🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Flavia Alemi
Flavia Alemi
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pela FIA. Trabalhou na Agência Estado/Broadcast e na S&P Global Platts.
Balanço

Bradesco registra queda de 37% no lucro do 1T23 e inadimplência volta a disparar

Banco publicou resultados do primeiro trimestre de 2023 nesta quinta-feira (4)

Flavia Alemi
Flavia Alemi
4 de maio de 2023
18:52 - atualizado às 19:41
Agência do Bradesco (BBDC4)
Agência do Bradesco (BBDC4) - Imagem: Estadão Conteúdo / André Dusek

Os primeiros três meses de 2023 foram difíceis para o Bradesco (BBDC4), que registrou queda de 37,3% no lucro na comparação anual, com a soma chegando a R$ 4,3 bilhões. Apesar do recuo, o número veio melhor do que o esperado pelo consenso de analistas ouvidos pela Bloomberg, que antecipavam lucro de R$ 3,748 bilhões no período.

O número veio acompanhado de uma redução da rentabilidade do banco, cujo índice de retorno sobre o patrimônio recuou para 10,6%, ou seja, 7,4 pontos percentuais a menos que no mesmo período do ano passado. Em relação ao trimestre anterior, no entanto, houve melhora de 6,7 pontos percentuais. Vale lembrar que os números do 4T22 foram fortemente afetados pelo caso Americanas, já que o Bradesco decidiu provisionar 100% da sua exposição à varejista.

A carteira de crédito do Bradesco cresceu 5,4% em 12 meses, mas desacelerou em relação ao trimestre anterior devido ao atual momento do ciclo de crédito, além de um reposicionamento da política de crédito do banco.

Inadimplência dispara no Bradesco

Apesar do reposicionamento da carteira, o Bradesco registrou nova disparada da inadimplência, que saltou de 4,3% no 4T22 para 5,1% nas dívidas vencidas há mais de 90 dias. Em relação ao mesmo período do ano passado, a alta foi de 1,9 ponto percentual. No final do ano passado, o CEO do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, havia estimado que a deterioração da carteira atingiria o pico entre o primeiro e o segundo trimestres de 2023.

Também houve piora significativa em outro cálculo de inadimplência, que mede as dívidas vencidas entre 60 e 90 dias. Este índice passou de 5,2% em dezembro para 6,3% em março. No mesmo período de 2022, a linha estava em 4,0%.

De acordo com o Bradesco, a inadimplência continua concentrada nos clientes pessoa física e nas micro e pequenas empresas.

Margens

O destaque positivo dos resultados do Bradesco no trimestre ficou com a tesouraria do banco, que conseguiu reduzir consideravelmente o saldo negativo acumulado no ano passado, afetado pela alta da Selic. A margem com o mercado passou de R$ 803 milhões negativos no quarto trimestre de 2022 para R$ 312 milhões negativos no período encerrado em 31 de março.

Os analistas esperavam uma melhora apenas pontual, já que o cenário macroeconômico mudou pouco entre dezembro de 2022 e março deste ano. De acordo com o Bradesco, a melhora aconteceu devido a uma reprecificação do portfólio, menores despesas com provisões e também menores despesas operacionais.

Na mesma base de comparação, a margem com clientes teve recuo de 2,9% e somou R$ 16,965 bilhões. O Bradesco afirmou que a redução está ligada à menor quantidade de dias úteis do primeiro trimestre, além de uma diminuição no volume de operações devido a um modelo mais rigoroso de concessão de crédito.

BBDC4 na bolsa

A ação preferencial do Bradesco (BBDC4) fechou esta quinta-feira em alta de 2,33%, cotada a R$ 14,07, conforme investidores se preparavam para a divulgação de resultados.

Confira abaixo a recomendação para os papéis do Bradesco das casas que tivemos acesso antes do balanço:

ANALISTARECOMENDAÇÃOPREÇO-ALVO
ITAÚ BBAVENDAR$ 14
SANTANDERVENDAR$ 14
GOLDMAN SACHSNEUTRAR$ 14
BANK OF AMERICANEUTRAR$ 15
BTG PACTUALNEUTRAR$ 16
XPNEUTRAR$ 18
SAFRANEUTRAR$ 19
JP MORGANCOMPRAR$ 19

Conteúdo em atualização.

Compartilhe

FUTURA POTÊNCIA?

Para o Santander, expansão da IA e demanda por data centers são oportunidades para o Brasil. Veja quais empresas e setores na Bolsa podem se beneficiar

12 de julho de 2024 - 20:00

Segundo o banco, país possui “excesso de oferta” de energia e diversas fontes renováveis

FUSÕES E AQUISIÇÕES

Indo às compras: Suzano adquire fábricas de empresa de embalagens nos EUA por US$ 110 milhões

12 de julho de 2024 - 19:12

Acordo ocorre semanas após a companhia desistir de tratativas para comprar a International Paper por US$ 15 bilhões

A GRANDE APOSTA

Não aposte contra a Nvidia: Para investidor do ‘Big Short’, seria insano apostar na queda da ação da gigante dos chips de inteligência artificial

12 de julho de 2024 - 18:31

Conhecido por fazer fortuna na crise de 2008 com apostas short, Steve Eisman afirma que investidores que operam vendidos nas big techs como a Nvidia têm um “desejo de morte”

ARROZ EM ALTA

Camil (CAML3) sobe 8% após balanço, mas recomendação de compra não é unanimidade entre os bancos

12 de julho de 2024 - 13:45

Resultados do primeiro trimestre divulgados pela companhia animaram o mercado. No entanto, o impulso motivado pela alta no preço do arroz tem data para acabar

DIVIDINDO A RESPONSABILIDADE

Por que a Vale (VALE3) fechou acordo com a BHP em processos no exterior por rompimento de barragem em Mariana 

12 de julho de 2024 - 12:12

O contrato assinado com a BHP tem relação com os processos de ações coletivas no Reino Unido e Holanda ligados ao rompimento da barragem de Fundão

Reforço de caixa

Eletrobras pode levantar até R$ 3,3 bi com oferta secundária de ações da CTEEP (TRLP4); mercado reage e papel tem a maior queda do Ibovespa

12 de julho de 2024 - 11:28

Companhia anuncia venda de 60 milhões de papéis da subsidiária, que pode ser acrescida de mais 70 milhões caso haja demanda

AINDA UMA PENNY STOCK

Em meio a aumento bilionário de capital, Americanas (AMER3) adia grupamento de ações

11 de julho de 2024 - 19:57

Grupamento de ações ordinárias e aquisição do controle da varejista pelos acionistas de referência com aumento de capital foram aprovados nesta semana pelo Cade

CÉU AZUL

Itaú BBA iniciou cobertura da Latam com recomendação de compra e chances de ação decolar 41%; os motivos você confere aqui

11 de julho de 2024 - 19:01

São três pilares que sustentam uma visão positiva sobre a empresa, e quase todos têm a ver com ajustes após a saída do chapter 11

CONSELHO APROVOU

Por que a Santos Brasil (STBP3) quer devolver R$ 1,6 bilhão aos acionistas? Confira a proposta de redução de capital da companhia

11 de julho de 2024 - 18:57

A operação deve ser realizada sem o cancelamento de ações e com restituição em dinheiro aos investidores, mas ainda precisa ser aprovada pelos acionistas

OPERAÇÃO DISCLOSURE

A fraude bilionária na Americanas (AMER3): procurador do MPF pede a extradição do ex-CEO Miguel Gutierrez na Espanha

11 de julho de 2024 - 18:41

Investigado pela operação Disclosure, o executivo teve a prisão decretada pela Justiça, mas permanece solto por ter cidadania brasileira e espanhola

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar