Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-29T19:38:36-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Boa safra de dados domésticos anima o Ibovespa, e bolsa defende os 111 mil pontos; dólar registra leve alta

Com o alívio do mercado de juros americano, o Ibovespa se apoiou em bons indicadores econômicos locais para subir

29 de setembro de 2021
18:45 - atualizado às 19:38
Mão colhendo maçã em uma plantação
Imagem: shuterstock

Depois de um belo tombo de mais de 3% no Ibovespa ontem, os investidores tiraram a quarta-feira (29) para colocar a cabeça no lugar.

Embora Wall Street tenha registrado ganhos leves, os analistas destacam que a safra de dados econômicos domésticos positivos divulgados hoje foi primordial para a alta de 0,89% do índice, que fechou aos 111.106 pontos.

O resultado consolidado do setor público mostrou um superávit de R$ 16,72 bilhões em agosto, no melhor resultado histórico para o mês. A proporção dívida/PIB também mostrou melhoras, com as dívidas líquida e bruta mostrando redução, contrariando todas as expectativas.

Além disso, o IGP-M, índice conhecido como a “inflação do aluguel”, apresentou deflação de 0,64%, mas a expectativa era de uma queda menor, de apenas 0,43%. Outro dado positivo veio do Caged, que mostrou a criação de 372 mil novas vagas de trabalho no país, acima das projeções de 300 mil, impulsionado principalmente pelo setor de serviços e a reabertura econômica.

O cenário global mais calmo, porém, não foi suficiente para aliviar o câmbio. A cautela com o fiscal brasileiro foi uma das razões para o estresse, já que o governo admite a possibilidade de uma possível prorrogação do auxílio emergencial, a PEC dos precatórios ainda não teve uma resolução e a criação do novo Bolsa Família também incomoda.

Acompanhando o movimento visto no exterior, a moeda americana subiu 0,11%, a R$ 5,4303. Já o mercado de juros mostrou um leve alívio.

  • Janeiro de 2022: de 7,19% para 7,18%
  • Janeiro de 2023: de 9,16% para 9,12%
  • Janeiro de 2025: de 10,28% para 10,19%
  • Janeiro de 2027: de 10,65% para 10,57%

Confira outros destaques do noticiário corporativo:

Respirando fundo

Os Treasuries, títulos do Tesouro norte-americano, deram um susto nos investidores no pregão de ontem, e seus retornos dispararam, pressionando ainda mais as bolsas de Nova York, que registraram quedas superiores a 2%. 

Hoje, no entanto, a curva de juros americana voltou a apresentar algum alívio, embora a fala do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, tenha afastado as taxas das mínimas. 

Em evento que reuniu os principais banqueiros centrais do mundo, Powell reforçou que o Fed já está próximo do momento em que uma retirada dos estímulos monetários se fará necessária, renovando as apostas em mudanças já no próximo encontro do Fomc, o Comitê de Política Monetária americano, que ocorre em novembro. Dirigentes da instituição que se pronunciaram ao longo do dia também defenderam o movimento. 

Na China, a Evergrande começou a se desfazer de parte de seus ativos, o que trouxe alívio ao mercado asiático. O minério de ferro voltou a subir durante a madrugada, o que impulsionou as siderúrgicas locais.  

Sobe e desce do Ibovespa

A Braskem segue colhendo os frutos de um acordo para o impasse que limitava a atuação da empresa no México desde o ano passado. A Braskem Idesa assinou um aditivo com a estatal Pemex para o fornecimento de etano. 

As ações do setor de proteína animal voltaram a ser destaque, mas dessa vez foi a JBS que liderou os ganhos. Nesta quarta-feira, o JP Morgan divulgou um relatório que aponta um potencial de alta de mais de 40% para os papéis. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVAR
BRKM5Braskem PNAR$ 60,939,33%
JBSS3JBS ONR$ 37,406,28%
USIM5Usiminas PNAR$ 15,686,02%
CIEL3Cielo ONR$ 2,394,37%
PRIO3PetroRio ONR$ 22,854,20%

Mesmo após o Inter ter negado a existência de provisões extraordinárias em seu balanço, após questionamentos da CVM, os papéis do banco digital seguiram em ritmo de queda, mesmo com a alta do setor bancário. Com uma correlação maior com as empresas de tecnologia, a companhia tende a ser prejudicada também pela elevação global das taxas de juros. Confira as maiores quedas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
BIDI11Banco Inter unitR$ 50,78-1,91%
BIDI4Banco Inter PNR$ 17,07-1,27%
ALPA4Alpargatas PNR$ 52,55-1,50%
BPAN4Banco Pan PNR$ 16,38-1,09%
DXCO3Dexco ONR$ 17,14-0,70%

*Colaboraram Henrique Zimmermann, sócio e head Nordeste da VLG Investimentos, e Frederico Nobre, analista da Warren Investimentos.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Fiscalização em alta

Empresas ligadas à quinta maior criptomoeda do mundo, são multadas por comissão nos Estados Unidos

As empresas irmãs são acusadas de fazerem “declarações falsas ou enganosas” e de “omitirem fatos relevantes” para o mercado sobre a stablecoin tether

AO VIVO

O que muda com a compra da Mosaico (MOSI3) pelo Banco Pan (BPAN4)? CEO do banco e fundador da empresa de tecnologia respondem em live com Felipe Miranda

Para entender o racional da negociação, o sócio-fundador e CIO da Empiricus conversa hoje (15) com Carlos Eduardo Pereira Guimarães e Guilherme Pacheco

Efeito dominó

Mais uma incorporadora chinesa deixa de pagar seus credores; China rompe o silêncio sobre a crise no setor imobiliário

A China Properties Group informou que não fez o pagamento de US$ 226 milhões referentes a uma emissão de notas seniores que vencia hoje

Exile on Wall Street

Dia do professor: cinco lições sobre fundos de investimento para o primeiro dia de aula

Dos brinquedos à maçã (virtual), comemora-se nesta semana as datas dos dois agentes de mudanças mais importantes de uma sociedade. Crianças têm, claro, suas aptidões naturais por exatas, humanas, ciências biológicas e artes em todas as suas formas de expressão. Mas são os professores que catalisam e alavancam esse interesse pelo conhecimento, ensinam a pensar […]

ESQUENTA DOS BALANÇOS

Prévias operacionais embalam as ações de Direcional (DIRR3) e Tenda (TEND3) hoje; veja qual construtora é a favorita dos analistas

Enquanto a Direcional entregou um trimestre de recordes, o foco exclusivo da Tenda no programa Casa Verde e Amarela pode tornar-se um problema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies