2021-04-29T15:50:21-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Ibovespa realiza lucros após ganhos da véspera, na contramão de NY; dólar sobe

Dados da economia americana e repercussão dos discursos de Biden e Powell se sobrepõem ao noticiário local

29 de abril de 2021
10:40 - atualizado às 15:50
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O dia começa com uma verdadeira bateria de números. Nos Estados Unidos, dados importantes para medir a atividade econômica foram divulgados logo cedo e uma sequência de balanços corporativos prometem movimentar o Ibovespa e Wall Street ao longo do dia. O noticiário local, que não traz grandes novidades, fica em segundo plano.

O índice brasileiro começou o dia seguindo a inclinação positiva dos índices em Nova York, mas agora vai na contramão das bolsas americanas. Por volta das 15h30, o Ibovespa recuava 0,60%, a 120.353 pontos. O dólar à vista tem leve alta de 0,04%, a R$ 5,3637.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Em Nova York, os números positivos da economia americana levaram as bolsas às máximas intraday. Elas chegaram a recuar no começo da tarde, mas se firmaram em alta nesta etapa final do pregão. Por aqui, as ações dos grandes bancos recuam em movimento de realização de lucros, após a forte valorização na sessão anterior.

O Produto Interno Bruto (PIB) americano cresceu 6,4% no primeiro trimestre, ligeiramente abaixo do esperado pelos analistas. Já os pedidos de auxílio-desemprego continuam cedendo - foram 553 mil na semana passada. Na terra do Tio Sam, os investidores também reagem de maneira positiva ao discurso de Joe Biden. O presidente americano confirmou novos estímulos para famílias e fez um pronunciamento pró-mercado, apesar do foco ser nas famílias menos abastadas. 

Nos embalos de Wall Street

Com PIB, inflação e a repercussão do discurso do presidente americano, Nova York terá um dia cheio pela frente, ditando o ritmo do resto do mercado. Além disso, os investidores devem seguir digerindo a decisão de política monetária do Federal Reserve, anunciada ontem. O Fed manteve os juros no patamar de 0% a 0,25% e reforçou que as coisas devem seguir assim por um bom tempo. 

Com a chegada do novo pacote e a manutenção da taxa de juros lá embaixo pelo Federal Reserve, os investidores temem uma disparada da inflação, por isso, o número é acompanhado de perto por todos. 

Os principais índices asiáticos fecharam em alta na manhã desta quinta-feira, tendência seguida pelas bolsas europeias.

Em segundo plano

Está para ser votado hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) uma medida editada em 2017 que retira o ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins. Se a Corte mantiver o mesmo entendimento de quatro anos atrás, as empresas que pagaram impostos com o ICMS incluso no cálculo do tributo federal poderão pedir uma devolução em créditos tributários.

Isso pode ser positivo para as empresas de capital aberto, mas um problema para a arrecadação do governo federal, que espera que a medida não seja usada de forma retroativa para anos anteriores. Com isso, o valor estimado a ser pago pela União seria de até R$ 229 bilhões, de acordo com o jornal Folha de São Paulo. A pauta não deve ser encerrada hoje, mas fica no radar dos investidores. 

Sobe e desce

A maior alta do Ibovespa fica com as ações da B2W, após a notícia de que a companhia pretende unir as operações com as Lojas Americanas e realizar uma listagem nos Estados Unidos. 

Confira os principais destaques de hoje:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
BTOW3B2W ONR$ 67,786,82%
PCAR3GPA ONR$ 39,605,38%
YDUQ3Yduqs ONR$ 30,302,96%
SBSP3Sabesp ONR$ 42,162,80%
MRFG3Marfrig ONR$ 19,582,78%

Enquanto a B2W sobe, as Lojas Americanas figuram na parte de baixo da tabela. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
LAME4Lojas Americanas PNR$ 21,03-7,07%
MULT3Multiplan ONR$ 22,90-4,38%
EMBR3Embraer ONR$ 15,16-3,93%
SANB11Santander Brasil unitsR$ 9,21-3,42%
CSNA3CSN ONR$ 49,63-3,39%

*Colaboração Renan Sousa

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira