Menu
2020-08-24T15:33:15-03:00
Estadão Conteúdo
de governador para presidente

‘Nem o senhor nem ninguém vai ameaçar a democracia do Brasil’, diz Doria a Bolsonaro

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou nesta segunda-feira, 24, a ameaça feita pelo presidente Jair Bolsonaro a um repórter do jornal O Globo, classificando a atitude como “lamentável” e “triste”

24 de agosto de 2020
15:33
João Doria
Governador do Estado de São Paulo, João Doria, durante Coletiva de imprensa sobre Coronavírus - Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), criticou nesta segunda-feira, 24, a ameaça feita pelo presidente Jair Bolsonaro a um repórter do jornal O Globo, classificando a atitude como "lamentável" e "triste". "Nem o senhor nem ninguém vai ameaçar a democracia do Brasil. A democracia, presidente Bolsonaro, é mais forte que o senhor", afirmou.

Na véspera, Bolsonaro foi questionado sobre os repasses de R$ 89 mil feitos por Fabrício Queiroz, ex-assessor de seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), à primeira-dama Michelle Bolsonaro.

"Vontade de encher tua boca de porrada", respondeu o presidente da República ao jornalista que fez a pergunta.

Na manhã desta segunda-feira, durante evento no Palácio do Planalto, o presidente voltou a atacar a imprensa. Ele referiu-se a jornalistas como "bundões" e afirmou, sem embasamento, que os profissionais teriam "chance de sobreviver bem menor do que a minha" a uma infecção pela covid-19.

"Eu não me lembro de um presidente que tenha dito isso frontalmente a um jornalista que gostaria de agredi-lo e esmurrá-lo fisicamente", afirmou Doria durante entrevista coletiva.

O governador de São Paulo também reforçou que a democracia garante a liberdade de imprensa como valor indissociável, e que o Estado de São Paulo segue esse princípio. "Nem o senhor nem ninguém vai amedrontar ou emparelhar jornalistas e veículos de comunicação sérios do nosso País. A democracia, presidente, é mais forte que o senhor. Ela já resistiu em tempos recentes a outras ameaças. E resistirá também ao seu ímpeto de flertar com o autoritarismo."

Doria, que anunciou na sexta-feira estar curado da covid-19, ainda lamentou que, no evento da manhã, o presidente Bolsonaro não tenha mencionado as vítimas do novo coronavírus ou prestado solidariedade às famílias em luto. "Eu tenho a impressão que o senhor ama apenas a si próprio e aos seus filhos, e despreza a vida e os brasileiros que o elegeram."

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Impasse

Guedes monta operação ‘apara arestas’ para manter Brandão à frente do Banco do Brasil

Por enquanto, o presidente do BB está no “limbo” na avaliação de funcionários do próprio banco, sem uma manifestação pública do presidente e de Guedes

IPO

Espaçolaser pode arrecadar até R$ 3 bilhões em estreia na B3

Maior rede de clínicas de depilação do País lançou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies