Menu
2021-01-20T07:43:44-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
desinvestimento

Ultrapar negocia compra de refinaria da Petrobras no Rio Grande do Sul

Estatal aprova proposta vinculante da dona da rede de postos de combustíveis Ipiranga e da Ultragaz, como parte de processo de desinvestimento no setor

20 de janeiro de 2021
7:43
Refinaria Abreu e Lima da Petrobras
Refinaria Abreu e Lima da Petrobras - Imagem: Divulgação

A Ultrapar (UGPA3) anunciou na terça-feira (19) à noite que está negociando a compra da refinaria Alberto Pasqualini (Refap) da Petrobras (PETR4), localizada no Rio Grande do Sul.

As conversas começaram após a estatal aprovar a proposta vinculante apresentada pela dona da rede de postos de combustíveis Ipiranga e da Ultragaz. Os detalhes da oferta não foram divulgados.

Segundo a Ultrapar, a aquisição, se concretizada, fortalecerá a posição dela na indústria de refino, “contribuindo para um portfólio de negócios mais complementar e sinérgico, com maior eficiência, potencial de geração de valor para toda a cadeia e benefícios para os consumidores”.

A Refap está localizada no município gaúcho de Canoas. Atualmente ela processa 32 mil metros cúbicos ao dia e atende principalmente ao mercado regional, com foco na produção de óleo diesel.

Desinvestimento em refino

A venda da Refap faz parte do processo de desinvestimento da Petrobras no setor de refino.

A companhia assumiu compromisso com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para vender oito de suas 13 refinarias, equivalente a metade de sua capacidade instalada, até o final deste ano.

Em comunicado, a Petrobras confirmou as negociações com a Ultrapar e atualizou o mercado a respeito do andamento do processo de venda de outras refinarias:

  • Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná: a companhia está analisando as propostas vinculantes que recebeu;
  • Refinaria Landulpho Alves (RLAM), na Bahia: a empresa está aguardando as ofertas finais de todos os participantes no processo, com base nas versões negociadas dos contratos com o Mubadala Investment Company;
  • Refinaria Isaac Sabbá (Reman), no Amazonas, Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor), no Ceará, e Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), no Paraná: a Petrobras recebeu propostas vinculantes e está em fase de negociação para venda;
  • Refinaria Abreu e Lima (RNEST), em Pernambuco, e Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Minas Gerais: a companhia espera receber as propostas vinculantes no primeiro trimestre deste ano.
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

via de mão dupla

PEC do auxílio tem de ter contrapartida, diz Funchal

“Se essa PEC não andar com as contrapartidas, o vulnerável que vai ter o benefício hoje será o desempregado dos próximos anos”, diz Funchal.

Mudanças a caminho

Se PEC for aprovada, 14 Estados já podem congelar salário de servidor

Pela proposta, as medidas de ajuste seriam acionadas sempre que as despesas obrigatórias primárias excedessem 95% das receitas correntes.

Décimo Andar

[Vídeo] O que aconteceu (e acontecerá) com os fundos imobiliários?

Tijolos, argamassa, tinta e cimento. É nisso que investem pessoas que tem fundos imobiliários? Não exatamente. Os empreendimentos como shoppings, escritórios e lojas é que geram valor a esses materiais. E com a pandemia de covid-19, diversos desses estabelecimentos acabaram entregando as chaves, o que provocou um certo desconforto no setor imobiliário. Acompanha o comentário […]

Crise

Vendas do comércio encerram 2020 com queda histórica de 12,2%, diz Serasa

Essa é a maior retração de toda a série, iniciada em 2001.

o que está acontecendo?

5 pontos para entender o resultado e a reação ao PIB do 4º trimestre

Atividade fecha com pior queda da história em 2020, mas vem acima do esperado, só que bolsa está caindo; confira os motivos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies