O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-03-31T08:40:17-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Serviço ameaçado

Saiba quanto ganham os servidores do Banco Central, que ameaçam greve que pode parar o PIX

Os servidores do Banco Central querem aumento de 26,6%, que pode levar o salário mensal de um analista no topo de carreira para quase R$ 35 mil

30 de março de 2022
15:46 - atualizado às 8:40
Edifício-sede do Banco Central, em Brasília
Edifício-sede do Banco Central, em Brasília - Imagem: Rodrigo Oliveira/Caixa Econômica Federal - Flickr/BCB

Os funcionários do Banco Central ameaçam entrar em greve a partir desta sexta-feira. E essa paralisação pode interromper um serviço que caiu no gosto dos brasileiros: o PIX.

Uma greve mais forte pode inclusive parar o serviço gratuito de transferência de dinheiro, segundo o Sindicato Nacional de Funcionários do Banco Central (Sinal).

Para você ter uma ideia da importância que o PIX ganhou na vida do brasileiro, as operações superaram pela primeira vez os pagamentos com cartões de crédito e débito no quarto trimestre de 2021, de acordo com reportagem do Valor Econômico.

Greve do Banco Central não afeta só o PIX

Outras atividades do BC também podem ser prejudicadas com a greve no Banco Central. Entre elas, a distribuição de cédulas e moedas, as operações de mercado aberto, a divulgação do Boletim Focus (com projeções de economistas) e de "diversas taxas" e o funcionamento do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Os servidores do órgão querem aumento de 26,6%. O movimento ganhou força depois que o governo de Jair Bolsonaro anunciou que daria aumento para os policiais, mas deixou outras categorias do funcionalismo de fora.

Mas você sabe quanto ganham hoje os funcionários do BC? Saiba a seguir os valores e depois comente o que você acha da greve.

  • MUDANÇAS NO IR 2022: baixe o guia gratuito sobre o Imposto de Renda deste ano e evite problemas com a Receita Federal; basta clicar aqui.

Banco Central: salários de até R$ 27 mil por mês

As duas principais categorias de servidores do Banco Central são os técnicos e os analistas. A primeira é formada por funcionários de nível médio e a outra um cargo para nível superior. Eles não recebem aumento desde 2019.

O salário mensal de um técnico começa em R$ 7.283,31, de acordo com dados disponíveis no site do BC. Conforme avança na carreira, a remuneração pode chegar a R$ 12.514,58.

Já o salário de analista varia de R$ 19.197,06 a R$ 27.369,67 por mês. Apenas para efeito de simulação, um aumento de 26,6% faria com que um analista no auge da carreira passasse a receber mensalmente R$ 34.650,00.

Existe ainda uma terceira categoria de servidores do BC, os procuradores do órgão, que ganham entre R$ 21.014,49 e R$ 27.303,70.

A remuneração dos servidores inativos é a mesma dos reajustes dos funcionários da ativa para o mesmo cargo e função.

Para o sindicato, PIX não é essencial

O presidente do Sinal, Fábio Faiad, disse que que a greve dos servidores do BC será feita respeitando a lei de serviços essenciais, mas destacou que o PIX e outras atividades do BC não se encontram dentro do escopo dessa lei, "portanto podem sofrer paralisações parciais e até totais".

Para a quinta-feira, está prevista uma reunião, provavelmente com a Diretoria de Administração do BC, para definir os serviços essenciais. O Sinal ainda afirmou que as paralisações diárias das 14 horas às 18 horas, que ocorrem desde o dia 17 de março, vão continuar até a quinta. E que os atrasos no Boletim Focus e divulgação de taxas devem continuar.

E você, o que acha da greve dos servidores do BC? Deixe seu comentário logo abaixo.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Leia também:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

CVM recua e libera distribuição de dividendos do fundo imobiliário Maxi Renda FII (MXRF11) com base no ‘lucro caixa’ — relembre o caso

A xerife do mercado de capitais reconheceu “a existência de obscuridade e contradição” na decisão original

Superou o trauma? Bitcoin (BTC) segue no patamar de US$ 30 mil; saiba se a maior criptomoeda do mundo sustentará esse nível

BTC terá também que superar os críticos às moedas digitais, que não pouparam esforços para injetar ainda mais medo nesse mercado já extremamente desorientado

CEO do JP Morgan leva cartão vermelho de acionistas e pode ficar sem bônus milionário, entenda a decisão rara

A desaprovação foi a primeira desde que o conselho do banco norte-americano enfrentou um voto negativo sobre compensações desde que as regras foram introduzidas, há mais de uma década

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Hapvida, Magazine Luiza e Nubank tombam, mas Ibovespa fecha o dia no azul; confira os destaques desta terça-feira

O maior apetite ao risco e a expectativa de manutenção no ritmo de alta no juro nos Estados Unidos ajudou o Ibovespa, que teve um dia de ganho

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sustenta alta após susto inicial com Powell; dólar cai abaixo dos R$ 5

O Ibovespa fechou o dia longe das mínimas, mas o dólar caiu 2% com o apetite por risco no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies