2022-03-24T23:33:08-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
BALANÇO

Ainda sem Intermédica no balanço, lucro líquido da Hapvida (HAPV3) cai 36% em 2021 e fica em R$ 500 milhões

No começo deste mês, as duas empresas revelaram ao mercado as estimativas de ganhos de sinergia a partir da combinação dos negócios.

23 de março de 2022
18:32 - atualizado às 23:33
Prédio da Hapvida - Imagem: Divulgação

Com a temporada de balanços cada vez mais movimentada, é difícil para o investidor dividir sua atenção entre todas as empresas brasileiras do dia. Nesta quarta-feira (23), porém, um nome se destaca entre a dezena de companhias que divulgam os resultados hoje: a Hapvida Intermédica (HAPV3).

A gigante mundial entre as provedoras de saúde, que ganhou o nome composto após a megafusão com a NotreDame Intermédica, registrou lucro líquido de R$ 500 milhões em 2021, queda de 36,3% na comparação com o ano anterior.

No quarto trimestre, porém, o indicador saltou 112,4% em relação ao mesmo período de 2020 e foi a R$ 200,2 milhões. Já a receita líquida teve alta mais tímida, de 14,3%, para R$ 2,6 bilhões.

O Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) recuou 10%, na mesma base de comparação, para R$ 388,4 milhões. A queda em 2021 foi mais acentuada, de 28,8%, no acumulado anual.

Entre as métricas mais importantes do setor, a sinistralidade caixa subiu 5,4 pontos percentuais entre outubro e dezembro, para 64,9%. No ano, o índice avançou 8,8 p.p e foi a 65,2%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Mas a empresa destaca que, se excluídos os custos relacionados à covid-19, despesas médicas de companhias recém-adquiridas e o impacto do reajuste negativo dos planos individuais, "a sinistralidade caixa teria sido de 59,5% em 2021 e de 61,2% no 4T21, em linha com o nosso histórico para períodos comparativos".

Hapvida e Intermédica: união de gigantes

Em dezembro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a fusão entre Hapvida (HAPV3) e Intermédica (GNDI3).

"Essa operação será transformacional para o país já que a criação de um player verticalizado e integrado com presença nacional é única e permitirá oferecer uma proposta de valor superior para os clientes, expandindo e democratizando o acesso à saúde de qualidade", destaca, em nota, a Hapvida.

No início do mês anterior, as duas empresas revelaram ao mercado as estimativas de ganhos de sinergia a partir da combinação dos negócios.

A gigante deverá obter R$ 1,38 bilhão de sinergias operacionais de Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) adicional a partir de 2025. Os ganhos vão ocorrer gradualmente nos próximos três anos com a integração das operações das empresas.

Na B3, as ações da Intermédica (GNDI3) foram incorporadas pela Hapvida (HAPV3) e deixaram de ser negociadas no mês passado. Os novos papéis HAPV3 começaram a ser negociados em 14 de fevereiro.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O SOL HÁ DE BRILHAR MAIS UMA VEZ

Cemig (CMIG4) amplia presença em energia solar em negócio milionário; confira os detalhes do negócio

A transação envolve três usinas fotovoltaicas e reforça a estratégia da companhia de crescimento sustentável no mercado de geração distribuída

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa abaixo dos 100 mil novamente, presidente da Caixa pede demissão e o salvador do mundo cripto; confira os destaques do dia

As últimas semanas parecem ter inaugurado um novo modus operandi no mercado financeiro: não há boa notícia ao amanhecer que perdure até o anoitecer.  Alta de commodities, alívio no cenário fiscal, retomada econômica chinesa. Pode escolher a sua arma, nada parece forte o suficiente para enfrentar o temor de uma recessão global e de um […]

Nova aquisição

Ambipar (AMBP3) volta às compras e adquire a Bioenv, que desenvolve projetos de monitoramento do meio ambiente

Como a compra foi feita por meio da controlada Ambipar Response ES S.A., não precisará ser aprovada pelos acionistas da empresa mãe

FECHAMENTO DO DIA

Temor de recessão segue forte e Ibovespa volta a perder os 100 mil pontos; dólar cai com PEC melhor que o esperado

O Ibovespa chegou a amanhecer no azul, mas os temores que rondam o mercado falaram mais alto

CONTROLE DE DANOS

Pedro Guimarães entrega carta de demissão a Jair Bolsonaro e rebate acusações de assédio; veja quem o sucederá na presidência da Caixa

Guimarães deixa o cargo em meio a uma investigação do Ministério Público Federal por múltiplas denúncias de assédio sexual