🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-03-15T19:52:11-03:00
Carolina Gama
BALANÇO

Yduqs (YDUQ3) reduz prejuízo no quarto trimestre e vê base de alunos crescer 63%; confira o desempenho da empresa

Se considerarmos os resultados com ajustes, a empresa teve lucro líquido de R$ 2,2 milhões entre outubro e dezembro, uma queda de 97,6% em relação ao mesmo período do ano anterior

15 de março de 2022
19:52
Yduqs
Yduqs - Imagem: Divulgação

A Yduqs (YDUQ3) reduziu prejuízo de R$ 102,6 milhões para R$ 74,3 milhões no quarto trimestre de 2021 - uma melhora de 27,6% na comparação anual. A empresa viu sua base de alunos somar 1,2 milhão, um crescimento anual de 63,1%. 

Se considerarmos os resultados com ajustes, a Yduqs teve lucro líquido de R$ 2,2 milhões entre outubro e dezembro, uma queda de 97,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

A receita líquida, por sua vez, totalizou R$ 1,05 bilhão, o que representa um aumento anual de 9,1%. A receita ajustada alcançou R$ 1,07 bilhão, uma alta de 2,4% na mesma base de comparação. 

O desempenho da Yduqs no ano

Em 2021, a Yduqs registrou lucro líquido de R$ 158,2 milhões, um aumento de 61,1% em relação a 2020. Se olharmos para os dados ajustados, houve uma queda de 41,8%, para R$ 356,5 milhões.

A receita líquida da companhia alcançou R$ 4,391 bilhões, um aumento de 14% ante o ano anterior, com os segmentos Premium e Digital sendo os principais drivers de crescimento. 

  • IMPORTANTE: liberamos um guia gratuito com tudo que você precisa para declarar o Imposto de Renda 2022; acesse pelo link da bio do nosso Instagram e aproveite para nos seguir. Basta clicar aqui

No critério ajustado, a receita líquida somou R$ 4,426 bilhões, uma alta de 8,7% na mesma base de comparação. 

A Yduqs explica que as aquisições geraram uma receita líquida de R$ 800,3 milhões em 2021, mais do que compensando a queda de 9,8% do segmento presencial, ainda afetado pelos efeitos da pandemia e perda do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Base de alunos

A empresa somou 1,2 milhão de alunos em sua base total, uma alta de 63,1%. 

Entre os segmentos, o Premium totalizou 12,5 mil alunos com um crescimento de 5,5% ante o quarto trimestre de 2020. 

O desempenho do Premium reflete um aumento de 20,2% na graduação de medicina e da estabilidade da base IBMEC, que fechou o trimestre com 4,8 mil alunos - 0,9% a mais na comparação ano a ano.

A base de alunos de graduação de medicina fechou 2021 com 6,5 mil alunos. A expectativa da empresa é encerrar 2022 com uma base entre 7,1 mil a 7,5 mil estudantes nesse curso.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

NOITE CRIPTO

Na luta: bitcoin (BTC) opera em alta, mas performance não dá inveja; confira cotações

Apesar do avanço, o último mês foi o pior da história do bitcoin. A queda de 37,9% se consolidou como a mais terrível da história, desbancando maio de 2021, quando o recuo foi de 35,4%

PROBLEMAS FINANCEIROS

Tenda (TEND3) negocia com credores e consegue sinal verde para flexibilizar endividamento

Os detentores de debêntures da empresa aceitaram mudar os termos das dívidas em troca de garantias – e remuneração – extras

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

‘Pane’ nas exchanges, os limites para a Rússia e a queda do Ibovespa; confira os destaques do dia

Os corredores do mercado financeiro estavam mais silenciosos do que o habitual nesta segunda-feira (04).  Nos Estados Unidos, as bolsas em Wall Street ficaram fechadas devido ao feriado do Dia da Independência americana, mas parece que boa parte dos investidores brasileiros também deu uma esticadinha no fim de semana.  Sem Nova York e com o […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa cai abaixo dos 99 mil pontos em dia de baixa liquidez; dólar e juros sobem com petróleo

Sem Wall Street, o Ibovespa teve um dia de movimentação limitada. Apesar da alta do petróleo, o índice não conseguiu se consolidar em alta

ELEIÇÕES 2022

Quem é Maria Luiza Ribeiro Viotti, a primeira mulher a comandar o Itamaraty se Lula vencer as eleições?

A indicação de uma mulher para o Itamaraty contemplaria o movimento feminino na diplomacia, que ganhou força política no Congresso e foi incentivado por Amorim no passado; o Brasil nunca teve uma chanceler

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies