Menu
2020-01-13T07:04:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
pouco está definido

Trump pode impor tarifas à China se acordo comercial for desrespeitado, diz secretário do Tesouro

De acordo com Mnuchin, a cerimônia que será realizada na próxima quarta-feira representa apenas o primeiro passo do acordo

13 de janeiro de 2020
7:04
Donald Trump
Imagem: Shutterstock

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou neste domingo (12) que o governo americano não descarta a retomada das tarifas à China caso o acordo comercial entre os dois países seja descumprido. "Se eles não cumprirem com o acordo, o presidente tem a autoridade de aplicar tarifas e tarifas adicionais", afirmou.

De acordo com Mnuchin, a cerimônia que será realizada na próxima quarta-feira representa apenas o primeiro passo do acordo. "Essa é uma negociação histórica, mas como nós dissemos, há uma fase dois. Essa é a primeira fase", comentou.

Mnuchin pontuou que está sendo considerada a relação comercial da China com o Irã. Segundo ele, a China importa cerca de 70% do petróleo produzido no país persa, que está em crise com os Estados Unidos desde a morte do general iraniano Qassim Soleimani.

"A China está sujeita a sanções como qualquer outro país", afirmou o secretário. Segundo Mnuchin, o objetivo é discutir a suspensão de negociações de "qualquer receita que possa financiar suas atividades terroristas e o desenvolvimento de armas nucleares". "Nós não queremos punir a população do Irã, queremos cortar o financiamento que vai para más ações", disse.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

diante da pandemia

Bilionário Jack Dorsey, do Twitter, anuncia doação de 28% de sua fortuna contra o coronavírus

CEO da empresa deve doar US$ 1 bilhão para o combate a pandemia; ele fundou o Twitter em 2006 com Ev Williams, Biz Stone e Noah Glass

de olho na crise

Vendas de carros na China sofrem queda de 36% em março; país prepara estímulos

Queda é menor do que o tombo de 78% registrado em fevereiro, quando o surto do novo coronavírus na China estava no auge

mudança no consumo

Petrobras coloca em operação duto em SP para aumentar oferta de GLP

Medida busca estabilizar abastecimento; consumo aumento puxado pelo isolamento social

diante da crise

Itaú Unibanco, BB, Bradesco, Caixa e Santander já renegociaram R$ 130 bilhões

Com a queda brusca da atividade, do consumo e do faturamento, as empresas em geral estão precisando de caixa e buscando também crédito novo

Esquenta dos mercados

Cautela com coronavírus volta a predominar nos mercados

Fala de Donald Trump ameniza queda, mas dia deve ser de cautela nos negócios globais

medida anticrise

Governo libera novos saques do FGTS a partir de junho; veja condições

De acordo com o texto, os saques devem ser liberados a partir de 15 de junho e até 31 de dezembro. A operação tem aplicação imediata, mas precisa ser aprovada pelo Congresso em 120 dias

histórico

França prevê contração de 6% do PIB no 1º trimestre, maior queda desde a 2ª Guerra

Forte queda se deve às medidas de contenção adotadas pelo governo francês em 17 de março numa tentativa de conter a disseminação do coronavírus

em aberto

Eurogrupo não chega a acordo sobre coronavírus

Após conversas que atravessaram a madrugada, grupo voltará a se reunir amanhã

medida anticrise

Mais de 18 milhões se inscrevem no 1º dia para receber auxílio emergencial

Desse contingente, 38% optaram por receber os recursos na poupança digital

ficou para depois

Receita estende até 30 de junho prazo para entrega das declarações de espólio

Estão também ganhando maior prazo as declarações e o recolhimento do imposto e dos demais créditos tributários relativos aos rendimentos de fontes situadas no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements