⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-15T07:42:42-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Ricardo Gozzi
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

15 de setembro de 2022
7:42
números do pib são destaque entre indicadores
Confira o que movimenta a bolsa, o dólar e o Ibovespa hoje. Imagem: Shutterstock

Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. E mesmo que não seja comum encarar uma canja no café da manhã, a cautela já se faz presente logo cedo nos mercados financeiros nesta quinta-feira com os investidores dispostos a manter uma posição defensiva nas bolsas

"Dispostos", porém não é exatamente o que acontece na manhã desta quinta-feira (15). As bolsas internacionais operam com leves ganhos — a busca por barganhas após as quedas recentes dos índices ajuda no leve desempenho positivo. 

Há ainda quem não enxergue razões para que a turbulência tenha continuidade. Uma dessas pessoas é Jeff de Graaf, fundador da Renaissance Macro Research.

Ele não menospreza a gravidade da alta dos preços nos Estados Unidos, que recentemente registrou mais uma leve alta enquanto o mercado em geral esperava queda. Mesmo assim, ele acredita que a tendência de desaceleração da inflação nos Estados Unidos deve se manter nos próximos meses.

Seja como for, este é o cenário que se desenha nesta manhã. As bolsas de valores da Europa abriram em leve alta e os índices futuros de Nova York tentam avançar na direção positiva nas primeiras horas da manhã.

Os investidores aguardam uma bateria de indicadores nos Estados Unidos (leia mais abaixo). 

Por aqui, a prévia do PIB é o grande dado local do dia. O IBC-Br de julho deve reforçar as expectativas do mercado de aumento da atividade econômica até o final do ano.

Vale ressaltar que no Boletim Focus, que dá um panorama do sentimento de analistas para dados macroeconômicos, o PIB é um dos indicadores que está em constante atualização para cima.

No fim do pregão de ontem (14), o Ibovespa teve as perdas limitadas pelo avanço do petróleo, mas ainda assim caiu 0,22%, os 110.646,67 pontos. O dólar à vista teve um dia de queda de 0,18%, a R$ 5,1782. 

Veja o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta quinta-feira:

Indicadores nos EUA são o foco das bolsas

Hoje, os investidores precisam digerir um atacadão de indicadores econômicos esperados para hoje nos EUA.

Os números incluem dados de vendas no varejo, preços de importação, pedidos de auxílio-desemprego e dois importantes índices de atividade industrial: o Empire State e o do Fed da Filadélfia.

Ainda que individualmente esses indicadores não tenham potência o bastante para reverter a tendência das bolsas, combinados, eles devem dar o direcionamento do dia para os principais índices globais. 

China e a injeção de dinheiro na economia 

O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) deixou uma importante taxa de juros inalterada na manhã desta quinta-feira. Assim, os juros de um ano para sua linha de crédito de médio prazo ficaram em 2,75%.

O que motivou essa manutenção foi a injeção de 400 bilhões de yuans (US$ 57,45 bilhões) na economia chinesa por meio do instrumento financeiro. O BC chinês também injetou outros 2 bilhões de yuans em liquidez por meio de acordos de recompra reversa de sete dias.

Histórico do PBoC

Em agosto, o PBoC reduziu a taxa da linha de crédito de médio prazo, o que acabou levando a cortes também em suas principais taxas de juros de referência para empréstimos, chamadas LPRs.

A falta de ajuste nesta quinta significa que as LPRs deverão ficar inalteradas neste mês. O PBoC deve anunciar as LPRs na próxima terça-feira (20).

Outros ativos: criptomoedas descoladas da bolsa

No mercado de criptomoedas, os investidores acompanham as notícias referentes à conclusão da fusão da blockchain do ethereum.

Mas a maior atualização da história do mercado de criptomoedas não consegue animar os investidores nesta manhã. O próprio ethereum opera em queda de 0,35%, cotado a US$ 1,592,37. Já o bitcoin (BTC) recua 0,78%, negociado a US$ 20,198,32.

Atividade econômica mexe com o Ibovespa hoje

Por aqui, os participantes do mercado estão de olho nos números do IBC-Br de julho. A expectativa é de que o índice de atividade econômica medido pelo Banco Central comece a apontar para uma desaceleração da economia brasileira.

De acordo com a mediana da projeção dos especialistas ouvidos pelo Broadcast, a prévia do PIB deve avançar 0,50% na comparação mensal. Na base anual, em relação aos últimos 12 meses, o IBC-Br deve subir 2,75%.

Corrida eleitoral

Os investidores também monitoram os movimentos dos principais candidatos à Presidência da República. À noite, já depois do fechamento do mercado, serão conhecidos os números da nova rodada do Datafolha sobre as intenções de voto para 2 de outubro.

Enquanto isso, os principais candidatos e figuras públicas reagem ao ataque do deputado Douglas Garcia, do mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro, o Republicanos, à jornalista Vera Magalhães. 

Bolsa hoje: agenda do dia

  • Banco Central: IBC-Br de julho (9h)
  • Ministério da Economia: Divulgação projeções de indicadores macroeconômicos, com estimativas para o PIB e inflação (9h)
  • Ministério da Economia:  Chefe da Assessoria Especial de Estudos Econômicos, Rogério Boueri, e secretário de Política Econômica, Pedro Calhman, concedem coletiva sobre as novas projeções macroeconômicas (9h30)
  • Estados Unidos: Pedidos de auxílio-desemprego (9h30)
  • Estados Unidos: Índice de atividade industrial Empire State (9h30)
  • Estados Unidos: Vendas no varejo em agosto (9h30)
  • Estados Unidos: Produção industrial do Fed em agosto (10h15)
  • Estados Unidos: Diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, participa do 2022 Forbes Power Women Summit (14h)
  • China: Produção industrial, vendas no varejo e investimento em ativos fixos (23h)

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ENTREVISTA

Elon Musk não está sozinho: o home office pode acabar com o fim da pandemia, alerta um dos principais gurus de carreiras do mercado

1 de outubro de 2022 - 7:23

A exemplo do dono da Tesla um número cada vez maior de empregadores quer os profissionais de volta ao escritório, afirma o mentor de carreiras e escritor Luciano Santos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa fecha setembro no azul, o potencial da Weg (WEGE3) e a semana do bitcoin; confira os destaques do dia

30 de setembro de 2022 - 19:19

O último pregão do mês foi também o último antes da definição do primeiro turno das eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, levou um tempo até que a política fosse o principal gatilho para os negócios.  Isso porque o debate final entre os candidatos à chefia do Executivo não trouxe grandes mudanças no cenário-base, já […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha setembro no azul por um triz após nova onda do ‘efeito Meirelles’; dólar vai a R$ 5,39

30 de setembro de 2022 - 18:53

O Ibovespa deixou a política parcialmente de lado no último pregão antes do pleito de domingo

Balanço do mês

Os melhores investimentos de setembro: dólar tem a maior alta do mês, e Brasil vai na contramão do mundo com valorização de quase todos os ativos

30 de setembro de 2022 - 18:42

Títulos prefixados vêm logo em seguida, beneficiados pelo fim do ciclo de alta da Selic no Brasil. Veja o ranking completo dos melhores e piores investimentos do mês

EFEITO MEIRELLES 2.0

Bolsa amplia alta e Magazine Luiza (MGLU3) dispara com novo rumor sobre Henrique Meirelles no governo em caso de vitória do petista

30 de setembro de 2022 - 16:01

Descolando de seus pares internacionais, a bolsa brasileira opera em forte alta, mas o grande destaque fica com a curva de juros e a disparada de ações do setor de consumo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies