🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
PLANO DE CONTINGÊNCIA

Funcionários do Banco Central prometem greve para sexta; o PIX está ameaçado?

Diversos serviços já foram afetados, mas autoridade monetária afirma ter plano de contingência para manter PIX funcionando

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
29 de março de 2022
11:02
Banco Central Pix
Em poucos meses, PIX transformou-se em um dos principais meios de pagamento no Brasil - Imagem: Shutterstock

O PIX está em funcionamento há pouco mais de um ano, mas caiu rapidamente no gosto dos brasileiros.

As transações pelo sistema de pagamento instantâneo do Banco Central vêm superando consistentemente a marca de R$ 550 bilhões por mês.

Ninguém vai se espantar se o PIX transformar-se em breve no principal meio de pagamento em funcionamento no Brasil.

Entretanto, a greve por tempo indeterminado convocada pelos servidores para ter início na sexta-feira, 1º de abril, passou a alimentar temores de que os brasileiros venham a ter problemas para usar o PIX.

O que reivindicam os servidores do Banco Central

A categoria cobra do governo um reajuste salarial de 26,3%. Os servidores exigem também a reestruturação do plano de carreira dentro da autoridade monetária.

Dos quase 1,6 mil servidores que participaram da deliberação, 82% votaram pela paralisação total das atividades a partir de 1º de abril.

Os funcionários concursados do Banco Central vinham cobrando do presidente da instituição, Roberto Campos Neto, um posicionamento do governo sobre a possibilidade de reajuste salarial.

Embora seja pessoalmente contrário a reajustes nos salários do funcionalismo público neste momento, Campos Neto chegou a encaminhar ofício ao Ministério da Economia solicitando que os servidores do BC recebam reajuste caso o governo decida aumentar os salários de outras categorias. Entretanto, nenhuma garantia foi dada aos funcionários do Banco Central, a quem cabe o controle do PIX.

Por que choram, afinal?

Os analistas do Banco Central ganham de R$ 19 mil a R$ 27 mil por mês. Já o salário dos quadros técnicos da autarquia é consideravelmente menos alto, variando entre R$ 7,5 mil e R$ 12,5 mil.

Desnecessário dizer que os valores encontram-se muito acima da realidade da maioria dos brasileiros. No entanto, é necessário questionar: do que eles reclamam, afinal?

No fim do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro prometeu reajustes a policiais federais e rodoviários.

Bolsonaro não oficializou o reajuste aos policiais até agora. Porém, a promessa levou representantes de diversas outras categorias do funcionalismo público a reivindicarem o mesmo tratamento.

Por que a preocupação com o PIX

Os servidores do BC têm realizado paralisações diárias de quatro horas, das 14h às 18h, desde 17 de março. Até o momento, a “operação padrão” não afetou o PIX, mas já teve impacto sobre uma série de atividades exclusivas do BC.

O movimento tem atrasado, por exemplo, divulgações como a Pesquisa Focus, o resultado do Questionário Pré-Copom, os dados de fluxo cambial e até mesmo a apuração diária da taxa de câmbio de referência, mais conhecida como Ptax.

Ontem, o BC informou que não divulgará nesta semana as estatísticas econômico-financeiras de fevereiro. A assessoria de imprensa da autoridade monetária informou que uma nova data de publicação será divulgada "oportunamente".

Plano de contingência para o PIX

A preocupação é de que os efeitos se espraiem para serviços mais amplos, como as operações com o PIX, que em poucos meses transformou-se em um dos principais meios de pagamento no Brasil.

Nos últimos dias, Campos Neto assegurou que a autoridade monetária dispõe de “esquemas de contingência” para manter suas atividades caso o movimento evolua para uma greve geral dos funcionários.

Hoje, por meio de nota, a direção do BC informou que:

  • a) reconhece o direito dos servidores de promoverem manifestações organizadas;
  • b) confia na histórica dedicação, qualidade e responsabilidade dos servidores e de seu compromisso com a Instituição e com a sociedade;
  • c) tem planos de contingência para manter o funcionamento dos sistemas críticos para a população, os mercados e as operações das instituições reguladas, tais como STR, Pix, Selic, entre outros.

Se o plano de contingência vai funcionar, entretanto, só vamos saber na prática - se a greve dos servidores não for revertida.

*Com informações do Estadão Conteúdo.

NÃO PERCA! REAL DIGITAL 2022: CRIPTOMOEDA brasileira será novo PIX?

Compartilhe

SOBE MAIS UM POUQUINHO?

Campos Neto estragou a festa do mercado e mexeu com as apostas para a próxima reunião do Copom. Veja o que os investidores esperam para a Selic agora

15 de setembro de 2022 - 12:41

Os investidores já se preparavam para celebrar o fim do ciclo de ajuste de alta da Selic, mas o presidente do Banco Central parece ter trazido o mercado de volta à realidade

PREVISÕES PARA O COPOM

Um dos maiores especialistas em inflação do país diz que não há motivos para o Banco Central elevar a taxa Selic em setembro; entenda

10 de setembro de 2022 - 16:42

Heron do Carmo, economista e professor da FEA-USP, prevê que o IPCA registrará a terceira deflação consecutiva em setembro

OUTRA FACE

O que acontece com as notas de libras com a imagem de Elizabeth II após a morte da rainha?

9 de setembro de 2022 - 10:51

De acordo com o Banco da Inglaterra (BoE), as cédulas atuais de libras com a imagem de Elizabeth II seguirão tendo valor legal

GREVE ATRASOU PLANEJAMENTO

Banco Central inicia trabalhos de laboratório do real digital; veja quando a criptomoeda brasileira deve estar disponível para uso

8 de setembro de 2022 - 16:28

Essa etapa do processo visa identificar características fundamentais de uma infraestrutura para a moeda digital e deve durar quatro meses

FAZ O PIX GRINGO

Copia mas não faz igual: Por que o BC dos Estados Unidos quer lançar um “Pix americano” e atrelar sistema a uma criptomoeda

30 de agosto de 2022 - 12:08

Apesar do rali do dia, o otimismo com as criptomoedas não deve se estender muito: o cenário macroeconômico continua ruim para o mercado

AMIGO DE CRIPTO

Com real digital do Banco Central, bancos poderão emitir criptomoeda para evitar “corrosão” de balanços, diz Campos Neto

12 de agosto de 2022 - 12:43

O presidente da CVM, João Pedro Nascimento, ainda afirmou que a comissão será rigorosa com crimes no setor: “ fraude não se regula, se pune”

AGORA VAI!

O real digital vem aí: saiba quando os testes vão começar e quanto tempo vai durar

10 de agosto de 2022 - 19:57

Originalmente, o laboratório do real digital estava previsto para começar no fim de março e acabar no final de julho, mas o BC decidiu suspender o cronograma devido à greve dos servidores

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

O ciclo de alta da Selic está perto do fim – e existe um título com o qual é difícil perder dinheiro mesmo se o juro começar a cair

2 de agosto de 2022 - 5:58

Quando o juro cair, o investidor ganha porque a curva arrefeceu; se não, a inflação vai ser alta o bastante para mais do que compensar novas altas

PRATA E CUPRONÍQUEL

Banco Central lança moedas em comemoração ao do bicentenário da independência; valores podem chegar a R$ 420

26 de julho de 2022 - 16:10

As moedas possuem valor de face de 2 e 5 reais, mas como são itens colecionáveis não têm equivalência com o dinheiro do dia a dia

AGRADANDO A CLIENTELA

Nubank (NUBR33) supera ‘bancões’ e tem um dos menores números de reclamações do ranking do Banco Central; C6 Bank lidera índice de queixas

21 de julho de 2022 - 16:43

O banco digital só perde para a Midway, conta digital da Riachuelo, no índice calculado pelo BC

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar