A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-06-29T17:15:26-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa firma queda e dólar recua com fraqueza em Nova York e PEC no radar

29 de junho de 2022
9:04 - atualizado às 17:15

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais amanheceram com a aversão ao risco dominando o sentimento geral do mercado. Permanece no radar do dia o Fórum do BCE tem painel com presidente do banco, Christine Lagarde, presidentes do Fed, Jerome Powell, e do BoE, Andrew Bailey, e gerente geral do BIS, Agustín Carstens. Por aqui, o Ibovespa acompanha os desdobramentos da PEC dos Combustíveis.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados globais hoje, além das principais notícias do dia.

O Ibovespa fechou com queda de 0,96% aos 99.621,58 pontos.

O dólar à vista encerrou o dia em queda de 1,39%, a R$ 5,1930

SINAL VERDE

A Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a venda de parte da frota da Unidas (LCAM3) para o Grupo Brookfield, dono da locadora Ouro Verde.

A operação faz parte das condições estabelecidas pelo próprio órgão para permitir a fusão da companhia com a Localiza (RENT3).

SAIBA MAIS AQUI

COMMODITIES EM QUEDA

No mercado de commodities, o barril do petróleo WTI para agosto fechou em baixa de 1,17%, a US$ 112, enquanto o Brent para setembro caiu 1,77%, a US$ 109,78 — ambos vinham de três sessões seguidas de alta.

Já a tonelada do minério de ferro negociado no porto chinês de Qingdao — referência para os preços à vista — recuou 0,94% nesta quarta, a US$ 123,65.

FUGINDO DE PUTIN

No filme “Corra, Lola, Corra”, a personagem central corre pelas ruas de Berlim para salvar o namorado da ira do chefe.

Na vida real, os europeus aceleram o passo na tentativa de encontrar uma rota de fuga para escapar da fúria do presidente Vladimir Putin — e da dependência do continente do gás natural russo.

SAIBA MAIS

UNIDAS (LCAM3) APÓR CADE

As ações da Unidas (LCAM3) zeraram as perdas do dia após a Superintendência do Cade aprovar, sem restrições, a venda de parte da frota para o Grupo Brookfield, no âmbito da fusão da empresa com a Localiza (RENT3).

A operação fará com que a Brookfield — dona da Ouro Verde, que atua no mercado de gestão de frotas — entre no segmento de locação de veículos. Com o aval do Cade, as ações LCAM3 avançavam 0,04%, por volta de 14h40, cotadas a R$ 23,48.

SAIBA MAIS

As bolsas em Wall Street passaram todas para o campo negativo, derrubando o Ibovespa, que segue renovando mínimas.

FINALMENTE SAIU!

Depois de dois adiamentos, a Oi (OIBR3) finalmente apresentou o seu balanço do primeiro trimestre de 2022 e agradou o mercado.

A empresa de telecomunicações revelou ontem ter saído de um prejuízo de R$ 3,038 bilhões nos primeiros três meses do ano passado para um lucro de R$ 1,782 bilhão no mesmo período deste ano.

Com isso, as ações sobem forte nesta quarta-feira (29) — e tem analista apostando que 0s papéis podem subir mais de 100%. Confira os detalhes. 

PACOTE DE BONDADES

Nesta manhã, o parecer da PEC dos combustíveis foi finalmente apresentado: o Auxílio Brasil será elevado em R$ 200 e expandido para mais 1,6 mil famílias, o vale-gás dará direito a R$ 120 por bimestre para a compra de um botijão, um auxílio de R$ 1 mil para transportadores autônomos será implementado, compensação para a gratuidade da passagem de idosos no transporte público e redução da tributação do etanol hidratado.

Confira os principais pontos do texto e o custo para os cofres públicos.

NOVO CORTE PARA A WEG

Nesta manhã, o UBS BB reduziu o preço-alvo da WEG(WEGE3), mas manteve a recomendação neutra para os papéis.

Após o resultado que decepcionou no primeiro trimestre, os analistas do banco reduziram a projeção de R$ 35 para R$ 30. Ex-queridinha do mercado, as ações da companhia registram forte queda em 2022.

A deterioração do cenário externo voltou a pressionar o Ibovespa e o principal índice da bolsa perdeu o patamar dos 100 mil pontos. O dólar à vista, que havia começado o dia em forte queda, agora reduziu o ritmo de alívio.

MERCADO DE JUROS

Com o impacto fiscal da PEC dos combustíveis menor do que o esperado pelo mercado, os principais contratos de DI operam em leve queda.  O custo total da PEC deve ser de R$ 38,7 bilhões.

Segundo o parecer apresentado nesta quarta-feira (29), o Auxílio Brasil será elevado em R$ 200 e expandido para mais 1,6 mil famílias, o vale-gás dará direito a R$ 120 por bimestre para a compra de um botijão, um auxílio de R$ 1 mil para transportadores autônomos será implementado, compensação para a gratuidade da passagem de idosos no transporte público e redução da tributação do etanol hidratado.

Confira:

CÓDIGO NOME  ULT  FEC
DI1F23 DI jan/23 13,81% 13,79%
DI1F25 DI Jan/25 12,91% 12,89%
DI1F26 DI Jan/26 12,80% 12,79%
DI1F27 DI Jan/27 12,85% 12,84%
SOBE E DESCE

Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGO NOME ULT VAR
RDOR3 Rede D’Or ON R$ 29,46 4,14%
SULA11 SulAmérica units R$ 22,13 2,93%
PRIO3 PetroRio ON R$ 23,05 1,72%
BBSE3 BB Seguridade ON R$ 25,95 1,96%
CYRE3 Cyrela ON R$ 11,90 1,97%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
POSI3 Positivo Tecnologia ON R$ 5,74 -4,01%
ALPA4 Alpargatas PN R$ 19,02 -3,40%
CVCB3 CVC ON R$ 7,44 -3,38%
ENEV3 Eneva ON R$ 14,86 -3,19%
AZUL4 Azul PN R$ 12,60 -3,08%

Pelo terceiro dia seguido o Ibovespa não conseguiu sustentar o movimento de alta visto na abertura. Apesar do alívio no campo fiscal, com a PEC dos combustíveis exibindo um custo menor do que o esperado, a preocupação com o aumento da taxa de juros no exterior pesa.

UBS E O FUTURO DA ELETROBRAS (ELET3;ELET6)

Em relatório divulgado nesta manhã, o UBS afirma que a Eletrobras (ELET3;ELET6) é uma das top picks em seu universo de cobertura, afirmando que, num futuro próximo, a empresa deve “gerar valor através da comercialização de energia, redução de despesas operacionais e melhor administração do balanço”.

Quanto aos próximos passos pós-privatização, o banco suíço diz que a decisão quanto a um novo CEO será importante, e que um nome com conhecimento técnico e habilidade política é fundamental para o cargo. O UBS tem recomendação de compra para ELET3 e preço-alvo de R$ 70 em 12 meses, o que implica num potencial de alta de 53% em relação à cotação atual.

FINLÂNDIA E SUÉCIA SÃO CONVIDADAS PARA OTAN

A Otan confirmou o convite formal de Finlândia e Suécia para fazerem parte da aliança militar.

O fim da neutralidade dos países era motivo de críticas da Rússia após o início da guerra. Com isso, espera-se uma escalada da tensão na região.

 

O Ibovespa encerrou os leilões de abertura em alta de 0,50%, aos 101.016 pontos.

Já o dólar à vista opera em queda de 1,01%, aos R$ 5,2150.

PIBINHO DOS EUA

A atividade econômica dos Estados Unidos registrou queda de 1,6% no primeiro trimestre deste ano na terceira e última leitura do índice.

O resultado ficou abaixo da estimativa anterior e da previsão do The Wall Street Journal, que esperava recuo de 1,5%.

Após a divulgação, as bolsas de Nova York passaram a operar com volatilidade.

OLHA O APERTO

A presidente da distrital do Federal Reserve em Cleveland, Loretta Mester, afirmou que defenderá um novo aumento de juros de 75 pontos-base na reunião de política monetária de julho se as condições econômicas permaneceram as mesmas.

Em entrevista à emissora CNBC nesta quarta-feira (29), Mester afirmou que o debate do Fed no próximo mês será sobre optar entre uma alta de 50 pontos-base ou um ajuste de 75 pontos-base.

Mester ainda disse que aumentos de juros são “muito necessários” para reduzir a inflação dos EUA, que está nos maiores níveis em cerca de quatro décadas.

A representante do Fed falou na cidade portuguesa de Sintra, onde participa do Fórum do Banco Central Europeu (BCE).

O Ibovespa futuro abriu em alta de 0,26%, aos 102.365 pontos.

No mesmo horário, o dólar à vista operava em queda de 0,12%, cotado a R$ 5,2596.

CYRELA (CYRE3) ANUNCIA RECOMPRA

A Cyrela (CYRE3) é mais uma empresa a embarcar na onda da recompra de ações. Há pouco, a companhia informou que pretende adquirir até 13 milhões de papéis, o equivalente a 4,74% de seu capital social; como de praxe, a companhia diz que o programa servirá para gerar valor aos acionistas.

A incorporadora tem tido um desempenho negativo na bolsa, em linha com o restante do setor. Desde o começo de 2022, as ações CYRE3 acumulam perdas de mais de 20%; em um ano, a desvalorização já supera os 45%

BOLSAS NO EXTERIOR

As bolsas amanheceram com a cautela nas alturas antes da publicação dos dados de inflação dos Estados Unidos.

Há também uma expectativa geral dos mercados em relação ao encontro dos presidentes dos maiores BCs do mundo.

O Fórum do BCE tem painel com presidente do banco, Christine Lagarde, presidentes do Fed, Jerome Powell, e do BoE, Andrew Bailey, e gerente geral do BIS, Agustín Carstens nesta quarta-feira.

  • Dow Jones futuro: -0,10%
  • S&P 500 futuro: -0,25%
  • Nasdaq futuro: -0,37%
  • Euro Stoxx 50: -1,36%
  • China (Xangai): -1,40% (fechado)
  • Japão (Nikkei): -0,91% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 114,67 (-0,76%)
  • Minério de ferro (Dalian, China): US$ 119,97 (+2,29%)
OPORTUNIDADE DE SWING TRADE NA BOLSA

Nosso colunista Nilson Marcelo identificou uma oportunidade no pregão de hoje na bolsa brasileira: lucro acima de 4% em swing trade com a Taurus Armas (TASA4).

Leia aqui a recomendação completa do analista.

DEMOROU MAS FOI: O BALANÇO DA OI (OIBR3)

Depois de adiar por duas vezes a divulgação dos resultados referentes ao primeiro trimestre de 2022, a Oi (OIBR3) divulgou o balanço do período no fim da noite de ontem.

No documento, a Oi afirma ter saído de um prejuízo de R$ 3,038 bilhões nos primeiros três meses do ano passado para um lucro de R$ 1,782 bilhão no mesmo período deste ano.

Confira os destaques dos resultados da empresa na nossa reportagem. 

ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! O medo da recessão voltou a dominar as bolsas pelo mundo, com os investidores respirando o ar de cautela desde o final da última terça-feira (29).

Os temores envolvendo inflação, juros e uma possível recessão dos Estados Unidos injetam ainda mais volatilidade nos mercados acionários internacionais.

O fechamento dos negócios na Ásia e Pacífico que o digam: depois de ampliar os ganhos da semana passada e sustentar alta com o alívio das restrições chinesas, as bolsas caíram junto com o fechamento de Wall Street ontem.

Na Europa, o panorama é parecido.

Os investidores acompanham os EUA, mas também de olho no painel do Banco Central Europeu (BCE), que conta com nomes de peso como a presidente do BCE, Christine Lagarde, presidente do Fed, Jerome Powell, e o presidente do Bank of England (BoE), Andrew Bailey, no encontro desta quarta-feira.

Já no pré-mercado de Nova York, as bolsas recuam levemente antes da leitura final dos dados do PIB do 1º trimestre.

Vale lembrar que na primeira apuração a expectativa era de alta, mas o indicador recuou na contramão das estimativas, o que gerou certo pânico nos mercados.

Enquanto o exterior vive sua própria dinâmica, o investidor brasileiro precisa lidar com problemas.

A começar pela PEC dos Combustíveis, que deve ter seu relatório apresentado nesta quarta-feira e é o grande destaque dos negócios no Congresso Nacional.

O adiamento do relatório pressionou a curva de juros no final do pregão de ontem.

Por falar na sessão anterior, o Ibovespa encerrou os negócios em queda de 0,17%, a 100.591 pontos.

Por sua vez, o dólar à vista encerrou o dia em alta de 0,60%, a R$ 5,2660, e o mercado de juros, nas máximas.

Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta quarta-feira (29). 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, que equivale a 22% de crescimento no período

BALANÇO DA HOLDING

Lucro líquido da Itaúsa (ITSA4) recua 12,5% no segundo trimestre, mas holding anuncia JCP adicional; confira os destaques do balanço

15 de agosto de 2022 - 19:52

A Itaúsa (ITSA4) esperou até o último dia da temporada de balanços para revelar os números do segundo trimestre. E a paciência dos investidores não foi recompensanda: a companhia lucrou R$ 3 bilhões, uma queda de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano passado. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) sobre o […]

BALANÇO

Resultado da Méliuz (CASH3) piora e empresa de cashback registra prejuízo líquido de R$ 28,2 milhões no segundo trimestre

15 de agosto de 2022 - 19:07

Os papéis da Méliuz amargam perdas de 87% no ano, mas entraram no mês de agosto em tom mais positivo, com ganho mensal de 7%

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Magazine Luiza (MGLU3) dá a volta por cima, XP vai às compras e futuro do ethereum; confira os destaques do dia

15 de agosto de 2022 - 18:52

Há pouco mais de dois meses, quando conversei com diversos analistas e gestores de mercado sobre as expectativas para o segundo semestre, poucos foram aqueles que apostaram nos setores de grande exposição à economia doméstica como boas alternativas para a segunda metade do ano.  Não que empresas ex-queridinhas como Magazine Luiza (MGLU3), Via (VIIA3) e […]

ACIONISTAS FELIZES

Dividendos: Itaúsa (ITSA4) pagará JCP adicional e data de corte é nesta semana; veja como receber

15 de agosto de 2022 - 18:47

Vale lembrar que, após a data de corte, as ações serão negociadas “ex-direitos” e passarão por um ajuste na cotação referente aos proventos já alocados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies