🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
Radiocash

Selic em alta mais bolsa em baixa é igual à fuga para a renda fixa? Para presidente da Anbima, diversificação veio para ficar

As alocações em renda variável podem até diminuir, mas Carlos Ambrósio não acredita que voltaremos para a realidade de ‘poupança, renda fixa e nada mais’

Carlos Ambrósio, presidente da Anbima
Carlos Ambrósio comanda a associação que reúne as instituições que atuam no mercado de capitais há quase quatro anos. Imagem: Divulgação

Após seis altas seguidas da taxa Selic, os investimentos mais conservadores voltaram aos holofotes com taxas atrativas. Com o Ibovespa e os fundos de investimento imobiliário (FIIs) registrando quedas bruscas, os novos CPFs que chegaram à bolsa e aos FIIs vão debandar para a renda fixa?

Para Carlos Ambrósio, presidente da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a resposta é não. À frente da entidade há quase quatro anos, ele acredita que, mesmo com alocações menores na renda variável, a diversificação veio para ficar.

“Olhando para o futuro, teremos ciclos de rebalanceamento de carteiras, mas acho pouco provável que voltemos para aquela realidade de poupança, renda fixa e nada mais”, declarou na edição desta semana do RadioCash, podcast da Empiricus Research apresentado por Felipe Miranda, CIO e estrategista-chefe da Empiricus, e Jojo Wachsmann, sócio-fundador da Vitreo.

Ambrósio diz que a fase prolongada de queda de juros que atravessamos anteriormente acelerou a popularização do mercado de ações e fundos imobiliários e ajudou na fixação da lição sobre a importância de um portfólio diversificado.

O presidente da associação que reúne as instituições que atuam no mercado de capitais ressalta que essa diversificação tende a aumentar ainda mais com o crescimento da tendência de internacionalização dos investimentos - inclusive com produtos atualmente restritos ao varejo.

“Na nossa opinião, todo investidor deveria ter direito ao acesso a todos os produtos, desde que na proporção correta”, indica.

Influencers preenchem lacunas

Definir a ‘proporção correta’ de cada uma das centenas de opções disponíveis é um dos maiores desafios para os investidores. É em meio a esse contexto que surge um novo personagem no mercado de capitais.

“Há uma demanda do cliente por informação e assessoramento que vem sendo atendida pelo influenciador digital”, aponta o presidente da Anbima. Um estudo da associação mostrou, por exemplo, que 266 influenciadores financeiros atingem um total de 74 milhões de seguidores no Twitter, Instagram, Facebook e YouTube.

“No nosso entendimento, isso é ótimo para o desenvolvimento do mercado, ajuda na educação financeira, e chama a atenção do investidor. Mas sempre tem uma pequena parte que talvez ultrapasse o papel da educação, e a ideia é, sem dúvida nenhuma, trazer a regulação para esse ambiente”.

Carlos Ambrósio, presidente da Anbima

Ambrósio salienta que a Anbima ainda não tem uma opinião formada sobre o tema, mas monitora os players constantemente e compartilha as informações com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), “que tem atuado quando acredita que alguém ultrapassou essa fronteira”.

Para ele, é a figura do consultor de investimentos que deve ocupar o espaço entre a educação e o aconselhamento financeiro. “Diferente do agente autônomo, cujo alinhamento está ligado à instituição com a qual ele está vinculado, a relação do consultor tem um vínculo direto com o investidor”.

Ouça abaixo a íntegra do podcast RadioCash:

Compartilhe

MERCADO FINANCEIRO

Itaú oferece 1.000 bolsas de treinamento para certificações no mercado financeiro; saiba como concorrer

22 de agosto de 2022 - 17:00

A iniciativa é voltada para negros e pardos e pessoas com deficiência que desejam ter as certificações CPA-10 e CPA-20, da Anbima; os aprovados e contratados pelo banco receberão reembolso do valor da prova

Em meio ao terremoto

Apesar dos resgates, fundos multimercados conseguem fechar o 1º semestre no azul; emissões de renda variável desabam 75% no período

7 de julho de 2022 - 18:10

Período difícil para ativos de risco beneficiou a renda fixa e levou investidores a fugirem de fundos de ações e multimercados

Balanço do ano

Mesmo com bolsa em queda, fundos de ações fecham 2021 com captação positiva; veja os fundos que se saíram melhor em retorno e captação no ano

6 de janeiro de 2022 - 17:42

Fundos de renda fixa foram os campeões de captação e rentabilidade, com migração de recursos da renda variável e alta dos juros

A carteira dos ricos

Volume de investimentos dos milionários cresce 8,8% no semestre; saiba onde eles aplicam

11 de agosto de 2021 - 14:19

O volume de investimentos do segmento private, que reúne os clientes milionários, alcançou R$ 1,76 trilhão, de acordo com dados da Anbima

De volta aos trilhos

Fundos de investimento têm captação líquida recorde no 1º semestre, no valor de R$ 206 bilhões

7 de julho de 2021 - 18:17

Desempenho da indústria de fundos no primeiro semestre de 2021 mostra que crise do coronavírus ficou para trás no setor; fundos de renda fixa e multimercados lideram a captação

Indústria em expansão

Brasil vive ‘boom’ de gestoras de recursos

15 de maio de 2021 - 14:25

De janeiro a março, Anbima registrou 27 novas gestoras

Diversificação

Ainda tímido, investimento no exterior ganha espaço nas carteiras dos fundos no 1º tri

9 de abril de 2021 - 14:00

Alta do dólar levou investimentos no exterior a crescerem 45% nas carteiras dos fundos até fevereiro; multimercados investimento no exterior tiveram, no trimestre, melhor retorno dos últimos dois anos

as escolhas de 2020

Brasileiro arriscou e diversificou mais os investimentos em 2020

4 de fevereiro de 2021 - 12:54

Poupança seguiu soberana no ano passado, mas ganhou impulso por causa do auxílio emergencial, segundo dados da Anbima

Pessoas físicas

Aplicações de pequenos investidores têm alta recorde no acumulado do ano

12 de novembro de 2020 - 14:57

Volume investido pelo segmento de varejo tradicional viu crescimento de quase 16% em 2020 até o final de setembro; valor aplicado pelas pessoas físicas chegou a R$ 1,12 trilhão

Crescimento

Volume de IPOs em outubro é o maior do ano em termos absolutos, diz Anbima

10 de novembro de 2020 - 17:31

Ao todo, 16 companhias abriram o capital no período, além de cinco com ofertas precificadas mas não encerradas até o mês passado.

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies