, após dois anos de afastamento.

Em 2022, o então CEO Bob Chapek instaurou uma certa turbulência após afirmar que a companhia planejava corte nos custos da empresa ‒ incluindo o quadro de funcionários ‒ para aumentar os lucros e os investimentos no serviço de streaming Disney+.

A medida, acompanhada dos resultados do terceiro trimestre abaixo do esperado, culminou na demissão de Chapek — e a retorno de Iger à presidência.

Na volta ao cargo, Iger manteve o congelamento de contratações da gestão anterior e, agora, tenta mudar a estrutura organizacional, com a promessa de crescimento para a companhia.

*Com informações de CNBC

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar